Bacalhau na Brasa

Postado em Bacalhau, Clássicos, Fácil, Peixe, Pratos Principais - 13 de março de 2014

Bacalhau na Brasa_F&F

 

Como vocês sabem aqui em casa nós amamos bacalhau! Prova disso são as inúmeras receitas com este delicioso peixe aqui no blog, com muitas opções diferentes na forma de preparo em pratos que vão dos petiscos aos pratos principais, e hoje trago mais uma forma diferente e super prática de preparar o bacalhau: na brasa!

 

E tem coisa mais gostosa do que reunir a família e os amigos em um domingo de sol e colocar o carvão na churrasqueira? Bom, pelo menos pra mim é um dos programas mais gostosos aos finais de semana, e olha que nem gaúcha eu sou hein…hahahaha. Se bem que hoje o churrasco já é um patrimônio nacional né gente, o país inteiro ama! Foi num desses dias ensolarados que resolvemos colocar um bacalhau na brasa para fazer companhia às carnes e aos deliciosos legumes que não podem faltar num churrasco aqui em casa. Sim, eu amo churrasco mas amo ainda mais aproveitar a brasa quente para grelhar uns legumes, e os meus preferidos do coração são: cebola, pimentão vermelho, abobrinha e berinjela. Você pode colocar qualquer tipo de legumes ou vegetais na brasa, mas estes ficam especialmente bons.

 

Voltando ao bacalhau, não há dificuldade alguma para o preparo dele na brasa, apenas uma dica preciosa: quando eu faço bacalhau na brasa eu o deixo de molho em uma marinada de azeite aromatizado de um dia para o outro, isto garante um sabor muito especial ao peixe assado. A mesma marinada pode ser feita se você quiser aproveitá-la para um bacalhau ao forno, mas seu uso não é tão essencial quanto para o bacalhau feito na brasa.

 

BACALHAU NA BRASA EM MARINADA DE AZEITE AROMATIZADO

(serve 6 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 filé grande de bacalhau com a pele de aproximadamente 1,5kg
  • 1 xícara (chá) de azeite
  • 3 dentes de alho amassados
  • 2 folhas de louro
  • 1 colher (chá) de grãos de pimenta rosa
  • 1 colher (chá) de grãos de pimenta preta
  • 1 ramo de tomilho
  • sal a gosto (cuidado com o sal pois mesmo dessalgado o bacalhau ainda guarda um pouco do sal)

 

Modo  de Preparo: Na véspera do preparo coloque o bacalhau em um refratário baixo e regue co, o azeite e adicione todos os outros temperos. Cubra com filme plástico e leve à geladeira até o momento de preparar o peixe. Quando a brasa estiver bem quente coloque o bacalhau sobre uma folha de papel alumínio com a pele para baixo sobre a grelha da churrasqueira e deixe por 20 minutos, depois retire o papel alumínio debaixo do peixe e deixe por mais 30 minutos, ou até que a superfície esteja levemente dourada, a pele crocante e a carne se desfazendo em lascas na parte de dentro. Sirva em seguida.

 

Dica: Para fazer na brasa eu recomendo o uso do bacalhau tipo ling ou o macrocephalus, que são tipos “menos nobres” (se é que se pode dizer este sacrilégio sobre o bacalhau) de bacalhau, pois o gadus morhua (conhecido também como imperial, do Porto, etc) é considerado um tipo muito nobre de bacalhau para ser preparado na brasa e deve ser valorizado com receitas preparadas no forno ou confitados, ou ainda na tradicional receita à portuguesa.

 

Se quiser saber mais sobre bacalhau e tirar algumas dúvidas sobre este delicioso peixe acesse esta matéria esclarecedora que conta muito sobre ele, clicando AQUI

 

É isso aí! Viram que moleza? Por isso que eu disse que o segredinho está na marinada, fazer um tempero caprichado na véspera e deixar o bacalhau curtindo nele faz com que o sabor fique absolutamente espetacular :) Então que tal um deste para este final de semana?

 

Bom Apetite!

Bife de Panela

Postado em Carnes, Clássicos, Dicas, Fácil, Pratos Principais, Receitas de Família, Receitas Rápidas - 06 de março de 2014

Bife de Panela_F&F

 

Esta receitinha além de ser muito fácil é daquele tipo de receita que pode ser preparada com qualquer corte de carne, até mesmo aquelas que são mais durinhas, já que é toda preparada na panela de pressão.

 

Aqui em casa eu preparo a carne desta forma quando quero fazer um ragu no molho vermelho para massas. Isto fica especialmente bom com massas longas e o spaghetti com ragu é um clássico. Dá para aproveitar carne que sobrou do churrasco (porque nem toda sobra de churrasco deve ser condenada a virar arroz carreteiro né?), aquele corte de coxão mole ou até mesmo o duro que estava numa super promoção no açougue e por aí vai.

 

Outra coisa que eu amo nesta receita é que como a carne é cozida na panela de pressão já com o molho, basta colocar todos os ingredientes na panela, fechar e aguardar que esteja pronta. Além disso é uma receita versátil já que pode ser servida assim como prato principal acompanhada da clássica dupla arroz com feijão, ou com purê de batatas, ou como ragu de uma massa, ou ainda como acompanhamento de um risoto ou recheio de torta. Me lembro que quando eu era criança e minha mãe tinha pouco tempo para preparar nossos almoços por conta da rotina atribulada que implicava em cuidar de 2 filhas pequenas ela preparava muito este bife de panela pra nós, e amávamos quando ela cozinhava batatas junto com a carne, ou quando servia sobre um delicioso purê bem quentinho e cremoso. Enfim, praticidade é a palavra que eu gosto de usar para definir esta receita.

 

BIFE DE PANELA 

(server 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 600g de bife bovino (pode ser contrafilé, coxão mole, coxão duro, cupim, maminha)
  • 1 fio de óleo vegetal
  • 1 lata de tomates pelados picados
  • 1 cebola grande bem picada
  • 1 medida da lata de tomates de água
  • 1 cenoura grande descascada e cortada em cubinhos
  • 3 dentes de alho amassados ou espremidos
  • 4 colheres (sopa) de vinho tinto
  • 1 pedaço de bacon bem picadinho (opcional)
  • 1/2 xícara (chá) de salsa fresca picada

 

Modo de Preparo: Na panela de pressão coloque o fio de óleo (se for usar bacon nem precisa do óleo ok?) ou o bacon e aqueça. Se estiver usando bacon deixe fritar e junte a cebola, o alho e a cenoura e refogue por alguns minutos até que a cebola esteja começando a dourar. Junte os bifes e com a ajuda de um garfo de cabo longo vá virando-os para que selem de todos os lados. Em seguida regue com os tomates pelados picados e seu suco, junte a água, a salsinha picada, o vinho tinto e tampe a panela ainda em fogo alto. Depois que a panela pegar pressão e começar a chiar abaixe o fogo para a chama média e conte 30 minutos. Depois deste tempo desligue o fogo e aguarde a pressão sair para abrir a panela. Sirva a carne quente como prato principal ou desfie para fazer ragu.

 

Bom Apetite!

 

Batatas Assadas com Recheio Cremoso de Frango

Postado em Aves, Comidinhas, Fácil, Frango, Light, No forno, Pratos Principais - 25 de fevereiro de 2014

Batata Recheada com Frango_F&F

 

Na minha lista de pratos facílimos e muito práticos para os dias de muita pressa e pouco tempo para a cozinha está com certeza a batata assada recheada.  Eu sou fã de pratos assim, que além de serem rápidos e fáceis, ainda salvam a refeição também no quesito sabor, e permitem modificações de acordo com o que tiver disponível no momento. Foi num desses dias cheios e sem muito tempo para a cozinha que nasceu esta batata assada recheada à base de frango desfiado, porque não só de torta precisa “viver” o coitado do frango desfiado né não?!

 

Tudo começou com uma porção de frango desfiado meio que sem destino na geladeira, duas batatas grandes, um pouco disso, outro pouco daquilo e foi uma jantinha deliciosa com o que eu tinha, acompanhada de uma saladinha de mini agrião temperada com molho de limão e hortelã. O preparo em si é muito rápido, o que leva um pouquinho mais de tempo é o forno, mas até aí não é preciso fazer nada, apenas esperar.

 

E não corra o risco de avaliar por baixo o resultado só porque o modo de preparo é simples e rápido, não se engane! A tal da batata não faria feio se servida em porções mini (usando então mini batatas, claro) como entrada num jantar para a família ou amigos. Os franceses que são os finos servem batatas em muitas receitas chiquérrimas e tradicionais, então por que também não poderíamos abusar dela, concordam?

 

BATATAS ASSADAS RECHEADAS COM FRANGO CREMOSO

(rende 4 porções)

 

Ingredientes:

  • 2 batatas grandes com a casca
  • 1 xícara (chá) bem cheia de peito de frango desfiado (ou 1/2 peito de frango cozido e desfiado)
  • 2 colheres (sopa) de queijo cottage
  • 4 colheres (sopa) de creme de ricota (ou cream cheese, ou requeijão light)
  • 1 colher (chá) de azeite
  • 1 colher (chá) de tomilho e alecrim bem picados
  • 1 colher (sopa) de salsinha fresca picada
  • pimenta e sal a gosto
  • parmesão para gratinar

 

Modo de Preparo:lave bem as batatas com a casca, seque e leve ao forno preaquecido em 190º por 40 a 50 minutos (tudo depende do seu forno, como sempre). Quando as batatas estiverem macias por dentro retire-as do forno, corte-as ao meio no sentido do comprimento e retire parte da polpa das batatas com uma colher e reserve, deixando a casca com 1 cm de espessura. Numa tigela misture o frango desfiado, o queijo cottage, o creme de ricota, a polpa das batatas reservadas, o azeite, as ervas, a pimenta e o sal e misture bem. Distribua este creme de frango desfiado dentro de cada metade das batatas, cubra com queijo parmesão e retorne ao forno por mais 10 minutos. Sirva bem quente acompanhada de salada ou uma carne grelhada da sua preferência.

Batatas recheadas com frango_F&F

 

 

Bom Apetite!

 

Arroz turco com ossobuco ao vinho

Postado em Arroz, Carnes, Comfort Food, Fácil, Pratos Principais - 20 de fevereiro de 2014

Arroz turco com ossobuco_reduzida_F&F

 

Às vezes tudo o que queremos é uma receita que agrada, que abraça, que nos deixa extremamente felizes e satisfeitos. Este é o caso da receita de hoje, um arroz turco (foi assim que eu o batizei) cheio de coisinhas deliciosas e para acompanhar, uma das carnes que eu mais amo: ossobuco!

 

E sabe a melhor parte? é que este arroz vai naquela linha de juntar todos os ingredientes na mesma panela e cozinhar, o que torna tudo muito prático! E é incrível como todos os ingredientes combinam bem entre si, deixando esta receita muito especial. Se não quiser fazer o ossobuco o mesmo arroz também combina com espetos de filé mignon, ou com um frango bem aromático preparado na brasa e até com peixe. O ossobuco também foi facílimo de fazer pois escolhi o cozimento na panela de pressão e fiz um molho bem aromático com vinho tinto. Pra mim o melhor do ossobuco ser preparado desta forma é que ele chega ao prato simplesmente desmanchando de tão macio. Ou seja, vale à pena investir nesta receita para um almoço de domingo com a família, por exemplo ;) Tenho certeza que todos sairão felizes!

 

ARROZ TURCO COM OSSOBUCO AO VINHO

(serve 4 pessoas)

 

Ingredientes para o arroz:

  • 1 e 1/2 xícara (chá) de arroz branco tipo agulha
  •  1 xícara (chá) de lentilhas secas
  • 1 xícara (chá) de macarrão cabelo de anjo (ou capelini) quebrado em pedaços pequenos
  • 1 abobrinha italiana média ralada (use apenas a parte em torno do miolo, descartando as sementes)
  • 1 cebola grande picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (café) de pimenta síria
  • 1 pitada de canela em pó
  • 1/2 xícara (chá) de salsa fresca picada
  • pimenta e sal a gosto

 

Ingredientes para o Ossobuco:

  • 6 peças grandes de ossobuco 
  • 1 xícara (chá) de vinho tinto ou branco
  • 1 xícara (chá) de suco de tomate
  • 1 xícara (chá) de água
  • 1 cenoura grande descascada e cortada em cubinhos
  • 1 cebola grande picada
  • 1 alho poró picado
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 ramo de alecrim fresco
  • 1 folha de louro
  • 4 colheres (sopa) de azeite (ou óleo vegetal da sua preferência)
  • 1 colher (café) de sal com pimenta (ou lemon pepper)

 

Modo de Preparo: Na panela de pressão prepare o ossobuco: refogue no azeite (ou óleo vegetal) a cebola, o alho poró e o alho picados até murcharem. Junte os pedaços de ossobuco e deixe fritar de todos os lados, para selar a carne. Junte a cenoura, o vinho, o suco de tomate, o louro, o alecrim, o lemon pepper e a água e tampe a panela. Cozinhe em fogo alto até pegar pressão, depois reduza o fogo para o médio e deixe cozinhar por 40 minutos. Abra a panela e se a carne estiver macia no ponto desejado reixe o molho reduzir um pouco em fogo baixo, se não deixe macia o suficiente deixe mais alguns minutos na pressão. Tudo vai depender da potência do seu fogão, fique de olho na panela. Enquanto cozinha a carne  em outra panela  prepare o arroz. Comece refogando a cebola e o alho no azeite junto com o macarrão quebrado até o macarrão ficar bem douradinho. Junte o arroz, a lentilha, a abobrinha ralada, a pimenta síria e a canela e frite bem, até o arroz ficar mais seco. Regue com 3 xícaras de chá de água, a salsa picada, a pimenta e o sal e cozinhe em fogo alto até ferver, depois reduza o fogo para o baixo com a panela parcialmente tampada até que esteja o arroz e a lentilha estejam cozidos. Sirva o ossobuco sobre o arroz em uma grande travessa, ou em pratos individuais.

 

Bom Apetite!

 

Linguado com Limão e Amêndoas

Postado em Fácil, Light, No forno, Peixe, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 03 de fevereiro de 2014

Linguado com limão e amêndoas_F&F

 

Depois de uns dias afastada do blog volto com boas notícias: a minha baby Olivia nasceu! É um dengo, uma delicinha e graças a Deus é uma bebê saudável e muito tranquila. Quem me segue no Instagram pode ver algumas fotinhos dela que eu coloco às vezes por lá :)

 

E por falar em saúde, aqui em casa nós costumamos consumir bastante peixe, ao menos 2 vezes por semana eu preparo peixe assado, grelhado ou no papelote. Desta vez eu tinha um pouco de amêndoas trituradas e fiz linguado em crosta de amêndoas com fatias ultra finas de limão siciliano e posso dizer que ficou divino! Eu já publiquei várias receitas de peixe com crosta de amêndoas e de ervas aqui no blog mas gosto de mudar uma coisinha ou outra cada vez que faço. Peixe é o tipo de prato que combina com cozinha rápida, por ser uma carne bem delicada cozinha depressa e pode ser preparado de muitas formas diferentes, então se você não consegue peixe fresco com facilidade, vale à pena investir em pacotinhos dele congelado, mas lembre-se: separe apenas a porção que for usar de cada vez para descongelar pois uma vez descongelado não pode ser congelado novamente.

 

Esta mesma receita pode ser feita com castanha de caju, com castanha do Pará ou com pistache (amo esta versão). Como eu queria uma refeição bem leve servi o linguado com macarrão parafuso de linhaça, um produto orgânico que eu comecei a consumir muito aqui em casa há pouco tempo. Descobri este macarrão com linhaça em uma das minhas visitas ao bairro da Liberdade aqui em SP e depois disso nunca mais deixei de comprar. Ele não é sem glúten porque tem um pouco de farinha de trigo integral na composição, mas é com certeza mais leve e mais saudável que a massa tradicional e o sabor é simplesmente delicioso. Para a massa eu apenas salteei em azeite tomatinhos cereja, alho e brócolis. E precisa mais que isso?

 

LINGUADO COM LIMÃO E CROSTA DE AMÊNDOAS

(para 2 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 4 filés de linguado sem pele e sem espinhas
  • 4 colheres (sopa) de amêndoas trituradas (com ou sem pele)
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • suco de 1/2 limão siciliano
  • 4 fatias bem finas de limão siciliano com a casca
  • sal e pimenta a gosto

 

Modo de Preparo: Ajeite os filés de linguado sobre um refratário e regue com o limão, o azeite e tempere com pimenta e sal. Misture bem com as mãos fazendo com que o tempero pegue bem dos dois lados dos filés. Cubra a superfície dos filés com as amêndoas trituradas e depois cada filé com uma fatia de limão. Leve ao forno preaquecido em 180º por 30 minutos, ou até que os filés estejam assados e as amêndoas levemente douradas. Sirva em seguida.

 

Bom Apetite!

Polenta gratinada com molho bolonhesa

Postado em Carnes, Clássicos, Comfort Food, Dicas, Molhos, Pratos Principais, Receitas Italianas - 05 de dezembro de 2013

Polenta gratinada_F&F

Tem alguém em casa que ama polenta e sempre me pede pra fazer, esteja frio ou calor. Outro dia eu estava um tanto sem ideia para um almoço de domingo e quando bati o olho no pacotinho de polenta na despensa logo pensei em usá-lo para agradar quem eu amo da forma que eu mais gosto: preparando uma comida especial que ele adora!

 

Como eu tinha carne moída bem fresquinha na geladeira parecia óbvio que o molho da polenta seria bolonhesa, mas não qualquer molho bolonhesa, mas sim o meu molho bolonhesa todo incrementado e com alguns segredinhos que eu vou compartilhar agora aqui com vocês. E para dar um toque ainda mais especial eu fiz as polentinhas em porções individuais e recheei com lascas de queijo gouda, aproveitando um pedaço que eu já tinha em casa. Olha, só posso dizer que ficou mara! Delicia, delicia, delicia!

 

POLENTA RECHEADA E GRATINADA COM MOLHO BOLONHESA

(rende 6 porções individuais)

 

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de polenta instantânea pré-cozida (gosto muito da Divella)
  • 1 litro de caldo (2 dentes de alho inteiros, 1 folha de louro, 1 cebola cortada ao meio, 1 cenoura cortada ao meio, 1 alho poró inteiro, sal)
  • lascas de queijo gouda para rechear

 

Para o Molho Bolonhesa:

  • 300g de carne moída 
  • 4 tomates maduros sem pele picados
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 dente de alho bem picado
  • 1/2 cebola bem picada
  • 1/4 de xícara (chá) de vinho tinto
  • 1 punhado de azeitonas pretas sem caroço picadas
  • 1 colher (café) de canela em pó
  • 1 pitada generosa de pimenta moída
  • folhas de manjericão fresco
  • sal a gosto
  • queijo parmesão ou pecorino ralado para gratinar

 

Modo de Preparo da Polenta: Coloque 1 litro de água para ferver junto com a cebola cortada ao meio, a cenoura, o alho poró, a folha de louro e os dentes de alho. Quando ferver retire os legumes e o louro do caldo, abaixe o fogo e acrescente devagar a polenta (farinha de milho), sem parar de mexer com um batedor de arame (fouet), para que não empelote. Cozinhe sem parar de mexer por uns 2 (como promete a embalagem) a 3 minutos e desligue. Distribua em um refratário grande ou em 6 individuais, preenchendo até a metade, faça uma camada com lascas de queijo (usei gouda, mas pode ser outro da sua preferência). Complete os ramequins com mais polenta, deixando espaço para o molho.

 

Molho Bolonhesa: Aqueça o azeite numa frigideira grande e refogue rapidamente a cebola e o alho. Acrescente a carne moída e refogue até que esteja levemente cozida. Junte os tomates picados, o vinho tinto e cozinhe em fogo médio com a panela tampada por 10 minutos. Após este tempo adicione a azeitona picada, a canela em pó, a pimenta moída, as folhas de manjericão e ajuste o sal. Cozinhe por mais 5 minutos e desligue. Cubra a polenta ainda quente com este molho, polvilhe queijo parmesão por cima e leve para gratinar por 10 minutos, ou até que o queijo esteja derretido e levemente dourado. Sirva bem quente com mais queijo ralado por cima.

 

Polenta gratinada2_F&F

 

Dicas: 

1) Eu gosto de cozinhar a farinha de milho (polenta) num caldo de legumes bem saboroso e aromático em vez de apenas água fervente, e acredito que isto dê um sabor muito mais especial ao prato, mas se quiser use apenas água fervente;

 

2) O meu molho bolonhesa sempre leva canela em pó, independentemente se isto é considerado correto ou não segundo a receita original, na minha opinião a canela casa perfeitamente com pratos que levam carne moída, assim como em alguns pratos da cozinha árabe;

 

3) Eu prefiro o molho bolonhesa mais encorpado e com menos caldo, mas se você quiser mais caldo basta acrescentar à receita suco de tomate, tomate pelado em lata à gosto ou ainda polpa de tomate diluída em água.

 

Bom Apetite!

 

Lasanha de abobrinha vegetariana e sem glúten

Postado em Abobrinha, Fácil, Gastronomia Funcional, Light, No forno, Pratos Principais, Receitas Especiais (s/ Glúten/Lactose), Vegetarianas - 27 de novembro de 2013

Lasanha de abobrinha sem gluten_F&F

Vocês sabem que eu sou fã de abobrinha né? E sou também fã de receitas vegetarianas, justamente por serem leves, saborosas e poderem ser consumidas à noite sem nenhuma culpa.

 

Esta lasanha de abobrinha é uma verdadeira delícia e é também muito fácil de preparar. Ela é vegetariana e sem glúten porque não leva massa na receita e nenhum outro tipo de farináceo. Para aqueles que não podem ingerir também lactose eu sugiro substituir a ricota fresca – que nesta receita usei de búfala – por queijo de soja (tofu) amassadinho com um garfo, e podem ter certeza que esta versão também ficará deliciosa!

 

A ideia de fazer esta lasanha surgiu de uma outra receita que eu já publiquei aqui, o Ravioli de Abobrinha sem Massa, em um dia que eu estava com uma vontade doida de comer lasanha mas não queria ganhar tantas calorias com uma lasanha tradicional. Então esta opção aqui matou a minha vontade lindamente, e para dar mais sustância ao prato eu acrescentei castanha do Pará no recheio. A graça e o toque cheio de glamour fica por conta do concassé* de tomates (ensino abaixo como fazer) que eu fiz na hora com tomates italianos ultra doces que eu tinha em casa, e que garantiu um sabor extra especial, mas se você quiser simplificar e usar tomates crus picados ou tomates pelados em lata fique à vontade.

 

LASANHA DE ABOBRINHA – VEGETARIANA E SEM GLÚTEN

(para duas pessoas)

 

Ingredientes:

  • 2 abobrinhas italianas pequenas bem lavadas
  • 1 xícara (chá) de ricota fresca amassada (usei de búfala, mas pode ser comum, ou tofu)
  • 1 punhado de castanha do Pará picada
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 4 tomates italianos maduros (2 fatiados e 2 para o concassé)
  • pimenta e sal a gosto
  • queijo parmesão ralado para finalizar (ou outro queijo light, ou sem lactose)

 

Modo de Preparo: Fatie as abobrinhas em lâminas finas no sentido do comprimento usando apenas a parte mais firme (despreze o miolo com as sementes – se quiser reserve para uma omelete) em um fatiador de legumes (mandolina) ou com uma faca bem afiada. Reserve. Em uma tigela misture a ricota amassada, a castanha do Pará e tempere com o azeite, pimenta e sal. Unte levemente 2 refratários pequenos ou 1 médio com um fiozinho de azeite e faça a primeira camada de abobrinha. Depois faça uma camada com a ricota temperada, outra com fatias de tomate e repita todas as camadas até acabar com uma camada de abobrinha. Finalize com uma cobertura de tomate concassé*, depois polvilhe um pouquinho de queijo parmesão e leve ao forno em 180º por 20 a 30 minutos, ou até que a abobrinha esteja macia e a cobertura levemente dourada.

Lasanha de abobrinha sem gluten2_F&F

 

* Receita de Tomate Concassé:

Concassé de tomate_F&F

 

Ingredientes: 2 tomates italianos maduros (rende 1 xícara de concassé)

 

Preparo: Faça um corte nos tomates em forma de cruz, de cima a baixo. Espete um tomate de cada vez (pela parte de onde seria o cabo) em um garfo comprido com cabo de madeira e leve-os para tostar direto na chama do fogão. Vá virando o tomate sobre a chama até que toda a pele esteja chamuscada e se soltando. Depois retire toda a pele (com os tomates ainda mornos), corte os tomates ao meio e retire todas as sementes. Pique o restante dos tomates (a parte da polpa) em quadradinhos bem pequenos e use na receita.

Obs: Você pode simplesmente retirar a pele do tomate passando-o por água fervente e fazer todo o processo para o concassé, mas eu prefiro sempre queimar na chama do fogão porque adoro o saborzinho defumado que este processo agrega aos tomates ;)

 

Bom Apetite!

 

 

Strogonoff Light de Frango com Iogurte

Postado em Clássicos, Dicas, Frango, Light, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 11 de novembro de 2013

Strogonoff de Frango Light_F&F

 

Eu faço esta receita há muitos anos, mas não sei por qual motivo ela nunca apareceu por aqui. É uma versão light do tradicional strogonoff de frango pois substitui o creme de leite por iogurte e apesar de muitos terem preconceito na substituição eu garanto que fica delicioso e digo mais: desde pequena eu aprendi a substituir o creme de leite por iogurte em diversas receitas e só ganhei com isso. Ganhei saúde, experiência e criatividade na cozinha.

 

Se eu gosto do strogonoff tradicional com creme de leite? Sim, é claro que eu gosto, mas sempre tenho esta carta na manga para quando bate aquela vontade de comer este delicioso prato bem no meio da semana, porque afinal de contas dar uma economizada nas calorias não faz mal a ninguém. Por isso o iogurte é um produto que não falta na minha geladeira, ele é tão versátil, tão saboroso e tão saudável que eu uso em muitos preparos, desde molhos para saladas até sobremesas levinhas.

 

Para aqueles que são intolerantes à lactose eu sugiro usar o tofu cream no lugar do iogurte, que também fica delicioso e muito saudável.

 

STROGONOFF LIGHT DE FRANGO COM IOGURTE

(serve 2 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 300g de filé de peito de frango bem limpo, sem nada de gordura
  • 1 cebola pequena picadinha
  • 1 dente de alho picadinho
  • 1 fiozinho de óleo vegetal ou azeite
  • 2 tomates sem pele batidos no liquidificador
  • 1 copo de iogurte natural desnatado, aprox. 170g (prefiro os mais cremosos)
  • 2 colheres (sopa) de catchup
  • 1 colher (sopa) de molho inglês
  • 1 pitada de páprica picante
  • 1/2 xícara (chá) de cogumelos paris frescos fatiados (ou champignon em conserva)
  • sal e pimenta a gosto
  • salsinha fresca picada para finalizar

 

Modo de Preparo: Corte os filés de peito de frango já bem limpos em tirinhas ou cubinhos, como preferir. Tempere com sal e pimenta e reserve. Enquanto isso refogue a cebola e o alho no fiozinho de óleo vegetal ou azeite. Junte o frango picado e refogue até que esteja branquinho de todos os lados e começando a dourar. Regue com os tomates batidos, junte o catchup, a páprica, o molho inglês e os cogumelos. Reduza o fogo para o médio e deixe cozinhar por 5 minutos, até quase começar a ferver. Junte o iogurte, mexa bem para incorporar ao restante do molho e cozinhe por mais 5 minutos. Ajuste o sal e a pimenta se achar necessário, finalize com a salsa fresca picada e sirva com arroz 7 grãos ou arroz branco, como preferir.

 

Bom Apetite!

 

Filé de Frango com Legumes Assados

Postado em Fácil, Frango, Light, No forno, Pratos Principais - 04 de novembro de 2013

Filé de Frango com Legumes assados_F&F

Oi gente, tudo bem? Dei uma escapadinha para tirar umas pequenas férias e fazer o enxoval da Olívia (sim, minha baby já tem nome) que chega no comecinho do ano, por isso eu sumi rapidinho mas já estou de volta pra começar a semana com tudo! Receitinha delícia, facílima de fazer e de quebra super saudável e nutritiva.

 

Este Filé de Frango é bem prático de preparar e você pode usar os legumes que mais gostar. Aí alguns podem pensar: mas não seria mais fácil grelhar os filés de frango e depois servir com legumes ao vapor? Sim, seria mais fácil mesmo e até mais rápido, mas eu simplesmente amo o sabor dos legumes assados, eu acho que nenhum método de cozimento os deixa mais deliciosos, perfumados e tenros, mas é uma questão de preferência.

 

A receita é bem levinha, perfeita para dias de verão. Tudo bem que os dias aqui em SP andam meio indefinidos, há dias de frio e chuva e outros de calor que mais parecem dias de sauna a céu aberto, mas este prato é uma refeição completa que até dispensa acompanhamentos, mas se você é daqueles que não dispensam um acompanhamento, um arroz integral como coadjuvante ou uma salada de folhas de entrada combinam super bem também.

 

FILÉ DE FRANGO AO FORNO COM LEGUMES

(serve até 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 6 filés de peito de frango bem limpos e de espessura média
  • 2 xícaras (chá) de brócolis (somente as flores)
  • 1 xícara (chá) de tomate cereja ou outro mini tomate
  • 1 abobrinha média fatiada
  • 1 xícara (chá) de abóbora descascada e cortada em cubos
  • azeite o quanto baste
  • 3 colheres (sopa) de molho de soja
  • 1 dente de alho moído ou espremido
  • pimenta moída a gosto
  • sal a gosto

 

Modo de Preparo: Tempere os filés de frango com azeite, pimenta e sal a gosto e reserve. Cozinhe o brócolis e a abóbora por 2 minutos em água fervente, depois escorra bem e reserve. Sele os filés de frango por apenas 1 minuto de cada lado em uma frigideira antiaderente. Disponha todos os legumes no fundo de um refratário e regue com a mistura de azeite, molho de soja, pimenta moída e alho (aqui não precisa colocar sal pois o molho de soja já é bem salgado). Ajeite sobre os legumes os filés de peito de frango que foram selados rapidamente em frigideira e leve ao forno preaquecido a 180º por 20 minutos, ou até que os legumes e o frango estejam levemente dourados. Sirva em seguida.

 

Bom Apetite!

 

Salmão Assado na Manteiga de Ervas

Postado em Fácil, No forno, Peixe, Pratos Principais - 09 de outubro de 2013

Salmão assado na manteiga de ervas_F&F

Esta receita faz muito sucesso lá em casa. É bem prática, é gostosa e combina com qualquer ocasião, desde almoços tranquilos de final de semana até jantares especiais ou datas festivas, afinal de contas um salmão assado assim com tanto carinho causa ótimas impressões e já abre o apetite só de olhar!

 

Já começo o post pedindo desculpas porque esta receita só tem foto do antes! hahahaha. Me explico: fiz este salmão assado para levar em um almoço da família do marido. Comecei a assar em casa e deixei para finalizar no forno da anfitriã, mas quem disse que eu lembrei de levar a câmera para tirar foto do peixe pronto? Pois é minha gente, minha memória não é das melhores e quando eu me proponho a levar alguma comida na casa de alguém eu fico tão atenta aos detalhes do prato que acabo me esquecendo da foto, da produção, etc. Já foi sorte eu ter me lembrado de tirar esta foto em casa, antes de colocar o bichinho no forno. E como esta receita é boa demais eu não podia deixar de trazer pra vocês só por não ter foto do resultado final.

 

Mas então, receitinha luxo, poder e glamour pra você mostrar pra sogrinha que sabe sim cozinhar muito bem! O segredinho é o tempero, além de escolher um belo lombo de salmão, daqueles gordinhos que ficam bem suculentos depois de assados, e acertar no tempo do forno, pra não correr o risco de ter aquele peixe seco e esfarelento, combinado? Fala sério, desanima quando a gente vê um peixe assado todo bonito por fora mas quando cortamos ele está ressecado, duro e esfarelando não dá? Peixe gostoso pra mim tem que ser gordinho, carnudinho, assado no ponto certo e “se desfazer em lascas”…pode parecer frescura, mas não é não, pra mim é uma questão de ter respeito com o alimento e ter o cuidado de prepará-lo da forma correta, como ele merece.

 

Então anota bem a receita – pode ser na memória mesmo porque é muito simples – e arrasa na próxima vez que for preparar pro seu amor, para as amigas, para as visitas ou só pra você mesmo, porque é bom se agradar também de vez em quando!

 

SALMÃO ASSADO NA MANTEIGA DE ERVAS

(serve de 6 a 8 pessoas)

 

Ingredientes:

 

  • 1 lombo de salmão de aproximadamente 1,5kg (pode ser com pele)
  • 4 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
  • 1/2 xícara (chá) de ervas variadas (gosto de usar salsinha, ceboulette, alecrim e hortelã) bem picadas
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 colher (sopa) de vinho branco
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • pimenta calabresa a gosto
  • 500g de batatas bolinha descascadas

 

Modo de Preparo: Numa tigelinha misture a manteiga em temperatura ambiente, o azeite, o vinho branco, as ervas picadas, a pimenta calabresa e o sal até formar uma pastinha e reserve. Unte a assadeira com azeite. Deite o salmão sobre uma assadeira grande de modo que ele caiba inteiro (não o deixe apertado na assadeira e nem sobrando espaço demais) com a pele para baixo e por cima espalhe bem a pastinha de manteiga. Reserve a pastinha que sobrar. Cozinhe as batatinhas descascadas em água até que fiquem al dente. Tempere as batatinhas com a pasta de manteiga que sobrou e preencha os espaços laterais da assadeira que está o salmão. Preaqueça o forno a 200º por 10 minutos, cubra toda a assadeira com papel alumínio e leve para assar por 25 a 30 minutos ou até que as batatinhas estejam levemente douradas e o salmão assado. (para verificar o ponto exato de cozimento do salmão basta espetar uma faca pontuda bem no meio do filé – na parte mais gordinha – e afastar a carne. Se ela estiver toda cor de rosa e suculenta já está pronta.) Retire o papel alumínio e deixe mais 5 minutos para dar uma corzinha bonita no peixe e sirve em seguida.

 

Dicas de acompanhamento:

Arroz com Amêndoas

Creme de Espinafre

 

Bom Apetite!

 

 

Kibe de Berinjela

Postado em Berinjela, Clássicos, Cozinha Árabe, Fácil, No forno, Pratos Principais, Vegetarianas - 25 de setembro de 2013

kibe de berinjela_F&F

Em casa nós amamos comida árabe, e o kibe (ou quibe) é figura constante nas nossas refeições, e justamente por isso é que aqui no blog já tem várias versões dele: o clássico de carne, o vegetariano, o recheado com queijo cremoso, o de abóbora, o primavera, o de abobrinha, e agora chegou a vez da versão feita com a minha amada berinjela!

 

A receita vem lá do blog da minha amiga Faby, que arrasa muito nas receitinhas, e logo que bati o olho neste kibe eu sabia que ia me apaixonar por ele. E de fato fica maravilhoso, bem levinho, com um sabor meio defumadinho exatamente como eu esperava. Para acompanhar eu servi a saladinha de pepino com iogurte, a Tzatziki que ensinei aqui outro dia.

 

Esta receita é fácil de preparar e é uma opção vegetariana deliciosa para quem curte comida árabe mas não come carne.

 

KIBE VEGETARIANO DE BERINJELA

(serve até 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 xícara de trigo para kibe já hidratado em água por 1 hora
  • 2 berinjelas grandes bem lavadas e cortadas ao meio no sentido do comprimento
  • 1 pitada de garam masala (ou canela)
  • 1 cebola pequena bem picada
  • 1 dente de alho ralado ou bem picado
  • 1 pitada de pimenta síria
  • cebolinha picada a gosto
  • hortelã picada a gosto
  • 1 colher (chá) de manteiga (ou tahine)
  • 1 punhado pequeno de amêndoas picadas
  • azeite e sal o quanto base

 

Modo de Preparo: Depois de hidratar o trigo aperte-o bem para retirar qualquer excesso de água, deixe-o bem solto. Enquanto o trigo estiver hidratando faça cortes superficiais quadriculados nas polpas das berinjelas e tempere com sal e pimenta a gosto. Leve para assar até que a polpa esteja macia (mais ou menos 40 minutos em 180º). Retire as berinjelas do forno, raspe apenas a polpa com uma colher e transfira para uma tigela. Junte o trigo hidratado e tempere com o restante dos ingredientes. Ajeite o kibe de berinjela numa travessa, regue com um fio de azeite e leve para assar por 30 minutos em 180º ou até que a superfície esteja dourada. Sirva em seguida com os acompanhamentos que preferir.

 

Kibe de berinjela2_F&F

Para conferir outras receitas de kibe (ou quibe) já publicadas aqui:

 

Bom Apetite!

 

Moussaka Descomplicada

Postado em Berinjela, Clássicos, Comfort Food, Cozinha Árabe, Fácil, No forno, Pratos Principais - 18 de setembro de 2013

Moussaka fácil_1

Como uma apaixonada por este prato típico da culinária turca (e que foi adotado pela culinária grega também), a moussaka, é claro que eu tinha que ficar tentando descobrir uma forma mais prática e mais rápida de prepará-la para aqueles dias de muita pressa ou de muita preguiça, e acabei gostando deste “trucão” aqui, que trago pra vocês hoje.

 

Eu vou logo chamando de “trucão” porque é claro que eu sei que a moussaka original leva bem mais tempo para preparar, é um pouco mais trabalhosa e principalmente se apresenta de forma diferente desta de hoje. Já publiquei a receita da moussaka original aqui há tempos atrás, então se você ficar triste com esta versão descomplicada (e quase descaracterizada) da moussaka basta acessar o link da receita original (se é que em se falando de cozinha existe mesmo esse lance de “receita original” – original pra mim é tudo o que é gostoso e que dá prazer de comer!).

 

Então gente, o diferencial aqui é o seguinte: tudo picado em cubinhos, depois assado junto e montado junto, cobrindo com uma carninha refogada bem honesta e finalizada com o bechamel (pra mim ele nunca pode faltar, nem na versão descomplicada) antes de ir para o forno dar aquele deliciosa gratinada que deixa a comida com cara de “oh céus, que tentação”. Bora lá aprender?

 

MOUSSAKA DESCOMPLICADA

(serve bem 2 pessoas)

 

Ingredientes:

 

  • 1 berinjela grande descascada e cortada em cubos médios
  • 2 batatas grandes descascadas e cortadas em cubos médios
  • 500g de carne magra moída (de preferência passada duas vezes no moedor)
  • 1 colher (sopa) de óleo vegetal
  • 1/2 cebola picadinha
  • 1 dente de alho amassado
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 3 colheres (sopa) bem cheias de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de leite
  • sal e pimenta à gosto
  • salsinha fresca picada para finalizar
  • queijo parmesão à gosto para finalizar

 

Modo de Preparo: Depois de descascar e picar a berinjela e as batatas espalhe-as sobre uma assadeira levemente untada com azeite e regue com o azeite restante. Leve para assar em 180º por 30 minutos. Enquanto isso prepare a carne moída refogada começando a dourar a cebola e o alho no óleo e depois fritando a carne até dourar. Desligue e tempere com pimenta e sal à gosto. Reserve. Prepare o molho bechamel aquecendo a manteiga até derreter, depois juntando a farinha aos poucos, mexendo sempre até dourar e pingando o leite devagar mexendo sem parar em fogo baixo para desfazer todos os grumos que surgirem.  Ao final tempere com sal e pimenta à gosto e se desejar noz moscada e parmesão (aqui como acrescentei o parmesão por cima de tudo não o adicionei no bechamel). Desligue o bechamel e reserve. Quando a berinjela e as batatas estiverem macias forre o fundo de um refratário com elas, depois faça uma camada com a carne moída e por fim outra camada com o molho bechamel. Polvilhe parmesão à gosto sobre tudo e depois salsa fresca. Leve para assar em 200º por 20 minutos e sirva bem quente acompanhada de arroz e salada.

 

Moussaka fácil_2

Bom Apetite!!!

 

Rolê de frango caprese

Postado em Carnes, Fácil, Frango, Light, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos - 17 de junho de 2013

Rolê de frango caprese_F&F

Segunda é dia de comida leve e fácil, principalmente para aliviar um pouco o peso na consciência do final de semana. Estes rolês de frango são bem gostosos, light e de preparo rápido. Acompanhados de um arroz e de uma salada não precisa de mais nada!

Continue Lendo …

Arroz de Braga

Postado em Arroz, Clássicos, Comfort Food, Fácil, Frango, Pratos Principais, Receitas de Família - 10 de junho de 2013

10_06_2013_14_24_43

 

Este arroz é o típico prato rápido e prático de ser preparado, talvez seja por este motivo que eu cresci comendo o arroz de braga preparado pela minha mãe. Esta receita é dela e é tão boa que eu simplesmente continuo seguindo-a à risca, pois não acho necessário qualquer aprimoramento ou adaptação. A não ser pelo fato de que eu prefiro usar as favas grandes quando eu encontro (aquelas que parecem grandes feijões brancos).

Continue Lendo …

Arroz 7 grãos com mexilhões

Postado em Arroz, Comfort Food, Fácil, Frutos do Mar, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 17 de maio de 2013

16_05_2013_12_18_18

 

Eu amo frutos do mar e sempre que tenho oportunidade compro frescos, mas quando não consigo acabo comprando congelados mesmo. Hoje há boas marcas disponíveis no mercado, e os mexilhões por exemplo podem ser encontrados pré-cozidos e embalados a vácuo, o que conserva seu sabor, cor e frescor mesmo depois de congelados.

Continue Lendo …

“Ravioli” de abobrinha

Postado em Abobrinha, Fácil, Light, No forno, Pratos Principais, Receitas Rápidas - 15 de maio de 2013

Ravioli de abobrinha com cottage

Outro dia passeando pelo Pinterest eu vi uma foto do que parecia ser um caneloni, mas era feito sem nenhuma massa, a abobrinha fazia o papel da massa na verdade. Procurei o link de origem na foto e não encontrei a receita, então acabei me inspirando naquela para fazer estes raviolis de abobrinha sem massa que são bem leves e ficam uma delicinha!

Continue Lendo …

Risoto milanês com ragu de costela

Postado em Carnes, Clássicos, Comfort Food, Fácil, Inverno, Pratos Principais, Receitas Italianas, Risotos - 10 de maio de 2013

Risoto milanês com ragu de costela_F&F

Na minha opinião não há comida que conforte mais do que um prato como este. Um delicioso e cremoso risoto com uma carninha bem suculenta é perfeito para aqueles dias em que se quer uma comida gostosa, com o mesmo efeito de um abraço :) O tempo por aqui está ajudando bastante porque as temperaturas já caíram e então uma refeição assim é sempre muito bem vinda.

Continue Lendo …

Falsa lasanha de beterraba e queijo cottage – light

Postado em Comidinhas, Entradas, Fácil, Light, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas, Vegetarianas - 09 de maio de 2013

Lasanha de beterraba com cottage_F&F

 

Ok, lasanha mesmo, de verdade, é aquela que tem um monte de camadas de massa, queijo, molho e tal (uma tentação), mas em dias de dieta quando a fome aperta e você não quer simplesmente misturar folhas com tomate e queijo o negócio é botar a imaginação para funcionar e foi assim que nasceu esta falsa lasanha de beterraba.

Continue Lendo …

Filé ao forno com legumes

Postado em Carnes, Fácil, No forno, Pratos Principais, Receitas de Família - 22 de abril de 2013

Filé ao forno_F&F

Este é o tipo de receita que lembra minha infância. Uma carninha bem saborosa feita com legumes coloridos e num molhinho pra lá de especial. Receitas assim são a cara da minha mãe, que é prática que só na cozinha! Ela sempre fez essas receitas pra nós e por isso pra mim tem jeito de infância.

Continue Lendo …