FAQ Figos & Funghis

CONHECENDO A COZINHEIRA

Recebo alguns e-mails de leitores do blog pedindo pra me conhecer melhor, saber mais sobre mim, sobre meus interesses, que lugares frequento, que livros gosto de ler, onde faço minhas compras, se eu sou uma chef de cozinha por formação, enfim…

Por isso, achei que a melhor forma de responder a essas questões (que eu sempre tive e tenho o maior prazer em responder) era fazendo este FAQ (Frequently Asked Questions) sobre meus gostos pessoais e também sobre algumas filosofias que tenho sobre o universo da comida, se é que podemos chamar isto de filosofia. Está interessado?

SOBRE A COZINHEIRA

  • Nome: Fabiana Pinfildi
  • Profissão: Advogada
  • Idade: 30 anos
  • Estado Civil: Casada com o “taster” oficial do blog, Marcio, o pai da Titi
  • Estado constante: FELIZ e bem humorada. Agradecida por tudo que Deus proporciona.
  • Filhos: por enquanto apenas uma gatinha chamada Tiffany que ama atum, macarrão e pão
  • Prato Favorito: Lasanha de Berinjela da minha mãe e Abobrinha Recheada (culinária árabe)
  • Doce Favorito: Cheesecake de Frutas Vermelhas e Mousse de Chocolate
  • O que você provavelmente nunca verá por aqui: Carnes exóticas, comidas estranhas e dobradinha.
  • Bebidas: Sou viciada em coca-cola, a clássica mesmo. Na área alcoólica amo vinhos, o meu preferido é o vinho verde português Casal Garcia, bem gelado. Recentemente descobri minha paixão pela cerveja, especialmente as escuras.
  • Hobby: Obviamente, cozinhar. Receber os amigos é um imenso prazer. Também amo viajar e conhecer lugares e culturas diferentes da minha. Ler é uma das minhas paixões.
  • Meus passeios Paulistanos Preferidos: Mercado Municipal Central, Liberdade, Feira da Praça Benedito Calixto
  • Meus livros preferidos: Todos os livros de gastronomia, sou colecionadora voraz deles, ainda chegará o dia que não saberei onde colocá-los.
  • Os filmes que envolvem comida caso você ainda não tenha assistido: Julie & Julia, Sem Reservas, Sob o Sol da Toscana e Como Água para Chocolate.
  • Escritores foodie preferidos: Jamie Oliver, Nigella Lawson, Deborah Medison e outros;

Onde eu costumo fazer minhas comprinhas:

Legumes e Verduras

  • Feira de Orgânicos da Chácara Flora
  • Hortifruti do meu bairro

Especiarias, pimentas e produtos importados

  • Mercado Municipal de SP
  • Empório Santa Luzia

Utensílios

  • Quando eu gosto eu compro. Não tenho preferências.

Cenário das minhas fotos

  • Acervo pessoal e garimpos de viagens
  • Herança de família
  • Feiras e lojas especializadas
  • Bairro da Liberdade/SP

Alguns pensamentos sobre o mundo foodie

Existem muitos blogs e sites de receitas honestos por aí, eu inclusive sou fã de carteirinha de vários deles, mas não concordo com blogueiros que dizem inventar ou criar receitas clássicas e tradicionais que foram criadas há séculos e já não se sabe mais nem por quem. Essa história de afirmar que “eu criei”, “eu inventei”, “eu descobri” soa muito vaga pra mim, até porque a arte de cozinhar não existe de hoje, o ser humano se alimenta desde a sua criação, e por necessidade aprendeu a cozinhar. Algumas receitas clássicas até já perderam sua originalidade por já terem sido modificadas incontáveis vezes por incontáveis cozinheiros mundo afora. É óbvio que criar novas receitas é possível, testar uma combinação inusitada de ingredientes, ousar na mistura dos temperos e especiarias, e isto é muito válido. Mas acho arriscado dizer que “eu inventei” algo. Não gosto de utilizar esta expressão.

Também não concordo com a atitude de cozinheiros que pegam uma receita super conhecida e divulgada infinitas vezes, omitem um ou dois ingredientes, substituem um ou dois ingredientes apenas para poderem dizer que foram eles que “inventaram” aquela versão, e desta forma se esquivam de dar os devidos créditos ao autor da receita original, ou pelo menos, ao primeiro cozinheiro que a publicou. Eu acho muito simpático e de bom tom os cozinheiros que sempre mencionam a fonte inspiradora de suas receitas, ainda que seja uma receita de família.

Cozinhar para mim é…

Eu não sou uma profissional da gastronomia, mas apenas uma cozinheira, uma pessoa que desde pequena adora estar envolvida com as panelas, em frente ao fogão e rodeada de comida. Comer pra mim é um dos maiores prazeres da vida, e poder cozinhar é um prazer maior ainda. Eu cozinho pra mim, para minha família e meus amigos.

Por que eu criei o Figos & Funghis?

Sempre gostei de cozinhar, principalmente para os amigos e a família. Volta e meia algum amigo ou parente que ficava sabendo que eu havia feito alguma receita me ligava ou mandava e-mails pedindo a dita cuja, e eu sempre tive o maior prazer em repassá-las. Até que um dia resolvi disponibilizar algumas receitas na internet para que os amigos interessados pudessem acessá-las a qualquer hora do dia, ainda que eu estivesse doente, ocupada trabalhando, ou viajando de férias. Assim, depois de algumas dúvidas a respeito do nome do blog, nasceu o Figos & Funghis, porque sou apaixonada por funghi, de todos os tipos comestíveis existentes na face da terra, e porque todos acharam que “figos” ficaria bonitinho na composição do nome. Simples assim :)

Como minha cozinha funciona?

Tudo o que é publicado aqui no blog já foi testado, provado e aprovado. Quando acontece de uma receita não sair como o esperado eu também publico e sou sincera em dizer que faria isso ou aquilo diferente. As receitas são todas feitas por mim e depois fotografadas para serem publicadas aqui com a respectiva receita e modo de preparo.

Profissionalizar a culinária?

A cozinha é a minha terapia diária, é pra onde eu vou para “viajar”, para relaxar, para me distrair, refletir sobre a vida e trabalhar o bíceps. Talvez um dia eu frequente algum curso na área da gastronomia, para aperfeiçoar os conhecimentos de cozinha, mas por enquanto vou me virando com o meu feeling, que é movido pela infindável curiosidade que tenho pelo universo tão complexo da comida. O ingrediente principal de qualquer receita é o amor e a dedicação. Por isso, se você quer um conselho e pretende aprender a cozinhar nunca se esqueça desses dois ingredientes fundamentais.

Minha intenção não é ensinar nada a ninguém, mas se eu puder ajudar as pessoas que gostam do blog e frequentam o blog a conhecerem novas receitas e as minhas técnicas nada técnicas de cozinha, ficarei muito feliz em contribuir.


** Se você sentiu falta de alguma informação e gostaria que eu a inserisse aqui no FAQ envie sua sugestão para o e-mail: contato@figosefunghis.com.br Prometo responder todos os e-mails e avaliar com carinho todas as sugestões.

Todos os textos, receitas e fotos publicadas no Figos & Funghis são de autoria e propriedade do blog, e de sua criadora, Fabiana Pinfildi. Sempre que as receitas forem copiadas de outra pessoa ou local a fonte será citada, bem como ocorrerá com as fotos. Caso você pretenda publicar alguma receita do Figos ou utilizar alguma foto por favor peça que eu autorizarei sem problemas, contanto que você mencione a fonte e dê os créditos ao blog. Direitos autorais são protegidos por lei, e devem ser respeitados.