Ceviche de Salmão com Maracujá

Postado em Clássicos, Comidinhas, Dicas, Entradas, Frutos do Mar, Light, Peixe, Pimenta, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 06 de julho de 2016

Ceviche de Salmão com Maracujá_Blog Figos & Funghis

Aqui em casa nós amamos ceviche, eu mais ainda porque sou fã mesmo da comida peruana (não é à toa que já estive no Peru por duas vezes com a única missão de comer tudo o que conseguisse kkkk). Então, aí que apesar de estarmos em pleno inverno surgiu um sol gostoso, e dias bonitos me lembram pratos delicados, frescos, coloridos…

 

Vocês sabem que o ceviche é um prato em que o peixe é cozido no caldo do limão né? Então, o diferencial desta receita é que além do limão eu deixo o peixe marinar/cozinhar no maracujá, ambas frutas ácidas e por isso adequadas para este tipo de preparo. Eu gosto do ceviche naquele ponto em que os cubinhos ficam cozidos do lado de fora e crus por dentro, e dá para perceber isso quando o lado de fora fica levemente esbranquiçado e opaco, mas acho ideal porque é tempo suficiente para que o leite de tigre encharque a carne do peixe de sabor.

 

Outro motivo para eu amar ceviche além da delicia que é, é que ele tem pouquíssimas calorias e é perfeito para depois da prática de exercícios, já que é proteína pura. Como eu faço um baita esforço para me manter em uma alimentação bacaninha durante os dias da semana o ceviche acaba sendo figurinha fácil por aqui. Como faço bastante, para dar uma diversificada às vezes eu coloco cubos de avocado (aquele tipo de abacate menorzinho, sabe?), em outras coloco manga, e assim sempre sai um ceviche diferentão. Por isso mesmo é que já publiquei algumas versões diferentes de ceviche aqui no blog. Olivia também já aprendeu com os pais e adora ceviche, come até a cebola crua e não reclama…kkkk. Aprendi que paladar de criança é assim, precisa de treinamento para se acostumar a comer de tudo.

 

CEVICHE DE SALMÃO COM MARACUJÁ

(para 2 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 400g de lombo de salmão fresco sem pele e sem espinhas
  • suco de 1 limão tahiti
  • polpa de 1 maracujá
  • 1 cebola roxa fatiada em meia lua
  • 1 pimenta dedo-de-moça sem sementes e bem picada
  • 2 colheres (sopa) de coentro fresco picado
  • sal a gosto
  • 6 pedras de gelo

 

Modo de Preparo: Deixe a cebola de molho em água fria por 10 minutos. Corte o peixe em cubos médios, nem muito grandes nem muito pequenos, do tamanho de um bocado. Coloque-os em uma tigela e cubra com o suco de limão, a polpa de maracujá e um pouco de sal. Junte os cubos de gelo e mexa com uma colher por alguns minutos, depois cubra e leve à geladeira por 15 minutos. Escorra a cebola e reserve. Tire o peixe temperado da geladeira, retire os cubos de gelo de dentro e junte a cebola, a pimenta e o coentro. Adicione mais sal se achar necessário. Sirva em seguida.

 

Dica esperta: Os cubos de gelo servem para manter o peixe bem fresco e gelado, além de acelerar o cozimento a frio. Aprendi este truquezinho lá no Peru, com um expert em ceviche de rua, os melhores que se pode achar por lá!

Não sei vocês, mas eu sou muito feliz com um bowlzinho de ceviche na mão :)

 

Beijo!

 

 

Batatas Bravas com Ovos

Postado em Clássicos, Comidinhas, Fácil, No forno, Petiscos, Pimenta, Receitas Rápidas, Vegetarianas - 04 de julho de 2016

Batatas Bravas2_ Blog Figos & Funghis

Comida espanhola é uma delicia! Na maioria das vezes com um bom toque de pimenta (amo!), muitas cores no prato, bons peixes e frutos do mar, boa carne, e etc. Quem já esteve na Espanha sabe que a comida lá é mesmo apaixonante. A receita de hoje também é espanhola, e é apaixonante.

 

Depois de visitar a Espanha eu aprendi algo sobre mim: apesar de gostar muito de paella esta não é a minha comida espanhola favorita, eu sou fã mesmo é das tapas, petiscos montados em porções individuais na maioria das vezes. São o petisco do espanhol. O que eu mais amo nisso é que em uma mesma refeição você pode provar diversos “mini pratos”, em porções que se acabam rapidamente em no máximo 3 bocados. O lado bom é que se você não der sorte e escolher uma tapa que não ficará na memória não vai precisar enfrentar um pratão e voltar pra casa com uma sensação de jantar frustrado…

 

As Batatas Bravas são um ícone em se tratando de tapas. Elas estão invariavelmente em 99,9% dos bares espanhóis e são amadas tanto por eles quanto pelos visitantes. São cubos douradinhos de batata fritos ou assados servidos com um molho de tomate picante intenso e complexo. Nesta versão eu asso as batatas junto com o molho “bravo”, e depois no final acrescento ovos estalados por cima. Bem, sou suspeita pra falar, mas eu achei que as batatas ficaram divinas preparadas desta forma. Se você nunca teve oportunidade de provar, aproveite esta receita e se arrisque na cozinha, garanto que não vai se arrepender!

Batatas Bravas_Blog Figos & Funghis

BATATAS BRAVAS ASSADAS COM OVOS

(serve até 4 pessoas como petisco)

 

Ingredientes:

  • 4 batatas descascadas e cortadas em cubos médios
  • 1 xícara (chá) de suco de tomate (ou tomates pelados batidos com o mixer)
  • 1/2 dente de alho bem picado
  • 1 colher (café) de páprica defumada
  • 1 colher (café) de páprica picante
  • 1 pitada generosa de pimenta chilli em pó
  • 1 colher (chá) de açúcar demerara
  • 1 colher (café) de sal
  • 1 fio de azeite
  • 2 ovos grandes
  • 2 colheres (sopa) de queijo ralado (o de sua preferência)
  • Salsa fresca picada a gosto para finalizar

 

Modo de Preparo: Cozinhe os cubos de batata até que fiquem macios, mas não deixe desmanchar, eles devem ficar firmes. Pré-aqueça o forno a 190°. Transfira as batatas para uma tigela e adicione todos os outros ingredientes, com exceção dos ovos, do queijo ralado e da salsa.  Misture tudo até que todos os cubos de batata estejam totalmente envoltos no molho. Transfira as batatas temperadas para um refratário e leve ao forno por 15 minutos. Depois retire as batatas do forno, quebre dois ovos por cima, cubra com papel alumínio e retorne ao forno por mais 10 minutos. Será tempo suficiente para cozinhar bem as claras e deixar as gemas bem cremosas por dentro. Quanto estiver pronto finalize com o queijo ralado e a salsa fresca picada e sirva imediatamente, ainda quente e acompanhado de torradas.

Batatas Bravas3_Blog Figos & Funghis

DELICIA!!!!!

 

 

Nuts Picantes e Defumadas – um arraso de petisco!

Postado em Antepastos, Comfort Food, Comidinhas, Fácil, No forno, Petiscos, Pimenta, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas, Vegetarianas - 30 de dezembro de 2015

Nuts Picantes e Defumadas_F&F

Na minha família desde que eu era pequena é uma tradição do Natal ter uma tigela gigante com vários tipos de nozes, sementes e castanhas misturadas, ao que sempre demos o nome carinhoso de “mix de nuts”. Geralmente estas tigelas ficam na mesa de petiscos e todos adoram! Há uns anos atrás em uma viagem para a Califórnia eu provei na ceia de ano novo um aperitivo de nuts que eram temperadas e depois assadas, e que tinham um sabor picante e defumado absurdamente bom. É apenas viciante!

 

Bom, é claro que as únicas pistas que o chef do lugar me deu naquela época era exatamente isso, explicou que as temperava e que as assava depois, mas não me entregou os segredinhos desse tempero. Eu consegui identificar facilmente o alecrim e a pimenta, mas não consegui descobrir qual era o tempero que dava ao petisco o sabor de defumado. Nem preciso dizer que depois disso eu fiz mil testes, encontrei algumas versões em sites gringos e que não ficaram com aquele sabor, até chegar nesta receitinha que trago hoje pra vocês, e que virou a minha receitinha do coração! Este ano já preparei uma fornada para o Natal e agora estou preparando de novo para a ceia de ano novo na casa da minha mãe. E é claro que uma receita tão deliciosa assim eu não poderia deixar de dividir com vocês.

 

Então você precisa saber que não há uma regra exata para esta receita. Você pode usar as nuts que mais gostar ou as que tiver em casa no momento. Para as ocasiões mais especiais eu te recomendaria que colocasse o máximo de variedade que puder encontrar, e aí vai ter um mix de nuts farto e muito lindo, mas se quiser dar uma economizada ou se for difícil de encontrar na sua cidade todas elas você pode preparar este petisco apenas com amendoins e amêndoas que ficará igualmente bom!

 

Com relação ao tempero, este sim importa e muito, porque há nele 2 temperos essenciais que tornam esta receita bastante característica. Estou falando da páprica defumada e do alecrim. A pimenta eu também considero indispensável, mas eu sei que há muitas pessoas que tem alergia a pimenta e tantas outras que simplesmente não gostam (como pode não gostar de pimenta?! rsrs). A páprica defumada é vendida geralmente em latinhas fofas e não custa caro, além disso elas duram muito tempo e podem ser usadas em infinitas receitas, como por exemplo na comida mexicana.

Nuts Picantes e Defumadas4_F&F

Então anote esta receita facílima e rápida de preparar. Ainda dá tempo de fazer para a sua ceia de ano novo e ganhar muitos elogios ;)

NUTS DEFUMADAS E PICANTES

(rende 500g)

 

Ingredientes:

  • 100g de macadâmias
  • 100g de amêndoas cruas
  • 100g de castanha do Pará
  • 100g de castanha de caju cruas e sem sal
  • 100g de avelãs
  • 3 ramos de alecrim (use apenas as folhinhas)
  • 5 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (café) de páprica defumada
  • 1 colher (sopa) de mix de pimentas moídas na hora (usei rosa, preta e branca)
  • 1 colher (café) de sal

 

Modo de Preparo: Em uma tigela misture todas as nuts e adicione a pimenta moída, o sal, a páprica defumada, o alecrim picado e regue com azeite. Misture tudo muito bem e transfira para uma assadeira. Leve para assar a 180º (o forno deve estar preaquecido há 10 minutos) por 15 minutos, depois retire do forno e deixe esfriar na própria assadeira. Está pronto!! Depois de frio coloque em potes com tampas e mantenha bem vedado por até 1 semana em local seco e fresco.

Nuts Picantes e Defumadas3_F&F

Lindeza de receitinha fácil né?!

 

Quem também amou foi o pessoal da loja Westwing, que publicou a receita por lá esses dias. Confira a matéria completa aqui: https://www.westwing.com.br/nuts-picantes-defumadas/

Nuts Picantes e Defumadas2_F&F

E aí, gostou? Se gostou curte aqui, compartilha com seus amigos, divide no Pinterest e faça na sua casa, claro! O melhor jeito de comprovar se uma receita é mesmo boa é fazendo! Se fizer marca o perfil do blog nas redes sociais, e se tiver um blog seja gentil e dê os créditos da receita, pode ter certeza que eu vou adorar sua atitude :)

 

Então é isso queridos, aproveito para desejar a todos vocês um ano lindamente maravilhoso, cheio de deliciosidades! Espero vocês aqui para cozinharmos muito mais juntos em 2016!!!

 

Beijos!

Fabi

 

 

Jambalaya de linguicinha, couve e milho

Postado em Arroz, Dicas, Fácil, Pimenta, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 26 de novembro de 2012

Ueba! Jambalaya! Sim, eu fico feliz desse jeito diante de um prato de arroz, ainda mais se for um arroz tão delicioso, colorido e enfeitadinho como este. Já falei uma vez aqui sobre a Jambalaya, um tradicional prato da culinária creole que nada mais é do que um mexidão de arroz com vários temperinhos e muita pimenta. As receitas mais tradicionais de jambalaya são as de camarão, de frango e de linguiça, todas muito coloridas, saborosas e apimentadas ;) A receita da Jambalaya de Camarão até já rolou aqui no blog.

Continue Lendo …

Moqueca Baiana de Peixe e Camarão

Postado em Clássicos, Curiosidades, Fácil, Frutos do Mar, Peixe, Pimenta, Receitas Rápidas - 20 de julho de 2012

Quando estive na Bahia agora nas férias o que eu mais comia por lá era moqueca. Moqueca de peixe, de camarão, de frutos do mar, moqueca mista, e em todos os restaurantes – até mesmo naqueles de praia – há uma moqueca no cardápio, é impressionante como o baiano ama moqueca, mas os turistas também! Eu como não sou boba nem nada aproveitei as muitas moquecas provadas para investigar com os cozinheiros e cozinheiras que encontrei na viagem como era o preparo de uma legítima moqueca. Isso quer dizer que na minha bagagem além de trazer lembranças deliciosas, fotos incríveis, temperinhos, azeite de dendê, tapioca e manteiga de garrafa eu trouxe também “A” receita da legítima moqueca baiana – que dizem os baianos é bem diferente da moqueca capixaba (que também já ouvi falar que é deliciosa!). Mas chega de papo e bora lá pra receita que ao contrário do que parece é facílima de fazer e fica pronta em apenas 30 minutinhos.

Continue Lendo …

Camarão ao curry

Postado em Clássicos, Fácil, Frutos do Mar, Pimenta, Pratos Principais, Receitas Rápidas, Thai - 09 de abril de 2012

Esta receita é uma das mais gostosas e mais fáceis para se preparar com camarão. É bem simples de fazer, apesar de parecer cheia de frescura. O camarão ao curry e leite de coco é uma receita típica da culinária thailandesa (ou thai) e é também das mais conhecidas. Eu adoro uma comidinha thailandesa, as receitas são sempre coloridas, perfumadas, picantes e muito saborosas! Tenho um livro muito bom com receitas thai e é a ele que eu recorro quando tenho vontade. Com esta receita aqui não foi diferente, mas como eu mudei alguns ingredientes para usar o que tinha em casa a receita do livro não foi seguida e acabou sendo apenas a inspiração para um camarão ao curry bem especial e delicioso. Testa e depois me conta o que você achou!

Continue Lendo …

Jambalaya de camarão

Postado em Arroz, Comfort Food, Curiosidades, Fácil, Frutos do Mar, Indicação, Pimenta, Pratos Principais, Receitas Rápidas - 28 de dezembro de 2011

Quem já me conhece bem sabe que eu amo uma receitinha com arroz, um dos meus alimentos preferidos! Pratos elaborados a base de arroz sempre são bonitos, coloridos e atraentes, sem contar que o arroz é um dos ícones da comfort food. Para pra pensar e me diz se não te dá água na boca em imaginar um prato de paella, de risotto ou de arroz com frango? Então, a Jambalaya, nossa estrela do post de hoje é um prato a base de arroz típico da culinária creole. Só a título de curiosidade, a culinária creole surgiu da junção de cultura dos povos que se encontraram no Estado americano da Louisiana, mais especificamente em New Orleans. Outro dia fui convidada pela Home Chef’s a experimentar o kit de experiências gastronômicas que eles comercializam, e escolhi o kit para preparo de Jambalaya. Gente, além de super prático e com um material bem didático o kit é uma graça, os ingredientes (com exceção dos ingredientes frescos) vem todos dentro de uma caixa e arrumadinhos em vidrinhos e saquinhos fofos. O kit também acompanha a receita detalhada com a forma de preparo e uma lista de ingredientes para que você possa se orientar no momento de fazer a compra dos ingredientes frescos. Já que a intenção era testar a funcionalidade do kit eu segui a receita e o modo de preparo conforme as instruções e achei muito fácil de preparar, até quem não tem intimidade alguma com a cozinha consegue fazer. Eu só decidi omitir o frango em cubos da receita porque preferi fazer apenas com camarões e linguiça calabresa defumada fininha, para deixar o prato um pouco mais leve. Também aumentei um pouco as quantidades de camarão e linguiça porque havia 2 pessoas além da quantidade indicada na receita para o jantar, e eu não queria correr o risco de faltar, mas a receita rende muito e até sobrou. Ah, e já vou avisando que a Jambalaya é um prato apimentado, ou seja, hot! Eu amo pimenta, mas se você não gostar ou se for alérgico(a), ou ainda se for servi-la a crianças diminua bastante a quantidade recomendada na receita ou então simplesmente deixe a pimenta de fora da sua Jambalaya – o que eu acho uma pena.

Continue Lendo …

Medalhão de Mignom alla Vodka e Spaghetti com Cogumelos e Salsa

Postado em Carnes, Cogumelo, Massas e Pizzas, Pimenta, Pratos Principais - 12 de julho de 2010

Gente, esta receita foi uma das primeiras receitas de carne que me arrisquei a fazer. Acho que tinha uns 15 anos quando pedi pra minha mãe comprar medalhões de filé porque eu tinha visto uma receita apetitosa em um programa de culinária daquela época mas não tinha conseguido anotar e não me lembro o motivo. A receita do programa de TV era com vinho branco seco, mas como naquele dia minha mãe não tinha o dito cujo em casa resolvi recorrer ao bar do meu pai (meu pai sempre teve bar em casa com muitas opções de destilados, um deleite para quem cozinha) e encontrei uma garrafa de vodka que estava bem no começo. Lí o rótulo, ví que era russa e segui em frente. Apesar de não ter muita experiência na cozinha naquela época algumas coisas eu sabia de ser curiosa, como essa história de saber que as vodkas russas estão entre as melhores do mundo. Dei uma arranjada no modo de preparo da carne (que eu não tinha visto a receita toda) e fiz um molho de mostarda escura pra ela. À noite servimos com arroz branco e batatinhas sauté, ficou uma delícia e todos pediram a receita. Fiquei me sentindo adulta….hahahahha. Hoje eu trouxe esta minha receitinha do coração pra vocês conhecerem, deata vez eu dei uma modificada no molho e servi com massa com bastante cogumelo e salsa fresquinha, “dilícia!”. Foi a primeira refeição preparada a quatro mãos depois de casados, então o maridinho tem crédito também! Espero que gostem:

Huevos Rancheros, delícia mexicana!

Postado em Mexicana, Pimenta, Viagens - 24 de junho de 2010

Oi leitores queridos, que saudades!! Ainda estou aqui no paraíso curtindo minha lua-de-mel, mas é claro que não esqueço deste meu filho aqui e todos os dias entro para ler os recados que vocês deixam nas postagens programadas. Esta postagem de hoje está sendo feita em momento real, aí são 4:24 da madruga e aqui são 9:24 da noite ainda, estamos 7 horas atrás de vocês no Brasil (para os que estão no Brasil, claro). Este “pratinho” foi nosso primeiro café da manhã aqui na terra do tio Sam, como tudo por aqui é bem “light”, muito saudável e quase nada carregado no tempero. Na verdade eu adorei, o prato era delicioso, mas para um café da manhã de brasileiro não é nada leve, mas sou daquelas que pensam que nas férias pode tudo, desde que haja um tantinho de moderação pra depois não ficar no prejuízo com a balança. Enquanto esperávamos nosso vôo de Dallas para Honolulu fomos assistir a um jogo que estava rolando na Copa e aproveitamos para tomar o nosso café. Como vocês já sabem eu tenho uma quedinha por comida mexicana, e fui direto nestes “huevos rancheros” servidos em forma de burrito. Os ovos rancheros mexicanos são nada mais que ovos mexidos ou assados sobre salsa (molho quase como o nosso) de tomates e depois servidos com batatas ou tortillas de trigo ou milho. Este aqui eles fizeram ovos mexidos comuns, sem a salsa e rechearam uma tortilla de trigo (pode fazer com rap 10, lembram da minha dica?) e serviram com salsa de tomates à parte e batatinhas skin bem sequinhas e deliciosas. Gostei da forma como eles fizeram as batatinhas. Lavaram bem a casca, depois cortaram as batatas em cubinhos com as cascas, secaram e levaram para assar sem nenhum tempero. Só depois de assadas e sequinhas é que as batatas receberam uma pitada de sal marinho moído na hora. Bom né? Bem mais light do que assá-las com azeite como eu costumo fazer.
Bom, então por hoje é só. Estou aproveitando muito minha viagem, tirando muitas fotos e juntando muito conteúdo pra mostrar aqui pra vocês depois. Muito obrigada pelas mensagens e e-mails carinhosos que continuo recebendo, adoro todo este carinho!
Beijinhos,
Fabiana Pinfildi

Bruschettas Light de Atum com Tabasco

Postado em Fácil, Light, Peixe, Pimenta, Receitas Rápidas - 09 de junho de 2010

Oi gente, tudo bem com vocês? Nossa, a vida anda tão corrida, o casamento está chegando e eu estou correndo feito doida para deixar a vida em ordem e poder “sair do ar” para merecidas férias e lua-de-mel. Fiquei dois dias sem postar, coisa que não acontecia comigo há tempos, mas tenho certeza que vocês compreendem. Daqui em diante tenho muitas postagens programadas e os comentários deixarão de ser moderados, mas por tempo determinado. Não vou sumir do blog não, vou tentar entrar com frequência para responder aos comentários de vocês nas postagens, mas as visitas aos blogs amigos infelizmente ficarão suspensas até o meu retorno. Sei que irão compreender e sei também que não irão me abandonar! :)
A receitinha de hoje é deliciosa, muito prática, muito rápida e muito fácil de fazer, usei um queijo minas frescal cremoso que é lançamento da Tirolez. Eles me enviaram dois potes para teste de consumidor e eu obviamente aprovei, é realmente delicioso. Assim que chegar aos supermercados comprem porque vale à pena, é saboroso, cremoso no ponto certo e ainda por cima light! Esta é minha primeira receita com o novo produto, espero que gostem.

Mignom e Mandioquinha na Cerveja Preta

Postado em Carnes, Fácil, No forno, Pimenta, Pratos Principais - 19 de abril de 2010

(Fotos: Juliana Pinfildi)
Almoço de domingo é especial, é quando a família se reúne em torno da mesa de refeições para dividir o alimento, e no meu caso, na maioria das vezes, a família já se reúne na cozinha, durante o preparo do almoço. Ontem eu defini o cardápio, minha mãe fez as compras, limpou a carne, descascou as mandioquinhas e fez a farofa. Preparei a carne e o arroz. Minha irmã ajudava a mexer nas panelas e tirou as fotos da carne, que ficou muito gostosa. Os homens ficaram acompanhando de perto, lendo jornal e conversando. Momentos agradáveis acompanhados de boa comida. Tem coisa melhor?

Torta Mexicana de Carne e Milho para um almoço preguiçoso

Postado em Carnes, Fácil, Mexicana, Pimenta, Receitas de Família, Receitas Rápidas - 10 de abril de 2010

Gente, o nome da receita é improvisado, mas é bem isso mesmo. Não é uma torta tradicional, ela não tem massa. Dei-lhe o nome mexicana porque vai tudo o que eu estou acostumada a ver na maioria dos pratos mexicanos: carne, milho, queijo e pimenta. É uma receita mega fácil e mega rápida de preparar. Daquelas receitas quebra-galho que precisamos quando bate aquela preguiça mas mesmo assim queremos comer algo bem gostosinho. É uma receita da minha mãe, ela sempre faz e fazia muito quando eu era criança. Dei meu toque trocando o requeijão da receita dela por creme de ricota e colocando muita pimenta picadinha por cima. Acreditem, é muito gostosa a tortinha. Querem anotar a receita?

Michuí de Mignom – Cozinha Árabe

Postado em Carnes, Cozinha Árabe, Fácil, Light, Pimenta, Receitas de Família, Receitas Rápidas - 16 de março de 2010

(Foto: Juliana Pinfildi)
Hoje trago pra vocês a receita de mais uma delícia da cozinha árabe: o Michui de Mignom. Trata-se de um espeto de filé mignom com legumes e temperos e feito na brasa ou na grelha. Muito saboroso, colorido, facílimo de fazer e super rápido também. Não tem nenhum segredo mesmo, e se você tiver um grill na sua casa pode fazer nele também que dá certo. Em menos de 5 minutos estarão prontos para serem servidos. A variação desta receita pode ser com filé de peito de frango, que também fica bem gostoso, e nesse caso o nome do prato muda para “Michui de Frango”. É sucesso garantido, e sendo o filé mignom uma carne magra, a receita torna-se light se você trocar o azeite por apenas umas gotinhas de óleo vegetal. 

É FOGO! O delicioso universo das pimentas

Postado em Curiosidades, Dicas, Diversos, Pimenta - 08 de fevereiro de 2010

(pimentas variadas)
Depois de um final de semana longe da cozinha e de bastante descanso, vou falar um pouquinho sobre a pimenta, ou melhor, as pimentas. Há quem ame e quem odeie esta especiaria. Eu, particularmente adoro, em casa nunca pode faltar uma pimentinha.

Panquecas Integrais de Ricota e Cenoura à Moda Indiana

Postado em Comida Indiana, Dicas, Fácil, Light, Massas e Pizzas, Molhos, No forno, Pimenta, Queijo, Vegetarianas - 25 de janeiro de 2010

Não sei vocês, mas no meu caso o final de semana prolongado (hoje é aniversário de São Paulo) foi de uma verdadeira esbórnia alimentar. Dias como esses pedem uma refeição leve e com poucas calorias, por isso escolhi esta receita hoje, de panquecas integrais de ricota e cenoura com algumas especiarias que a deixam muito apetitosa. E como não tem carne, ajuda na desintoxicação do organismo.

Arroz de Vegetais e Queijo no Forno

Postado em Abobrinha, Acompanhamentos, Arroz, Cogumelo, Fácil, No forno, Pimenta, Queijo, Receitas Rápidas, Vegetarianas - 23 de janeiro de 2010

Apresento-lhes um dos meus pratos favoritos: arroz com vegetais no forno! Amo arroz, qualquer tipo de arroz na verdade, mas gosto deles bem soltinhos e durinhos. Esta é uma receita prática pois utiliza como base o arroz branco já pronto, e é uma dica para reaproveitar arroz quando sobrar demais na geladeira. Super fácil, rápida e deliciosa! Este eu fiz com brócolis, cogumelos frescos, abobrinha e queijos, mas já fiz com outros ingredientes também. Na verdade, vai depender da criatividade e do que você tiver na geladeira.

Empanadas Argentinas Tradicionais

Postado em Carnes, Fácil, Livros, Massas e Pizzas, No forno, Pimenta - 19 de janeiro de 2010

Esta receita tem um gostinho muito especial pra mim, pois as empanadas argentinas são um quitute muito apreciado por todos na minha família. São de fato deliciosas, com uma massa leve e fofinha e um recheio picante. A empanada é um dos pratos típicos da culinária portenha, e existem infinitas receitas para elas. Mas esta receita que lhes repasso eu retirei de um livro cuja autora é uma chef argentina, levemente modificada, já que a receita original utiliza gordura bovina na massa e eu troquei por manteiga. Além disso, como não tinha pimentão vermelho em casa, troquei por azeitonas verdes picadas, na mesma proporção e acrescentei mais 1 ovo cozido ao recheio. O livro é sensacional e se chama Para Comer com as Mãos, de Pía Fendrik.

Parafuso Integral com Abobrinha e Mini Porpetas

Postado em Abobrinha, Carnes, Fácil, Massas e Pizzas, Molhos, Pimenta, Receitas Italianas, Receitas Rápidas - 18 de janeiro de 2010

Sabe a receita anterior das Mini Porpetas de Boteco? Pois é, acabei exagerando na quantidade das bolinhas e sobraram. Acontece que, como são deliciosas não foi muito difícil reaproveitá-las. Decidi fazer uma massa integral que acabou casando muito bem com as porpetinhas. As bolinhas estavam no tamanho ideal para serem espetadas com a ponta do garfo, ficou uma verdadeira delícia. Mas desta vez eu não fritei, coloquei as bolinhas empanadas para cozinhar no molho da massa. É uma massa muito fácil e bem rápida de fazer, você pode congelar metade da receita das porpetinhas e utilizar diretamente no molho quando quiser, assim fica mais prático ainda. Segue a receita:

Continue Lendo …

Mini Porpetas de Boteco

Postado em Carnes, Fácil, Molhos, Petiscos, Pimenta - 15 de janeiro de 2010

(foto: Juliana Pinfildi)
Há um tempão atrás eu fui em um boteco famoso daqui de SP e eles tinham uma porção de almôndegas aperitivo que era uma perdição, e desde então fiquei com elas na cabeça querendo fazer em casa. Mas havia um porém contra o qual eu tentei resistir bravamente até que acabei cedendo: são fritas. Oh, minha nossa!!! Euzinha que vivo pregando a mim mesma o mundo light, natureba, saudável, fazendo – e pior ainda – comendo algo frito! Serei sincera e vou confessar que há muitos anos eu não faço fritura, não mesmo, de jeito nenhum. Desde a minha adolescência, quando meu pai teve um problema de saúde que exigiu mudança de hábitos, minha mãe cortou todo e qualquer tipo de gordura em casa, inclusive creme de leite e gemas de ovo (imaginem então frituras!), e nós todos nos adaptamos em solidariedade à dieta saudável do meu pai. Não que em casa houvesse frituras todos os dias, muito pelo contrário, minha mãe nunca foi uma cozinheira de fritos, mas de vez em quando rolava uns bolinhos de arroz, batatas fritas, e a mais deliciosa couve-flor empanada (qualquer dia postarei a receita delas aqui). Bom, resumo da ópera: fritura em casa é sinônimo de crime alimentar praticamente, mas eu não resisti a essas incríveis bolinhas fritinhas e agradabilíssimas. Tentei fazer uma receita parecida com a que comi no boteco, e por isso o nome com o qual a batizei. É super fácil, mas é trabalhoso e requer tempo disponível. Dá pra fazer em grande quantidade e congelar se preferir.

Meu Arroz com Lentilhas para o Ano Novo

Postado em Acompanhamentos, Arroz, Cozinha Árabe, Fácil, Pimenta, Vegetarianas - 06 de janeiro de 2010

Se tem uma receita tradicional pra mim no Ano Novo é o Arroz com Lentilhas. É um prato obrigatório na ceia da virada, adoro! Na minha opinião o arroz com lentilhas tem a cara da comemoração desta data, faço há alguns anos já. Vou colocar aqui uma receita minha mesmo, não sei se é o jeito certo de se fazer, sei que é uma receita árabe, minha mãe faz em casa mas nunca vi como era. Meu modo de preparo é super simples, depois de testar algumas receitas complicadinhas. Tenho certeza que você vai acertar e o arroz com lentilhas vai deixar de ser um bicho de sete cabeças. A foto está meio feinha porque a luz estava longe de ser ideal, mas ficou delicioso.