Pãezinhos de batata-doce roxa saudáveis e magrinhos

Postado em Comidinhas, Fácil, Gastronomia Funcional, Light, No forno, Pães e Tortas, Receitas de 30 minutos, Receitas Especiais (s/ Glúten/Lactose), Receitas Rápidas - 10 de maio de 2018

Pãozinho de batata-doce roxa_Figos e Funghis

Como vocês já sabem, eu adoro inventar uma modinha com comida colorida :) E como todas as vezes que vou ao hortifruti e tem batata-doce roxa para vender eu levo pra casa, resolvi testar uma receitinha diferente com ela que não fosse a “sopa roxa” que a Olivia tanto ama (tem receita desta sopa roxa aqui ó: http://figosefunghis.com.br/2017/10/sopa-cremosa-de-batata-doce-roxa.html ). Na verdade mesmo eu queria fazer um pão, mas como era meio de semana e o tempo escasso eu escolhi como base uma receitinha muito famosa e muito antiga daqui do blog que todo mundo que faz ama: os pãezinhos de queijo de tapioca!!

 

É uma receita super simples, com poucos ingredientes e saudável também, já que tem poucas calorias e muitas fibras. Quem me enviou esta receita da primeira vez que eu a publiquei aqui em 2012!!! foi a leitora Gláucia, que na época morava em Dubai e criou ela mesma esta receitinha para driblar o desejo por pão de queijo usando os ingredientes que tinha por lá. De lá pra cá todo mundo faz esta receitinha – em casa por exemplo é a receita oficial dos cafés da manhã de final de semana – , principalmente os adeptos da vida fit, mas certamente a única pessoa que dá os créditos para a Gláucia sou eu mesmo, afinal infelizmente neste mundo de receitas é raro achar quem dê os créditos e respeite o autor da receita. No geral todo mundo se apropria e quer levar os aplausos. Eu mesma canso de ver receita minha voando por aí e a pessoa enchendo a boca pra dizer na maior cara de pau: olha a receitinha que eu inventei hoje gente!!! hahahahah. Eu sei, Deus sabe, mas o Google também. É só vasculhar os posts no limbo da internet que pela data é fácil descobrir quem fez primeiro :)

 

Enfim, usei a receita da Gláucia como base para esta aqui, e o resultado é que além de lindos os pãezinhos ficaram deliciosos. Para quem já fez o pão de queijo de tapioca eu digo que a consistência fica a mesma, daquele jeitinho mais cremoso por dentro e com uma casquinha crocante por fora. Veja bem, não é um pão macio, fofinho e cheio de alvéolos, é um pãozinho que fica pronto em menos de 30 minutos, então não dá nem pra comparar banana com pepino ok? É um estilo diferente de pãozinho, eu por exemplo achei delicioso com manteiga e penso que em uma cesta de pães numa mesa de petiscos dá o maior charme. Dá pra passar queijos cremosos e mais fortes também, como os de cabra ou gorgonzola, afinal o adocicado da batata-doce combina bastante com esses queijos mais fortes. O ideal é servir bem quentinho, depois ele vai murchando. É uma opção deliciosa para petiscos e para matar aquela fominha no meio da tarde.

 

Pãozinho de batata-doce roxa2_Figos e Funghis

PÃOZINHO DE BATATA-DOCE ROXA SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE

(rende 12 pãezinhos)

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de tapioca (goma, daquela mais fina)
  • 1/2 xícara (chá) de batata-doce-roxa cozida em água, descascada e amassada (e temperatura ambiente)
  • 1 colher (sopa) de chia
  • 1 colher (sopa) de sementes de linhaça
  • 3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • 1 fio de azeite

Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes em uma tigela e modele bolinhas. Preaqueça o forno a 180º. Ajeite as bolinhas sobre uma assadeira antiaderente (se estiver grudando muito modele com duas colheres de sopa ou unte as mãos). Asse por 15 a 20 minutos, dependendo do forno, como sempre. Eles estarão prontos quando estiverem bem crescidinhos, estufadinhos e com uma casquinha crocante por fora.

 

Bom Apetite!!

 

Quiche na Baguete ou Baguete Recheada

Postado em Comidinhas, Dicas, Fácil, No forno, Pães e Tortas, Petiscos, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 25 de agosto de 2016

Quiche na Baguete2_Figos & Funghis

Nos EUA eles tem uma mania deliciosa de cortar a baguete ao meio, achatá-la ao máximo e transformá-la em mini pizza, mas também já vi fazerem barquinhos com a baguete e rechearem de almôndegas, ovos mexidos, enfim, os gringos sabem ser criativos e práticos quando o assunto é comida.

 

Aí que esses dias tinham duas baguetes já amanhecidas na cesta de pães aqui em casa e eu tive a ideia de recheá-las como se fossem base de quiche. Cortei ao meio no sentido do comprimento, retirei o miolo com cuidado para não perfurar a casca, preparei um recheio de quiche light (aquela que já dei a receita aqui em que substituo o creme de leite por creme de ricota light – este precioso creminho que não vivo sem!), enchi os “barquinhos” com ele e levei para assar. Fiquei tão feliz quando abri o forno e vi que deu certo! O recheio até deu aquela subidinha, ficou fofo, gostoso e não escorreu, enquanto que o pão da base ficou com as bordinhas crocantes. Gente, é uma coisa linda! Além de facílimo de preparar é um lanchinho muito prático e versátil, você pode usar sobrinhas no recheio e até servir cortadinho como petisco, ou devorar uma baguete recheada todinha enquanto assiste ao seu programa favorito na TV. Tão fácil e tão gostoso…até criança consegue fazer, então nada de preguiça. Faz e depois me conta!

Quiche na Baguete_Figos & Funghis

QUICHE NA BAGUETE OU QUICHE RECHEADA

(serve 1 pessoa faminta ou 2 pessoas com fome moderada)

 

Ingredientes:

  • 1 baguete média
  • 3 colheres (sopa) de creme de ricota light
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara (chá) de folhas de espinafre picado
  • 1/2 xícara (chá) de cogumelos picados
  • 3 colheres (sopa) de bacon picadinho
  • 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado fino
  • sal a gosto

 

Modo de Preparo: Preaqueça o forno a 190º. Corte as baguetes ao meio no sentido longitudinal e com cuidado retire o miolo com as pontas dos dedos evitando perfurar a casca. Reserve. Em uma tigela misture o creme de ricota, os ovos e bata bem com um garfo até obter um creme homogêneo sem pedacinhos. Junte o espinafre, os cogumelos, o bacon e metade do queijo ralado. Misture novamente. Despeje a mistura dentro dos barquinhos de baguete, finalize com o restante do queijo parmesão ralado e leve ao forno por 20 minutos. Sirva em seguida.

Quiche na Baguete3_Figos & Funghis

Outras receitas que você pode gostar:

Mini Quiche de Cogumelos e Iogurte

Pão Italiano Recheado Express

Pãezinhos Recheados

Ovo assado no Tomate

 

Quiche Fit

Postado em Comidinhas, Fácil, Light, No forno, Pães e Tortas, Receitas Rápidas, Tortas - 14 de junho de 2016

Quiche Fit de Couve-florcapa_Blog Figos e Funghis

Eu sou louca por uma tortinha, e prova disso é que elas estão sempre aparecendo por aqui. Dessa vez eu trouxe pra vocês uma torta absurdamente fácil de fazer, até mesmo por não ter massa na base, daquelas que é só misturar todos os ingredientes em um bowl, ajeitar na forma e mandar pro forno! Mas os atributos desta delicinha não param por aí não, além de prática ela tem um sabor muitíssimo parecido com o de uma quiche tradicional só que com a vantagem de ser bastante reduzida em calorias, ou seja, por isso o nome “fit”.

 

O ingrediente principal desta torta é a ricota, tão esnobada e sem graça para ser comida sozinha, mas que mostra todo o seu potencial em receitinhas assim, em que você precisa ao mesmo tempo de textura e de sabor. Nesta versão eu adicionei couve-flor e alho poró, e a de abobrinha também faz sucesso lá em casa, mas a verdade verdadeira é que você pode colocar o que quiser, inclusive pode fazer uma versão bem básica colocando só ervinhas frescas. O resultado é uma tortinha firme, cheia de sabor e que não pesa na consciência. Quem resiste?!

Quiche Fit de Couve-florreduzida_Blog Figos e Funghis

QUICHE FIT

(rende 6 fatias grandes)

 

Ingredientes:

  • 1 e 1/2 xícara (chá) de ricota firme ralada na parte mais fina do ralador
  • 3 ovos
  • 1 potinho de iogurte grego zero (130g)
  • 1 alho poró fatiado
  • 1 xícara (chá) de couve-flor já lavada e separada em pequenos floretes
  • 1 colher (sopa) de óleo de coco
  • pimenta e sal a gosto
  • 1 pitada de noz moscada (opcional)
  • ceboulette para finalizar (opcional)

 

Modo de Preparo: Pré-aqueça o forno em 180º por no mínimo 10 minutos. Em uma frigideira aqueça o óleo de coco e salteie por 5 minutos em fogo alto a couve-flor e o alho poró. Reserve. Em um bowl misture bem a ricota ralada com o iogurte grego e os ovos. Tempere com pimenta moída, sal a gosto e noz moscada. Por fim junte os floretes de couve-flor e o alho poró reservados e misture tudo delicadamente. Unte com um papel toalha uma forma de aro removível com um pouquinho de óleo de coco e despeje o preparo da quiche sobre ela. Leve para assar por 30 minutos, ou até que a quiche esteja levemente dourada na superfície e bem assada por dentro. Você pode verificar o ponto correto fazendo o famoso teste do palitinho.

Quiche Fit de Couve-flor_Blog Figos e Funghis

 

Veja outras receitas incríveis de quiche:

 

Beijos e até o próximo post ;)

 

Croque Madame – receita em vídeo

Postado em Clássicos, Comfort Food, Comidinhas, Fácil, Figos&FunghisTV, No forno, Pães e Tortas, publieditorial, Receitas Rápidas, Sanduíches, Vídeos - 28 de dezembro de 2015

croque madame (cam2)-40_reduzida

 

A convite da manteiga LURPAK eu produzi uma série de receitaa em vídeo mostrando o preparo de algumas das minhas receitas preferidas com manteiga, e hoje é a vez do mundialmente conhecido Croque Madame, um sanduíche cheio de sabor e composto por ingredientes simples, mas que juntos fazem toda a diferença.

 

Para a produção desta receita eu utilizei a manteiga LURPAK, que é uma manteiga de origem dinamarquesa elaborada apenas com o mais puro creme de leite obtido de uma produção de leite muito especial, por fazendeiros que trabalham em sistema de cooperativa e que foram cuidadosamente selecionados pois criam vaquinhas felizes e bem tratadas com todo o carinho do mundo, prezando inclusive pelo respeito aos bezerrinhos em fase de amamentação, pois as vacas que estão amamentando ficam segregadas das outras e seu leite é exclusivo para os filhotes. Pra mim um bom ingrediente não basta ser saboroso, eu também valorizo muito sua história e gosto de saber de onde veio e com que cuidado foi produzido.

 

Além de tudo isso a LURPAK não é apenas uma manteiga de muita qualidade, mas é também bastante saborosa, de consistência incrivelmente macia e que é elaborada especialmente para quem ama comida assim como nós, que amamos não apenas comer, mas também cozinhar receitas especiais. E receitas especiais merecem produtos especiais, não acham?

 

croque madame foto-4_reduzida

Pois então, a boa notícia é que esta manteiga ultra especial pode te ajudar a fazer mágica na cozinha, arrancando muitos elogios dos seus convidados. E quem é que não gosta de receber elogios quando o assunto é comida, não é mesmo?

 

croque madame foto-10_reduzida

Então assista o vídeo abaixo e veja a deliciosa mágica que eu fiz com LURPAK, inspire-se e faça você também sua mágica na cozinha. Afinal, boa comida merece manteiga LURPAK!

Anote os Ingredientes!

Ingredientes:
4 fatias de pão de brioche (ou outro à sua escolha)
1 colher (sopa) de manteiga Lurpak sem sal
4 fatias de queijo brie (ou outro de sua preferência)
4 fatias de presunto cru
2 ovos
1 fio de azeite

Para o molho bechamel:
1 colher (sopa) de manteiga Lurpak
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de leite
1 pitada de noz-moscada ralada
Pimenta moída e sal a gosto

Queijo parmesão ralado a gosto para gratinar (ou prato, ou ementhal, ou gouda)

 

croque madame (cam2)-45_3_reduzida

 

 

E aí, curtiram? Então fiquem ligados porque tem muitas outras receitas deliciosas, fáceis e lindas esperando por vocês aqui no blog!

#‎boacomidamerece ‪#‎façasuamágica ‪#‎lurpakbr


 

artigo-patrocinado_FF

Tarteletes de Cebola Caramelizada e Queijo

Postado em Clássicos, Comfort Food, Comidinhas, Dicas, É Natal, Entradas, Fácil, Massas e Pizzas, No forno, Pães e Tortas, Receitas Rápidas - 18 de dezembro de 2015

Tartelete de cebola caramelizada e queijo2_F&F

 

Eu sou apaixonada por tortas e todas as suas variações: tortinhas, tarteletes, quiches, tortas abertas, tortas fechadas…são tantas! Outro dia abri a geladeira naquela quinta à noite (pra mim quinta é sempre um dia crítico, porque as compras para os dias de semana já estão acabando e ainda não fiz as compras para o final de semana, que costuma ser às sextas) e dentro as coisas que encontrei lá dentro logo me atraíram as cebolas, muitas cebolas – que eu havia trazido do hortifruti perto de casa e ainda não tinha tido oportunidade de usar, além de alguns vários pedaços de queijo (no meu caso de cabra, um dos meus vícios!) já começados e tcharam…… um bom pedaço de massa folhada comprada pronta!

 

Gente, quem foi que inventou a massa folhada pronta? Olha, eu acho incrível porque ela pode nos render comidinhas deliciosas sem dar quase nada de trabalho na cozinha e ainda por cima é ultra versátil. Dá pra fazer salgados, doces, palitinhos, pasteizinhos, empanadas improvisadas, TORTAS! Uma mão na roda! Eu confesso que eu amo preparar minha própria massa de torta, mas geralmente prefiro as massas menos pesadas, com menos manteiga, muitas vezes até preparo com farinha integral (como nesta receita AQUI). Mas ter uma opção dessas à mão de vez em quando salva aquele momento de fominha emergencial :)

 

Bom, só sei que com pouquíssimos ingredientes e trabalho quase zero – o “maior” deles foi caramelizar a cebola no vinho do Porto <3 – sim! Você leu isso: caramelizadas no vinho do Porto!!! E nem precisaria dizer que o resultado final foi óbvio com tantas combinações de coisinhas deliciosas no mesmo pedaço de massa crocantinha né? Faça, faça e faça! Sirva em festinhas e até na sua ceia de Natal se quiser. Você pode cortar a massa em quadradinhos ainda menores que os meus, e servir numa tábua bem linda, e esta é uma receita que mesmo fria é deliciosa. Eu acho super adequado, afinal é difícil ter um “petisco” assim tão lindo, que pode ser preparado rapidamente e ainda a um custo tão baixo!

 

TARTELETES DE CEBOLA CARAMELIZADA NO VINHO DO PORTO E QUEIJOS

(8 tarteletes individuais)

 

Ingredientes:

  • 8 retângulos pequenos de massa folhada
  • 2 cebolas grandes brancas
  • pedaços de queijo variados (usei queijo azul e brie de cabra, mas pode ser qualquer queijo de massa cremosa que derreta no forno)
  • 3 colheres (sopa) de vinho do Porto
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 colher (copa) de azeite