Bolo de Chocolate com peras

Postado em Bolos, Clássicos, Comfort Food, Doces, Fácil, No forno - 01 de abril de 2014

Bolo de chocolate com pera

Hum, pois é…vocês bem sabem como eu gosto de um bolinho! O escolhido da vez foi  este bolo lindo e irresistível de chocolate com peras, que caramelizam enquanto o bolo assa e cresce :)

 

Bom, o bolo de chocolate é um clássico né, há infinitas receitas pra ele, e todos defendem o seu, então vou defender o meu também! hahahah. Falando sério, a massa deste bolo é divina, fica fofinha e leve, macia, saborosa – o melhor: SABOR DE CHOCOLATE!!! e tem pedacinhos de pera no meio. Preciso dizer mais? Ah sim, preciso dizer que a pera grande cortada ao meio e colocada sobre o bolo fica um charme mas também fica deliciosa, o bolo perde um pouco do glamour sem ela. Ah, não gosta de pera? Pois saiba que esta combinação com o chocolate é perfeita, mas se não quiser tentar pode substituir por banana, maçã e ou frutas secas da sua preferência.

 

Outra coisa, eu não sei vocês, mas eu adoro esta carinha de bolo rústico que fica todo rasgadinho na superfície, ele dá a certeza de que a massa cresceu, deixando o bolo leve e fofinho. Sim, esta é a minha receita preferida de bolo de chocolate, aquela que não pode faltar no repertório culinário de nenhuma mulher que se preze no planeta (afinal mulher precisa saber fazer ao menos um bolo de chocolate, eu acho! kkkk). Você não sabe? Não, não fica chateada, eu te digo que é fácil, bem fácil de aprender e acertar. Vem comigo!

 

BOLO DE CHOCOLATE COM PERAS 

 

Ingredientes:

  •  3 xícaras (chá) de farinha de trigo com fermento
  • 1/2 xícara (chá) de cacau em pó (sem açúcar, não é achocolatado)
  • 1 xícara (chá) de açúcar (eu gosto mais do orgânico ou mascavo, mas pode usar o comum)
  • 2/3 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de óleo (de coco ou de girassol)
  • 2 ovos grandes
  • 1 colher (sopa) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de extrato ou essência de baunilha
  • 3 peras grandes sem sementes picadas em cubos
  • 1 pera grande cortada ao meio

 

Modo de Preparo: Em uma tigela misture a farinha com o cacau, o açúcar e a canela e mexa. Em outro recipiente misture com um garfo ou fouet os ovos, o óleo, o leite e a essência de baunilha. Acrescente os ingredientes úmidos aos secos e mexa até ficarem bem incorporados. Unte uma forma redonda sem buraco ou de bolo inglês com manteiga e polvilhe farinha e canela.  Despeje metade da massa do bolo de chocolate na assadeira, faça uma camada por cima com as peras picadas e depois coloque a outra metade da massa. Ajeite a pera cortada ao meio bem no centro do bolo e asse por 40 a 50 minutos a 190º ou até passar no teste do palito. Retire do forno e espere esfriar para desenformar.

 

Bolo de chocolate com peras

 

Bom Apetite!

Salmão assado com salada morna de lentilhas e beterraba

Postado em Fácil, Light, No forno, Peixe, Pratos Principais - 25 de março de 2014

Salmão assado com salada morna de lentilhas e beterraba

 

O salmão além de ser um peixe bastante nutritivo é muito versátil de preparar e aceita infinitas combinações e formas de servir, mas uma das minhas formas de preparo favoritas é servir este delicioso peixe acompanhado de grãos, pois torna o prato uma refeição completa, leve e cheia de sabor. O grão escolhido da vez foi a lentilha, e como o tempinho está finalmente esfriando por aqui a salada morna de lentilhas com cubos tenros de beterraba assada com azeite, caiu perfeitamente bem. Para finalizar este prato ainda usei pimentões vermelhos confitados e croutons de pão australiano, o que conferiu à receita um quê de sofisticação, tornando-o uma ótima opção para aquele jantar em que se quer impressionar alguém em especial.

 

O preparo como sempre é bem simples e na verdade o prato é muito menos elaborado do que parece ser. Se você não gostar de lentilhas pode substitui-las por ervilhas frescas, grão-de-bico, quinua, cevadinha ou o que mais julgar que combine aqui. Seu problema é com a beterraba? Bom, preciso informar que você não sabe o que está perdendo em não provar a beterraba desta forma assada com azeite e ervas, pois é simplesmente divina! Mas, se quiser continuar torcendo o nariz basta substituir por mandioquinha, brócolis ou o legume que preferir. O salmão também pode ser substituído por bacalhau ou badejo, mas dê preferência para peixes de postas altas, assim você garante a suculência e maciez da carne, essencial neste prato.

 

SALMÃO ASSADO COM SALADA MORNA DE LENTILHAS, BETERRABAS E MANJERICÃO, COM PIMENTÕES CONFITADOS E CROUTONS

(serve duas pessoas)

 

Ingredientes:

 

Salmão:

  • 2 postas grandes e altas de salmão ou outro peixe de posta alta, de aproximadamente 250g cada
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de vinho branco seco (ou sumo de limão)
  • pimenta moída na hora a gosto
  • sal a gosto

 

Salada Morna de lentilhas e beterraba assada:

  • 1 xícara (chá) de lentilhas
  • 2 beterrabas pequenas descascadas e cortadas em cubos médios
  • 1 cebola pequena bem picada
  • 1 dente de alho bem picado
  • 1 colher (sopa) de óleo de girassol
  • 1 fio generoso de azeite
  • alecrim e tomilho frescos a gosto
  • salsa fresca picada a gosto
  • sal a gosto

Salmão assado com salada morna de lentilhas_2

 

Modo de Preparo: Misture o vinho, o azeite, a pimenta e o sal e pincele sobre todo o pedaço de salmão. Deixe marinando por 1 hora. Numa panela pequena refogue a cebola e o alho no óleo de girassol. Junte a lentilha já lavada e cubra com 2 xícaras de chá de água ou caldo de sua preferência. Espere levantar fervura, reduza o fogo e cozinhe por 20 minutos, ou até que a lentilha esteja macia, mas ainda al dente. Enquanto a lentilha cozinha espalhe a beterraba sobre uma assadeira, regue com azeite e salpique alecrim e tomilho frescos e sal a gosto. Misture bem para que os pedaços absorvam o tempero e leve ao forno preaquecido a 180º por 30 minutos. Retire a beterraba do forno e num bowl misture com as lentilhas já cozidas. Utilize o tempero da beterraba que ficar na assadeira na salada. Reserve.  Asse o salmão em 200º por 20 minutos, ou até que a superfície esteja levemente dourada. Monte o prato com a salada morna por baixo, o salmão assado por cima e finalize com tiras de pimentão vermelho confitado em azeite, croutons de pão feitos na hora  aproveitando o forno já aquecido e folhas de manjericão fresco a gosto. Sirva em seguida.

 

Bom Apetite!

 

Batatas Assadas com Recheio Cremoso de Frango

Postado em Aves, Comidinhas, Fácil, Frango, Light, No forno, Pratos Principais - 25 de fevereiro de 2014

Batata Recheada com Frango_F&F

 

Na minha lista de pratos facílimos e muito práticos para os dias de muita pressa e pouco tempo para a cozinha está com certeza a batata assada recheada.  Eu sou fã de pratos assim, que além de serem rápidos e fáceis, ainda salvam a refeição também no quesito sabor, e permitem modificações de acordo com o que tiver disponível no momento. Foi num desses dias cheios e sem muito tempo para a cozinha que nasceu esta batata assada recheada à base de frango desfiado, porque não só de torta precisa “viver” o coitado do frango desfiado né não?!

 

Tudo começou com uma porção de frango desfiado meio que sem destino na geladeira, duas batatas grandes, um pouco disso, outro pouco daquilo e foi uma jantinha deliciosa com o que eu tinha, acompanhada de uma saladinha de mini agrião temperada com molho de limão e hortelã. O preparo em si é muito rápido, o que leva um pouquinho mais de tempo é o forno, mas até aí não é preciso fazer nada, apenas esperar.

 

E não corra o risco de avaliar por baixo o resultado só porque o modo de preparo é simples e rápido, não se engane! A tal da batata não faria feio se servida em porções mini (usando então mini batatas, claro) como entrada num jantar para a família ou amigos. Os franceses que são os finos servem batatas em muitas receitas chiquérrimas e tradicionais, então por que também não poderíamos abusar dela, concordam?

 

BATATAS ASSADAS RECHEADAS COM FRANGO CREMOSO

(rende 4 porções)

 

Ingredientes:

  • 2 batatas grandes com a casca
  • 1 xícara (chá) bem cheia de peito de frango desfiado (ou 1/2 peito de frango cozido e desfiado)
  • 2 colheres (sopa) de queijo cottage
  • 4 colheres (sopa) de creme de ricota (ou cream cheese, ou requeijão light)
  • 1 colher (chá) de azeite
  • 1 colher (chá) de tomilho e alecrim bem picados
  • 1 colher (sopa) de salsinha fresca picada
  • pimenta e sal a gosto
  • parmesão para gratinar

 

Modo de Preparo:lave bem as batatas com a casca, seque e leve ao forno preaquecido em 190º por 40 a 50 minutos (tudo depende do seu forno, como sempre). Quando as batatas estiverem macias por dentro retire-as do forno, corte-as ao meio no sentido do comprimento e retire parte da polpa das batatas com uma colher e reserve, deixando a casca com 1 cm de espessura. Numa tigela misture o frango desfiado, o queijo cottage, o creme de ricota, a polpa das batatas reservadas, o azeite, as ervas, a pimenta e o sal e misture bem. Distribua este creme de frango desfiado dentro de cada metade das batatas, cubra com queijo parmesão e retorne ao forno por mais 10 minutos. Sirva bem quente acompanhada de salada ou uma carne grelhada da sua preferência.

Batatas recheadas com frango_F&F

 

 

Bom Apetite!

 

Salada Morna de Abóbora, Cogumelo Shiitake e Grãos Integrais

Postado em Cogumelo, Comfort Food, Dicas, Fácil, Light, No forno, Receitas Rápidas, Saladas, Vegetarianas - 18 de fevereiro de 2014

Salada de abóbora com shiitake e grãos_F&F

 

Que delícia poder começar a usar novamente – ainda que por poucos dias em razão da visita de uma frente fria – as palavras morna e quente! Logo logo começa a minha estação do ano favorita e as palavras sopa, creme e caldo serão constantes aqui no blog, mas enquanto o frio não chega pra ficar dá pra curtir as saladas mornas e nutritivas, como esta que leva abóbora assada com especiarias, cogumelo shiitake e grãos integrais que eu posso garantir que fica divina, daqueles pratos que você não consegue parar de comer de tão saboroso!

 

Aqui em casa não falta abóbora! Eu simplesmente amo abóbora e a forma de preparo mais corriqueira aqui em casa é assá-las com ervinhas, especiarias e azeite. Eu adoro caramelizar a abóbora com vinho do Porto também, e acho que a acidez desta bebida dá um contraste perfeito com o adocicado da abóbora (fica a dica!). Assar a abóbora, além de deixá-la mais saborosa e suculenta no ponto certo é muito fácil e muito rápido de preparar porque basta colocar os ingredientes todos na assadeira e depois só voltar para retirar do forno. Sem contar que abóbora assada é uma opção muito versátil e pode ser servida como antepasto, como acompanhamento de um hambúrguer, como ingredientes de uma boa massa, ou ainda como ingrediente de uma torta, de um kibe ou de um nhoque (como nestas receitas AQUI). Viu só quantas delicias uma abóbora bem assada pode render?!

 

Agora falando da salada de hoje, ela é puro amor! Salva os dias de tédio das dietas de salada porque é uma mistura de sabores diferente, intrigante, cheia de texturas, e também cheia de nutrientes e cores. Fiquei muito fã desta salada porque tem tudo que eu amo. A cevadinha e a quinua são os meus grãos favoritos, eu os uso muito aqui na minha cozinha. Uma salada dessas sempre vale por uma refeição completa, pois sacia a fome e agrada o corpo :)

 

SALADA MORNA DE ABÓBORA, SHIITAKE E GRÃOS INTEGRAIS

(serve 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 500g de abóbora cabotiá (ou abóbora japonesa como também é conhecida) descascada e cortada em cubos
  • 1/2 xícara (chá) de cevadinha
  • 1 xícara (chá) de quinua (ou quinoa)
  • 200g de cogumelos shiitake limpos e sem os talos
  • 1/2 xícara (chá) de sementes de abóbora sem casca tostadas
  • 4 dentes de alho inteiros e com a casca
  • 2 ramos de tomilho fresco
  • 2 ramos de alecrim fresco
  • 1 pitada de canela em pó
  • 4 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de vinho do Porto (opcional)
  • pimenta e sal a gosto
  • queijo pecorino ou parmesão em lascas para servir

 

Abóbora e shiitake assados_F&F

Modo de Preparo: Cozinhe a cevadinha em uma panela com o dobro de água + 1 xícara (se quiser use caldo caseiro de legumes que fica ainda mais saboroso) em fogo alto até ferver, e depois em fogo baixo até ficar macia. Se precisar adicione mais água ou caldo ao longo do cozimento. Cozinhe a quinua no dobro de água em fogo baixo até que fique macia, e se precisar adicione mais água ao longo do cozimento. O ponto ideal tanto para a cevadinha quanto para a quinua é o al dente. Numa tigela tempere os cubos de abóbora com metade do azeite, pimenta, sal e a canela em pó. Junte as sementes de abóbora e misture novamente. Espalhe numa assadeira antiaderente e leve para assar em forno preaquecido em 180º por 20 minutos com os dentes de alho inteiros e com os ramos de tomilho e alecrim. Enquanto as abóboras estiverem no forno, corte os cogumelos shiitake em cubos ou tiras e tempere-os na mesma tigela com o restante do azeite, a pimenta, e o sal. Retire a abóbora do forno quando estiver quase pronta (douradinha e macia) e junte na mesma assadeira os cogumelos. Retorne ao forno por mais 5 minutos, apenas para os cogumelos murcharem. Disponha a cevadinha e a quinua já cozidas em uma tigela e misture com a abóbora e os cogumelos assados, aproveitando todo o caldo e o tempero que tiverem se formado na assadeira. Regue a salada com mais azeite e sirva em seguida com lascas de queijo pecorino ou parmesão.

 

Bom Apetite!

 

Canapé de berinjela

Postado em Antepastos, Berinjela, Fácil, Light, No forno, Petiscos, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 12 de fevereiro de 2014

Canapé de berinjela_2_F&F

 

Estes canapés de berinjela são uma ótima alternativa para quem está de dieta, evitando comer carboidratos ou para quem não pode consumir glúten, já que a base dos canapés não é feita de pão ou torrada, mas sim de fatias de berinjela.

 

É uma receitinha bem coringa e pode ser feita com o queijo que você preferir ou o que estiver disponível na sua geladeira. Desta vez eu usei queijo coalho – ok, sei que não é dos mais light, mas é bem saboroso – mas poderia ser um tofu, um queijo branco, ricota, ou cottage. Na base do canapé pode-se usar fatias de abobrinha em substituição à berinjela, ou seja, é uma receitinha bacaninha que se adapta ao gosto do cozinheiro e dos convidados.

 

CANAPÉ DE BERINJELA COM QUEIJO COALHO

(rende 20 unidades)

 

Ingredientes:

  • 1 berinjela média bem lavada e fatiada (fatias de 1 cm)
  • 1 xícara (chá) de molho de tomate temperado com alho, pimenta e sal
  • 20 fatias de queijo da sua escolha, ou mini colheradas de queijo cremoso light como cottage
  • manjericão fresco a gosto
  • sal a gosto

 

Modo de Preparo: Ajeite as fatias de berinjela sobre um papel manteiga e sobre cada uma delas coloque uma colherada de molho de tomate temperado. Depois coloque uma fatia ou porção de queijo sobre cada canapé e finalize com folhas frescas de manjericão e sal. Leve ao forno preaquecido em 180º por 20 minutos. Retire do forno e sirva em seguida.

Canapé de berinjela_F&F

 

Bom Apetite!

 

Cookies de Chocolate Amargo

Postado em Clássicos, Comidinhas, Doces, Fácil, No forno - 10 de fevereiro de 2014

Cookies de chocolate amargo_2_F&F

 

Pois é, eu sei que hoje é segunda ainda, e que para demonstrar ser uma boa moça eu deveria publicar hoje uma receita leve, saudável, natureba e refrescante porque o calor está de matar! Mas, como eu sou uma boa mocinha que gosta de revolucionar de vez em quando e obedeço fielmente os meus desejos gulosos a receita de hoje é sim de COOKIE DE CHOCOLATE! Uhu!!!

 

Eu sou muito suspeita pra falar sobre esta receita pois ela me acompanha há anos (ficaria muito feio se eu dissesse décadas?), e sendo assim a cada nova fornada eu resolvo acrescentar um ingrediente aqui, outro ali, substituir uma coisinha aqui, outra acolá. É isso mesmo, receitas do coração também podem ser adaptadas, modificadas e desde que seja sempre para melhor! Desta vez eu acrescentei chocolate amargo em pó e no final alguns confeitos crocantes de chocolate ao leite e branco para decorar e fazer uma gracinha.

 

Vou aproveitar e dar uma dica sensacional pra vocês: esta massa de cookie rende muito e por isso sempre que eu faço aproveito para congelar metade, assim eu garanto uma porção extra de cookies para quando a vontade bater, para quando aparecerem visitas inesperadas ou para aqueles dias chuvosos em que um cookie vale por um abraço carinhoso :) Faça isso também e eu garanto que você vai se lembrar de mim quando abrir o seu freezer e um cilindro de massa de cookie iluminar o seu sorriso!

 

COOKIES DE CHOCOLATE AMARGO

(rende aproximadamente 24 unidades)

 

Ingredientes:

 

  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de chocolate em pó sem açúcar (ou cacau em pó como muitos preferem chamar)
  • 150g de manteiga amolecida em temperatura ambiente
  • 2 xícaras (chá) de açúcar (branco refinado, mascavo ou uma de cada)
  • 2 ovos inteiros
  • 1 colher (sopa) de essência de baunilha
  • 1 colher (chá) de fermento químico em pó
  • 1 colher (café) rasa de sal
  • confeitos de chocolate ou gotas de chocolate para decorar

 

Modo de Preparo: Numa tigela misture o açúcar com os ovos e a baunilha e bata com um fouet até obter um creme homogêneo. Junte a manteiga e bata novamente até que esteja totalmente incorporada. Sobre esta mistura peneire a farinha, o chocolate em pó, o fermento e o sal, um de cada vez e mexendo a cada adição. Agora a massa estará mais dura, então trabalhe com ela com as mãos até obter uma massa firme e grudenta (parecida com massa de modelar). Faça uma grande bola de massa ou dois cilindros de massa e leve para a geladeira em um recipiente com tampa por 2 horas para que fique bem firme a ponto de ser cortada. Depois do tempo de descanso para a massa endurecer na geladeira retire-a e corte-a em fatias de 1 cm de espessura ajeitando cada disco sobre uma assadeira forrada com papel manteiga. Guarde uma distância de uns 2 dedos entre um cookie e outro, pois eles crescem e se espalham um pouco. Leve para assar em forno preaquecido em 190º por 13 a 15 minutos e quando faltar 5 minutos para ficarem prontos retire-os do forno e rapidamente espalhe os confeitos por cima dos cookies, retornando imediatamente ao forno. Depois de finalizado o tempo de forno retire-os e deixe-os esfriar sobre uma grade de cookies, ou se não tiver, sobre uma tábua de madeira.

 

Dica: Se quiser congelar metade da massa basta embrulhar um dos cilindros de massa em filme plástico e depois em um pedaço de papel manteiga, fechando-o como um bombom. Escreve no papel manteiga o que é o embrulho e a data do congelamento. A massa de cookies pode ser congelada por até 3 meses e quando for assar basta deixar descongelar na geladeira por umas 3 horas (até que a massa esteja firme, porém macia ao toque dos dedos) e seguir as instruções da receita acima.

 

Cookies de Chocolate amargo_F&F

 

Confira outras receitas de cookies:

 

Bom Apetite!

 

Linguado com Limão e Amêndoas

Postado em Fácil, Light, No forno, Peixe, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 03 de fevereiro de 2014

Linguado com limão e amêndoas_F&F

 

Depois de uns dias afastada do blog volto com boas notícias: a minha baby Olivia nasceu! É um dengo, uma delicinha e graças a Deus é uma bebê saudável e muito tranquila. Quem me segue no Instagram pode ver algumas fotinhos dela que eu coloco às vezes por lá :)

 

E por falar em saúde, aqui em casa nós costumamos consumir bastante peixe, ao menos 2 vezes por semana eu preparo peixe assado, grelhado ou no papelote. Desta vez eu tinha um pouco de amêndoas trituradas e fiz linguado em crosta de amêndoas com fatias ultra finas de limão siciliano e posso dizer que ficou divino! Eu já publiquei várias receitas de peixe com crosta de amêndoas e de ervas aqui no blog mas gosto de mudar uma coisinha ou outra cada vez que faço. Peixe é o tipo de prato que combina com cozinha rápida, por ser uma carne bem delicada cozinha depressa e pode ser preparado de muitas formas diferentes, então se você não consegue peixe fresco com facilidade, vale à pena investir em pacotinhos dele congelado, mas lembre-se: separe apenas a porção que for usar de cada vez para descongelar pois uma vez descongelado não pode ser congelado novamente.

 

Esta mesma receita pode ser feita com castanha de caju, com castanha do Pará ou com pistache (amo esta versão). Como eu queria uma refeição bem leve servi o linguado com macarrão parafuso de linhaça, um produto orgânico que eu comecei a consumir muito aqui em casa há pouco tempo. Descobri este macarrão com linhaça em uma das minhas visitas ao bairro da Liberdade aqui em SP e depois disso nunca mais deixei de comprar. Ele não é sem glúten porque tem um pouco de farinha de trigo integral na composição, mas é com certeza mais leve e mais saudável que a massa tradicional e o sabor é simplesmente delicioso. Para a massa eu apenas salteei em azeite tomatinhos cereja, alho e brócolis. E precisa mais que isso?

 

LINGUADO COM LIMÃO E CROSTA DE AMÊNDOAS

(para 2 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 4 filés de linguado sem pele e sem espinhas
  • 4 colheres (sopa) de amêndoas trituradas (com ou sem pele)
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • suco de 1/2 limão siciliano
  • 4 fatias bem finas de limão siciliano com a casca
  • sal e pimenta a gosto

 

Modo de Preparo: Ajeite os filés de linguado sobre um refratário e regue com o limão, o azeite e tempere com pimenta e sal. Misture bem com as mãos fazendo com que o tempero pegue bem dos dois lados dos filés. Cubra a superfície dos filés com as amêndoas trituradas e depois cada filé com uma fatia de limão. Leve ao forno preaquecido em 180º por 30 minutos, ou até que os filés estejam assados e as amêndoas levemente douradas. Sirva em seguida.

 

Bom Apetite!

Peru Recheado com Couscous de Frutas Secas

Postado em Aves, Carnes, Clássicos, Datas Especiais, É Natal, No forno - 18 de dezembro de 2013

Peito de peru recheado2_F&F

Pois é, então é Natal! De novo! Nossa, a cada ano que chega ao fim eu tenho a sensação de que os meses passam mais e mais rápido, e quando percebemos deixamos uma longa lista de tarefas a fazer, de desejos a realizar, de amigos a rever, de lugares a visitar…mas o que conforta é aquela sensação de que podemos sim deixar tudo o que ficou para ser realizado no próximo ano, com a chance de começar tudo de novo, fazendo melhor e acertando mais.

 

O Natal é uma época linda, não só pelo seu real significado que já é algo muito especial, mas também pela oportunidade que temos de festejar e rever aqueles que amamos e que ficamos quase o ano todo (e às vezes o ano todo mesmo) sem ver, de comemorar, de confraternizar, de relembrar, de perdoar e de amar. Por mais que todos tenhamos alguns episódios tristes no ano sempre tentamos deixar a tristeza de lado e ficar na celebração, na comemoração de um ano que chega ao fim cheio de conquistas também, e tudo isso faz do Natal uma ocasião especial. Todos enchem o coração e a casa de amor e dão o seu melhor para espantar a tristeza e elevar o astral, e esta é pra mim a verdadeira magia do Natal!

 

E Natal celebra-se com comida gostosa né? Por mais simples que seja a sua ceia, uma comida preparada com amor e dedicação especiais para uma ocasião assim é sempre mais gostosa, ainda que não tenha nenhum glamour. O mais importante é ter o coração cheio e os queridos ao redor da mesa. Eu quase achei que não daria tempo de trazer pra vocês uma receita super gostosa e especial de peru para este final de ano, mas o tempo foi meu amigo nesses últimos dias e me deixou correr até aqui para deixar-lhes este mimo.

 

Este peru é recheado com couscous marroquino de frutas secas e couve manteiga, com um aroma delicioso de especiarias que tem tudo a ver com a ocasião. Preparei para levar em uma celebração na casa de uma amiga querida e adorei o resultado. Já comprei o peito de peru desossado, e apenas o peito, mas dá pra fazer a mesma receita usando um peru inteiro ou ainda substituindo o couscous por farinha de mandioca ou arroz pré-cozido. É uma receita deliciosa, tenho certeza que vocês também vão adorar!

 

Peito de peru recheado_F&F

PERU RECHEADO COM COUSCOUS DE FRUTAS SECAS E ESPECIARIAS

(serve bem até 8 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 peito de peru desossado já temperado de 2 kg
  • 1 xícara (chá) de vinho branco seco
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de couscous marroquino (medida antes de hidratar)
  • 1/2 xícara (chá) de ameixa seca picada
  • 1/2 xícara (chá) de cranberry seca
  • 1/2 xícara (chá) de uvas passas pretas e brancas misturadas
  • 1/2 xícara (chá) de nozes sem casca picadas
  • 1 xícara (chá) de couve manteiga lavada e bem picada
  • 1/2 colher (chá) de curry
  • 1 pitada de canela em pó
  • 2 folhas de louro
  • sal e pimenta a gosto
  • 1 litro de água
  • manteiga sem sal o quanto baste
  • azeite a gosto

 

Modo de Preparo: Deixe o peito de peru descongelar em geladeira durante 24 horas. Retire da embalagem, coloque em um saco zip ou pote com tampa e regue com metade do vinho branco, deixando descansar por no mínimo 3 horas. Coloque todas as frutas numa tigela pequena e regue com a outra metade do vinho (ou conhaque, ou whisky) e deixe macerar por 2 horas. Aqueça a água com as folhas de louro e quando ferver adicione o curry, a canela em pó, a pimenta e o sal. Deixe cozinhar por 3 minutos e desligue. Coloque o couscous numa tigela e regue com este caldo de especiarias até cobrir todo o couscous (mas sem deixar sobrar muito caldo), depois tampe com um prato e embrulhe em um pano, deixando descansar e hidratar por 1 hora. Solte as bolinhas de couscous com um garfo e adicione as frutas secas já escorridas do álcool, as nozes, e a couve picadinha, misturando bem e adicionando azeite a gosto. Preaqueça o forno a 200º. Abra o peito de peru ao meio sem ir com a faca até o final e coloque o máximo de recheio que conseguir dentro da cavidade, fechando-o em seguida e amarrando toda a peça com um barbante, de ponta a ponta. Ajeite o peru recheado numa assadeira ou refratário com a pele para baixo. Cubra com papel alumínio e leve para assar por 1:30hs. Retire o papel alumínio, vire o peru com a pele para cima, cubra com pedacinhos de manteiga (mas use manteiga sem sal pois como o peru já vem temperado se usar a manteiga com sal vai ficar muito salgado) e asse por mais 1:30hs, verificando algumas vezes para certificar-se de que o peru não está grudando no fundo da assadeira. Quando o peru estiver bem dourado e com a pele crocante retire do forno e sirva. Se tiver sobrado couscous do recheio distribua em torno do assado e leve à mesa enfeitado com frutas secas e canela em pau.

 

Bom Apetite!

 

Lasanha de abobrinha vegetariana e sem glúten

Postado em Abobrinha, Fácil, Gastronomia Funcional, Light, No forno, Pratos Principais, Receitas Especiais (s/ Glúten/Lactose), Vegetarianas - 27 de novembro de 2013

Lasanha de abobrinha sem gluten_F&F

Vocês sabem que eu sou fã de abobrinha né? E sou também fã de receitas vegetarianas, justamente por serem leves, saborosas e poderem ser consumidas à noite sem nenhuma culpa.

 

Esta lasanha de abobrinha é uma verdadeira delícia e é também muito fácil de preparar. Ela é vegetariana e sem glúten porque não leva massa na receita e nenhum outro tipo de farináceo. Para aqueles que não podem ingerir também lactose eu sugiro substituir a ricota fresca – que nesta receita usei de búfala – por queijo de soja (tofu) amassadinho com um garfo, e podem ter certeza que esta versão também ficará deliciosa!

 

A ideia de fazer esta lasanha surgiu de uma outra receita que eu já publiquei aqui, o Ravioli de Abobrinha sem Massa, em um dia que eu estava com uma vontade doida de comer lasanha mas não queria ganhar tantas calorias com uma lasanha tradicional. Então esta opção aqui matou a minha vontade lindamente, e para dar mais sustância ao prato eu acrescentei castanha do Pará no recheio. A graça e o toque cheio de glamour fica por conta do concassé* de tomates (ensino abaixo como fazer) que eu fiz na hora com tomates italianos ultra doces que eu tinha em casa, e que garantiu um sabor extra especial, mas se você quiser simplificar e usar tomates crus picados ou tomates pelados em lata fique à vontade.

 

LASANHA DE ABOBRINHA – VEGETARIANA E SEM GLÚTEN

(para duas pessoas)

 

Ingredientes:

  • 2 abobrinhas italianas pequenas bem lavadas
  • 1 xícara (chá) de ricota fresca amassada (usei de búfala, mas pode ser comum, ou tofu)
  • 1 punhado de castanha do Pará picada
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 4 tomates italianos maduros (2 fatiados e 2 para o concassé)
  • pimenta e sal a gosto
  • queijo parmesão ralado para finalizar (ou outro queijo light, ou sem lactose)

 

Modo de Preparo: Fatie as abobrinhas em lâminas finas no sentido do comprimento usando apenas a parte mais firme (despreze o miolo com as sementes – se quiser reserve para uma omelete) em um fatiador de legumes (mandolina) ou com uma faca bem afiada. Reserve. Em uma tigela misture a ricota amassada, a castanha do Pará e tempere com o azeite, pimenta e sal. Unte levemente 2 refratários pequenos ou 1 médio com um fiozinho de azeite e faça a primeira camada de abobrinha. Depois faça uma camada com a ricota temperada, outra com fatias de tomate e repita todas as camadas até acabar com uma camada de abobrinha. Finalize com uma cobertura de tomate concassé*, depois polvilhe um pouquinho de queijo parmesão e leve ao forno em 180º por 20 a 30 minutos, ou até que a abobrinha esteja macia e a cobertura levemente dourada.

Lasanha de abobrinha sem gluten2_F&F

 

* Receita de Tomate Concassé:

Concassé de tomate_F&F

 

Ingredientes: 2 tomates italianos maduros (rende 1 xícara de concassé)

 

Preparo: Faça um corte nos tomates em forma de cruz, de cima a baixo. Espete um tomate de cada vez (pela parte de onde seria o cabo) em um garfo comprido com cabo de madeira e leve-os para tostar direto na chama do fogão. Vá virando o tomate sobre a chama até que toda a pele esteja chamuscada e se soltando. Depois retire toda a pele (com os tomates ainda mornos), corte os tomates ao meio e retire todas as sementes. Pique o restante dos tomates (a parte da polpa) em quadradinhos bem pequenos e use na receita.

Obs: Você pode simplesmente retirar a pele do tomate passando-o por água fervente e fazer todo o processo para o concassé, mas eu prefiro sempre queimar na chama do fogão porque adoro o saborzinho defumado que este processo agrega aos tomates ;)

 

Bom Apetite!

 

 

Pão Caseiro Fácil

Postado em No forno, Pães e Tortas, Receitas de Família - 06 de novembro de 2013

Pão Caseiro Fácil_F&F

Este pão aqui foi feito com muito amor porque é coisa de mãe. Na última visita da minha mãe aqui em casa eu estava com muita vontade de comer o pão caseiro de leite que ela faz: fofinho, macio, quentinho e que derrete deliciosamente um pedaço de manteiga…ah ah, que delícia!

 

A receita deste pão tão lindinho é super fácil de preparar e não exige que você seja habilidoso com panificação ou que aplique muitas técnicas, aqui é necessário apenas um pouco de dedicação, ingredientes de qualidade (e no prazo de validade, é claro) e carinho pro pão ficar bem macio e crescer todo bonito dentro do forno.

 

Quando eu tenho muita vontade de um pão caseiro e não tenho tempo de fazer pães mais elaborados eu faço este aqui, e é sucesso garantido sempre! A massa é aquela mesma massa do famoso rocambole colorido há décadas na minha família (ou Braço Cigano) – cuja receita eu já dei algumas vezes aqui no blog – e que eu também costumo usar para fazer todo tipo de salgados assados e até mesmo cobertura de algumas tortas. A diferença é que para o pão eu uso manteiga porque acho que fica bem mais saboroso.

 

Tá com vontade de um pão caseiro vapt-vupt bem gostoso, macio e quentinho? Então vem comigo que hoje mesmo vai ter pão com gostinho de amor no café da tarde aí na sua casa!

 

PÃO CASEIRO DE LEITE BEM FÁCIL

(rende 2 pães de tamanho médio)

 

Ingredientes:

  • 1/3 de xícara de óleo vegetal
  • 1/2 copo de leite morno (medida do famoso copo de requeijão*, sabe?)
  • 2 copos* de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) bem cheia de manteiga em temperatura ambiente
  • 1 ovo inteiro
  • 1 envelope (10g) de fermento biológico seco instantâneo
  • 1/2 colher (café) de sal
  • 1/2 colher (café) de açúcar
  • 1 gema batida com um tiquinho de água para pincelar

 

Modo de Preparo: Numa tigela coloque o fermento e regue com o leite morno. Mexa rapidamente com um garfo. Acrescente o óleo, o ovo inteiro e a manteiga. Bata com um garfo ou batedor de arame e reserve. Enquanto isso coloque a farinha de trigo em outro recipiente com o açúcar e o sal, misture. Faça um buraco no centro e despeje ali a mistura líquida. Mexa bem com um garfo até começar a tomar consistência de massa. Nesse momento passe a massa para uma tábua enfarinhada ou bancada (o que preferir) e trabalhe a massa por alguns minutos, apenas até que ela esteja lisa e homogênea. Faça uma bola com a massa, retorne ao recipiente, polvilhe farinha por cima, cubra com um pano e deixe descansar por 30 minutos. Preaqueça o forno em 200º. Depois do tempo de descanso divida a bola em duas partes e modele dois pães. Pincele levemente a gema batida sobre os pães. Coloque-os em uma assadeira untada com manteiga e depois enfarinhada e leve para assar por 30 minutos em 200º ou até perceber que os pães estão crescidos e levemente dourados na superfície. Coma bem quentinho com manteiga e geleia.

 

Dica: Este pão continua gostoso por até 2 dias se for guardado em sacos do tipo “zip”, mas eu duvido que sobre alguma coisa dele para guardar ;)

 

Pão Caseiro2_F&F

 

Bom Apetite!

 

Filé de Frango com Legumes Assados

Postado em Fácil, Frango, Light, No forno, Pratos Principais - 04 de novembro de 2013

Filé de Frango com Legumes assados_F&F

Oi gente, tudo bem? Dei uma escapadinha para tirar umas pequenas férias e fazer o enxoval da Olívia (sim, minha baby já tem nome) que chega no comecinho do ano, por isso eu sumi rapidinho mas já estou de volta pra começar a semana com tudo! Receitinha delícia, facílima de fazer e de quebra super saudável e nutritiva.

 

Este Filé de Frango é bem prático de preparar e você pode usar os legumes que mais gostar. Aí alguns podem pensar: mas não seria mais fácil grelhar os filés de frango e depois servir com legumes ao vapor? Sim, seria mais fácil mesmo e até mais rápido, mas eu simplesmente amo o sabor dos legumes assados, eu acho que nenhum método de cozimento os deixa mais deliciosos, perfumados e tenros, mas é uma questão de preferência.

 

A receita é bem levinha, perfeita para dias de verão. Tudo bem que os dias aqui em SP andam meio indefinidos, há dias de frio e chuva e outros de calor que mais parecem dias de sauna a céu aberto, mas este prato é uma refeição completa que até dispensa acompanhamentos, mas se você é daqueles que não dispensam um acompanhamento, um arroz integral como coadjuvante ou uma salada de folhas de entrada combinam super bem também.

 

FILÉ DE FRANGO AO FORNO COM LEGUMES

(serve até 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 6 filés de peito de frango bem limpos e de espessura média
  • 2 xícaras (chá) de brócolis (somente as flores)
  • 1 xícara (chá) de tomate cereja ou outro mini tomate
  • 1 abobrinha média fatiada
  • 1 xícara (chá) de abóbora descascada e cortada em cubos
  • azeite o quanto baste
  • 3 colheres (sopa) de molho de soja
  • 1 dente de alho moído ou espremido
  • pimenta moída a gosto
  • sal a gosto

 

Modo de Preparo: Tempere os filés de frango com azeite, pimenta e sal a gosto e reserve. Cozinhe o brócolis e a abóbora por 2 minutos em água fervente, depois escorra bem e reserve. Sele os filés de frango por apenas 1 minuto de cada lado em uma frigideira antiaderente. Disponha todos os legumes no fundo de um refratário e regue com a mistura de azeite, molho de soja, pimenta moída e alho (aqui não precisa colocar sal pois o molho de soja já é bem salgado). Ajeite sobre os legumes os filés de peito de frango que foram selados rapidamente em frigideira e leve ao forno preaquecido a 180º por 20 minutos, ou até que os legumes e o frango estejam levemente dourados. Sirva em seguida.

 

Bom Apetite!

 

Bruschetta de Bacalhau

Postado em Antepastos, Bacalhau, Clássicos, Comidinhas, Fácil, No forno, Petiscos - 18 de outubro de 2013

Bruschetta de bacalhau_F&F

 

Aqui em casa nós amamos bacalhau, e é justamente por isso que tem tantas receitas com este delicioso peixe aqui no blog. Outro dia, assistindo ao programa da Carla Pernambuco em que o tema eram as receitas com bacalhau ela preparou uma brandade e sugeriu bruschettas como uma das muitas formas de servir este delicioso prato. Minha brandade de bacalhau não é igual a dela, nem as minhas bruschettas ficaram iguais às dela, porque modéstia à parte eu amo a minha receita de brandade e já sei fazê-la de olhos fechados, e para a bruschetta preferi usar o que tinha em casa e saiu esta maravilha que vocês estão vendo, mas de qualquer forma o programa e as receitas me inspiraram a preparar este petisco para o meu amor, que sempre pede bacalhau!

 

Como eu já disse, a base para a bruschetta é a brandade, e esta minha receita de brandade é facílima e fica uma loucura…cremosa, saborosa e muito perfumada. Achei que a combinação com as cebolas caramelizadas, os tomatinhos picados e as azeitonas pretas ficou de arrasar, mas se você quiser combinar outros ingredientes fique à vontade. Para a torrada da bruschetta eu usei pão integral de sementes e grãos, um pão delicioso que eu sempre gosto de comprar lá no “lugar de gente feliz”, e como eu já disse aqui outras vezes eu prefiro fazer bruschettas com estes pães mais macios (o meu preferido para bruschettas é o pão ciabatta na verdade), porque depois de levado ao forno o pão italiano tradicionalmente usado nas bruschettas fica com a casca muito dura e isto me incomoda um pouco. Mas isto é uma questão de gosto pessoal mesmo, você pode usar o pão que mais gostar.

 

Gente, mas vamos ao que interessa, o que vocês precisam saber é que esta bruschetta é simplesmente irresistível e tem uma apresentação super fofa. Pode ser servida como entrada de um jantar acompanhada de saladinha, como petisco numa noite com amigos e até como um agrado pra você numa noite solitária acompanhada de uma taça de vinho. A brandade eu já fiz para sobrar, e no dia seguinte rolou spaghetti integral com molho cremoso de bacalhau aqui em casa, ou seja, 100% de aproveitamento, desperdício zero.

 

Bruschetta de bacalhau2_F&F

 

 

BRUSCHETTA DE BACALHAU

(rende 12 unidades médias)

 

Ingredientes:

  • 1 receita de brandade de bacalhau
  • 12 fatias grossas de pão integral (ou italiano, ou ciabatta, ou francês mesmo)
  • 1 dente de alho grande
  • 2 cebolas descascadas e fatiadas
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 tomate italiano sem sementes picadinho
  • 10 azeitonas pretas sem caroço picadinhas
  • salsinha fresca picada a gosto (no meu caso muita!)
  • pimenta e sal a gosto
  • azeite o quanto baste para finalizar

 

Modo de Preparo: Prepare a brandade de bacalhau, desligue e reserve. Deixe esfriar um pouco. Enquanto isso derreta a manteiga com o azeite numa frigideira e junte a cebola fatiada, deixando cozinhar em fogo médio e mexendo de vez em quando até quase caramelizar. Tempere as cebolas com sal e pimenta e reserve.Preaqueça o forno a 200º.  Enquanto a cebola cozinha, numa assadeira coloque as fatias de pão, dê uma esmagada no dente de alho e esfregue-o em cada uma das fatias.  Leve ao forno por 5 minutos. Retire os pães do forno, cubra cada um deles com uma porção generosa de brandade e retorne ao forno por mais 15 minutos, até a brandade dourar. Retire do forno, ajeite sobre uma tábua de madeira (ou um prato ou travessa) e monte as bruschettas. Por cima da brandade coloque uma porção da cebola caramelizada, depois um pouco do tomate picado, depois um pouco de azeitonas picadas e finalize com a salsa e regue com azeite. Sirva em seguida. A brandade deve estar bem quente e as cebolas mornas. Os tomates e as azeitonas vão frios.

 

Dica: Sirva as bruschettas com um saboroso molho de pimenta para acompanhar ;)

 

Bruschetta de bacalhau3_F&F

 

Bom Apetite!

 

Maçãs Desidratadas ou Chips de Maçã

Postado em Comidinhas, Fácil, Light, No forno - 14 de outubro de 2013

Maçãs desidratadas_2

A saga da maçã desidratada começou pra mim há algum tempo atrás quando meu cunhado apareceu no escritório com um pacotinho delas e eu simplesmente viciei. Mas as dele eram industrializadas e eu tinha certeza de que era possível fazer em casa sem conservantes, sem açúcar, sem mel, sem nada. Apenas maçãs. E foi assim que eu consegui realizar meu desenho de ter minhas próprias maçãs desidratadas, testando como fazer em casa e com um único e delicioso ingrediente.

 

A gravidez me trouxe alguns hábitos que eu não tinha antes, como a loucura por frutas. Eu sempre gostei de frutas, nem todas na verdade, mas o fato é que eu não costumava comer fruta todos os dias, não tinha o hábito porque não tinha vontade, não sentia necessidade delas. Mas desde o início da gravidez isso mudou e eu devoro várias frutas todos os dias, o setor de frutas no hortifruti passou a ser um verdadeiro prazer pra mim e volto pra casa com pelo menos uns 5 tipos de frutas na sacola de compras. Maçã, pêssego e uva não podem faltar. Maçã então tem sido a minha fruta mais amada e preferida, como todos os dias durante o dia e a noite também, e como é bom!!!! Até me esqueci do meu amado chocolate amargo por causa da maçã, acreditem!

 

Então é claro que aprender a fazer minha própria maçã desidratada era uma obrigação, e agora estou muito satisfeita porque descobri que é facílimo, não toma muito tempo e nem dá trabalho. Pesquisei algumas receitas mas a que mais me cativou foi esta aqui porque só usa mesmo maçãs e mais nada! A única diferença foi que eu preferi as minhas sem o papel manteiga na hora de levar ao forno. Usei uma assadeira top que eu tenho antiaderente e foi sucesso total, porque antes eu testei com o papel manteiga e algumas fatias acabaram colando nele e me deu um trabalho master descolar uma a uma sem quebrar.

 

Agora a receita…uma opção perfeita e muito levinha para lanchinhos ao longo do dia, para carregar na bolsa, para enfrentar o trânsito, e até para incrementar a granola do café da manhã.

 

MAÇÃS DESIDRATADAS OU CHIPS DE MAÇÃ

 

Ingrediente:

3 maçãs pequenas ou médias bem lavadas e com a casca (uso a pequena, do tipo gala)

 

Modo de Preparo: Preaqueça o forno em 110º (se o seu forno não chegar a esta temperatura mais baixa preaqueça o forno em 180º com a porta parcialmente aberta) por uns 15 minutos. Enquanto isso lave e seque as maçãs com a casca e fatie-as na mandolina (aquele fatiador de alimentos que faz lâminas bem fininhas), desprezando os cabinhos e toda a semente que se soltar. Se preferir use um descaroçador de maçã. Ajeite as lâminas de maçã numa assadeira grande de modo que nenhuma fatia fique sobre a outra. Leve ao forno preaquecido por 1 hora em 110º (ou 180º com a porta parcialmente aberta – 4 dedos  de espaço são suficientes, se precisar coloque uma luva de cozinha e/ou panos de prato dobrados para segurar a porta aberta). Depois desligue o forno, vire todas as fatias de maçã e deixe esfriarem lá dentro com a porta parcialmente aberta. Depois de completamente frias armazene em potes com tampa ou de fechamento hermético. Os chips de maçã duram bem até 3 dias.

 

Maçãs desidratadas_1

 

 

Salmão Assado na Manteiga de Ervas

Postado em Fácil, No forno, Peixe, Pratos Principais - 09 de outubro de 2013

Salmão assado na manteiga de ervas_F&F

Esta receita faz muito sucesso lá em casa. É bem prática, é gostosa e combina com qualquer ocasião, desde almoços tranquilos de final de semana até jantares especiais ou datas festivas, afinal de contas um salmão assado assim com tanto carinho causa ótimas impressões e já abre o apetite só de olhar!

 

Já começo o post pedindo desculpas porque esta receita só tem foto do antes! hahahaha. Me explico: fiz este salmão assado para levar em um almoço da família do marido. Comecei a assar em casa e deixei para finalizar no forno da anfitriã, mas quem disse que eu lembrei de levar a câmera para tirar foto do peixe pronto? Pois é minha gente, minha memória não é das melhores e quando eu me proponho a levar alguma comida na casa de alguém eu fico tão atenta aos detalhes do prato que acabo me esquecendo da foto, da produção, etc. Já foi sorte eu ter me lembrado de tirar esta foto em casa, antes de colocar o bichinho no forno. E como esta receita é boa demais eu não podia deixar de trazer pra vocês só por não ter foto do resultado final.

 

Mas então, receitinha luxo, poder e glamour pra você mostrar pra sogrinha que sabe sim cozinhar muito bem! O segredinho é o tempero, além de escolher um belo lombo de salmão, daqueles gordinhos que ficam bem suculentos depois de assados, e acertar no tempo do forno, pra não correr o risco de ter aquele peixe seco e esfarelento, combinado? Fala sério, desanima quando a gente vê um peixe assado todo bonito por fora mas quando cortamos ele está ressecado, duro e esfarelando não dá? Peixe gostoso pra mim tem que ser gordinho, carnudinho, assado no ponto certo e “se desfazer em lascas”…pode parecer frescura, mas não é não, pra mim é uma questão de ter respeito com o alimento e ter o cuidado de prepará-lo da forma correta, como ele merece.

 

Então anota bem a receita – pode ser na memória mesmo porque é muito simples – e arrasa na próxima vez que for preparar pro seu amor, para as amigas, para as visitas ou só pra você mesmo, porque é bom se agradar também de vez em quando!

 

SALMÃO ASSADO NA MANTEIGA DE ERVAS

(serve de 6 a 8 pessoas)

 

Ingredientes:

 

  • 1 lombo de salmão de aproximadamente 1,5kg (pode ser com pele)
  • 4 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
  • 1/2 xícara (chá) de ervas variadas (gosto de usar salsinha, ceboulette, alecrim e hortelã) bem picadas
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 colher (sopa) de vinho branco
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • pimenta calabresa a gosto
  • 500g de batatas bolinha descascadas

 

Modo de Preparo: Numa tigelinha misture a manteiga em temperatura ambiente, o azeite, o vinho branco, as ervas picadas, a pimenta calabresa e o sal até formar uma pastinha e reserve. Unte a assadeira com azeite. Deite o salmão sobre uma assadeira grande de modo que ele caiba inteiro (não o deixe apertado na assadeira e nem sobrando espaço demais) com a pele para baixo e por cima espalhe bem a pastinha de manteiga. Reserve a pastinha que sobrar. Cozinhe as batatinhas descascadas em água até que fiquem al dente. Tempere as batatinhas com a pasta de manteiga que sobrou e preencha os espaços laterais da assadeira que está o salmão. Preaqueça o forno a 200º por 10 minutos, cubra toda a assadeira com papel alumínio e leve para assar por 25 a 30 minutos ou até que as batatinhas estejam levemente douradas e o salmão assado. (para verificar o ponto exato de cozimento do salmão basta espetar uma faca pontuda bem no meio do filé – na parte mais gordinha – e afastar a carne. Se ela estiver toda cor de rosa e suculenta já está pronta.) Retire o papel alumínio e deixe mais 5 minutos para dar uma corzinha bonita no peixe e sirve em seguida.

 

Dicas de acompanhamento:

Arroz com Amêndoas

Creme de Espinafre

 

Bom Apetite!

 

 

Kibe de Berinjela

Postado em Berinjela, Clássicos, Cozinha Árabe, Fácil, No forno, Pratos Principais, Vegetarianas - 25 de setembro de 2013

kibe de berinjela_F&F

Em casa nós amamos comida árabe, e o kibe (ou quibe) é figura constante nas nossas refeições, e justamente por isso é que aqui no blog já tem várias versões dele: o clássico de carne, o vegetariano, o recheado com queijo cremoso, o de abóbora, o primavera, o de abobrinha, e agora chegou a vez da versão feita com a minha amada berinjela!

 

A receita vem lá do blog da minha amiga Faby, que arrasa muito nas receitinhas, e logo que bati o olho neste kibe eu sabia que ia me apaixonar por ele. E de fato fica maravilhoso, bem levinho, com um sabor meio defumadinho exatamente como eu esperava. Para acompanhar eu servi a saladinha de pepino com iogurte, a Tzatziki que ensinei aqui outro dia.

 

Esta receita é fácil de preparar e é uma opção vegetariana deliciosa para quem curte comida árabe mas não come carne.

 

KIBE VEGETARIANO DE BERINJELA

(serve até 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 xícara de trigo para kibe já hidratado em água por 1 hora
  • 2 berinjelas grandes bem lavadas e cortadas ao meio no sentido do comprimento
  • 1 pitada de garam masala (ou canela)
  • 1 cebola pequena bem picada
  • 1 dente de alho ralado ou bem picado
  • 1 pitada de pimenta síria
  • cebolinha picada a gosto
  • hortelã picada a gosto
  • 1 colher (chá) de manteiga (ou tahine)
  • 1 punhado pequeno de amêndoas picadas
  • azeite e sal o quanto base

 

Modo de Preparo: Depois de hidratar o trigo aperte-o bem para retirar qualquer excesso de água, deixe-o bem solto. Enquanto o trigo estiver hidratando faça cortes superficiais quadriculados nas polpas das berinjelas e tempere com sal e pimenta a gosto. Leve para assar até que a polpa esteja macia (mais ou menos 40 minutos em 180º). Retire as berinjelas do forno, raspe apenas a polpa com uma colher e transfira para uma tigela. Junte o trigo hidratado e tempere com o restante dos ingredientes. Ajeite o kibe de berinjela numa travessa, regue com um fio de azeite e leve para assar por 30 minutos em 180º ou até que a superfície esteja dourada. Sirva em seguida com os acompanhamentos que preferir.

 

Kibe de berinjela2_F&F

Para conferir outras receitas de kibe (ou quibe) já publicadas aqui:

 

Bom Apetite!

 

Palitos Crocantes de Abobrinha

Postado em Abobrinha, Acompanhamentos, Comidinhas, Dicas, Light, Molhos, No forno, Petiscos, Vegetarianas - 23 de setembro de 2013

Palitos de abobrinha_2

 

Esta receita é surpreendente e deliciosa! É tão gostosa que dá até pra duvidar que seja mesmo light! Mas é light sim porque os palitos de abobrinha são empanados numa mistura de farinha integral e depois assados. Quando esta delicinha sai do forno está crocante parecendo batata frita, um acompanhamento super saudável para sanduíches ou uma opção de petisco leve para receber os amigos em casa.

 

Como tudo na vida tem o seu lado B, esta receitinha aqui também tem uma parte chatinha, porque dá um pouco de trabalho para empanar os palitos um a um, mas nada tão aterrorizante assim, nada que você mulher poderosa na cozinha não tire de letra :) e eu garanto que os minutos de chatice valem muito à pena depois pelo resultado! Quando fiz em casa quase não sobrou pra mim, porque “alguém” que duvidava do sucesso da receita atacou os potinhos de abobrinha como se não houvesse amanhã…

 

Ó, a receitinha de hoje tem um bônus: o meu molho caseiro preferido de tomates! Pra vocês usarem e abusarem!

 

PALITOS CROCANTES DE ABOBRINHA

(rende 2 porções)

 

Ingredientes:

  • 3 abobrinhas médias bem lavadas e cortadas ao meio
  • 3 colheres (sopa) de farinha de trigo integral
  • 3 colheres (sopa) de farinha de trigo comum
  • 2 colheres (sopa) de farinha de milho
  • 1 colher (sopa) de queijo parmesão (opcional)
  • 1 colher (café) de sal
  • 1/2 colher (café) de pimenta moída
  • 2 ovos batidos com o garfo
  • azeite o quanto baste

 

Modo de Preparo: Preaqueça o forno em 250º. Enquanto isso unte uma assadeira com azeite e reserve. Numa tigela misture as farinhas, o queijo parmesão, o sal e a pimenta. Com uma colher de chá retire as sementes das metades das abobrinhas e depois corte-as em palitos. Passe os palitos de abobrinha pelos ovos batidos e depois pela mistura de farinhas e coloque na assadeira untada. Repita esta operação até que todos os palitos de abobrinha estejam empanados. Regue as abobrinhas com um fio de azeite (se tiver um borrifador de azeite o resultado será ainda melhor) e leve ao forno preaquecido por 10 minutos, retire, vire as abobrinhas e asse por mais 10 minutos do outro lado. Sirva bem quente com um molho de tomates básico*.

 

Meu molho de tomates básico: bata no liquidificador ou mixer 1 lata de tomates pelados com o suco (geralmente eu não bato, pois uso este molho com massas, mas para este tipo de receita – e também para pizzas – eu prefiro bater pra ficar mais homogêneo). Numa panela refogue 2 dentes de alho bem picados no azeite e junte o tomate batido + 1 colher rasa de café de sal. Quando o molho começar a ferver junte 1 colher de sopa rasa de açúcar mascavo – pois é, pra mim o açúcar mascavo faz TODA a diferença neste molho – e folhas frescas de manjericão (eu sempre coloco bastante e só uso o da folhona grande e brilhante). Abaixe o fogo, tampe a panela e deixe apurar por uns 40 minutos. Ajuste o sal e a pimenta se for necessário e desligue. Este molho pode ser armazenado em potes de vidro com tampa na geladeira por até 4 dias (dá pra congelar também). Fica delicioso com uma massa cozida. Só isso já faz a felicidade de alguém, pode confiar!

 

Quer uma dica de ouro? Anota a receitinha deste molho e leva pra vida, você certamente irá encontrar muitas receitas para usá-lo e por favor, lembre-se de mim quando o sentimento de felicidade e satisfação invadir o seu ser! hahahahaha

 

Neste vídeo AQUI eu ensino a fazer o meu molho de tomates preferido! Caseirinho e delicioso!

 

Palitos de abobrinha_1

 

Bom Apetite!!!

 

 

Moussaka Descomplicada

Postado em Berinjela, Clássicos, Comfort Food, Cozinha Árabe, Fácil, No forno, Pratos Principais - 18 de setembro de 2013

Moussaka fácil_1

Como uma apaixonada por este prato típico da culinária turca (e que foi adotado pela culinária grega também), a moussaka, é claro que eu tinha que ficar tentando descobrir uma forma mais prática e mais rápida de prepará-la para aqueles dias de muita pressa ou de muita preguiça, e acabei gostando deste “trucão” aqui, que trago pra vocês hoje.

 

Eu vou logo chamando de “trucão” porque é claro que eu sei que a moussaka original leva bem mais tempo para preparar, é um pouco mais trabalhosa e principalmente se apresenta de forma diferente desta de hoje. Já publiquei a receita da moussaka original aqui há tempos atrás, então se você ficar triste com esta versão descomplicada (e quase descaracterizada) da moussaka basta acessar o link da receita original (se é que em se falando de cozinha existe mesmo esse lance de “receita original” – original pra mim é tudo o que é gostoso e que dá prazer de comer!).

 

Então gente, o diferencial aqui é o seguinte: tudo picado em cubinhos, depois assado junto e montado junto, cobrindo com uma carninha refogada bem honesta e finalizada com o bechamel (pra mim ele nunca pode faltar, nem na versão descomplicada) antes de ir para o forno dar aquele deliciosa gratinada que deixa a comida com cara de “oh céus, que tentação”. Bora lá aprender?

 

MOUSSAKA DESCOMPLICADA

(serve bem 2 pessoas)

 

Ingredientes:

 

  • 1 berinjela grande descascada e cortada em cubos médios
  • 2 batatas grandes descascadas e cortadas em cubos médios
  • 500g de carne magra moída (de preferência passada duas vezes no moedor)
  • 1 colher (sopa) de óleo vegetal
  • 1/2 cebola picadinha
  • 1 dente de alho amassado
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 3 colheres (sopa) bem cheias de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de leite
  • sal e pimenta à gosto
  • salsinha fresca picada para finalizar
  • queijo parmesão à gosto para finalizar

 

Modo de Preparo: Depois de descascar e picar a berinjela e as batatas espalhe-as sobre uma assadeira levemente untada com azeite e regue com o azeite restante. Leve para assar em 180º por 30 minutos. Enquanto isso prepare a carne moída refogada começando a dourar a cebola e o alho no óleo e depois fritando a carne até dourar. Desligue e tempere com pimenta e sal à gosto. Reserve. Prepare o molho bechamel aquecendo a manteiga até derreter, depois juntando a farinha aos poucos, mexendo sempre até dourar e pingando o leite devagar mexendo sem parar em fogo baixo para desfazer todos os grumos que surgirem.  Ao final tempere com sal e pimenta à gosto e se desejar noz moscada e parmesão (aqui como acrescentei o parmesão por cima de tudo não o adicionei no bechamel). Desligue o bechamel e reserve. Quando a berinjela e as batatas estiverem macias forre o fundo de um refratário com elas, depois faça uma camada com a carne moída e por fim outra camada com o molho bechamel. Polvilhe parmesão à gosto sobre tudo e depois salsa fresca. Leve para assar em 200º por 20 minutos e sirva bem quente acompanhada de arroz e salada.

 

Moussaka fácil_2

Bom Apetite!!!

 

Legumes Gratinados com Tofu

Postado em Acompanhamentos, Fácil, Light, No forno, Vegetarianas - 02 de setembro de 2013

Legumes gratinados com tofu2

Esta receita é uma delícia vegetariana. Bem levinha, nutritiva e temperada no ponto certo, pode ser uma ótima opção para refeições pouco calóricas e para aquela controlada básica nos dias de semana. Receitinha fácil, daquelas que se faz até em dias de preguiça.

 

Eu sou suspeita para falar sobre o tofu – queijo de soja para quem não conhece – porque eu simplesmente amo e pra mim ele é delicioso até puro com um pouquinho de molho de soja e ervinhas picadas, mas engana-se quem pensa que tofu serve apenas para complementar uma salada ou para acompanhar a comida japonesa. Eu por exemplo faço infinitas receitas com tofu, e esta é uma delas, usando o tofu numa receita quente no lugar do queijo “gordo” para dar aquele arzinho de “queijo gratinado”. Mas é claro que como o tofu não possui gordura ele não derrete, mas dá uma douradinha, fica com um sabor delicioso e combina muito bem com os legumes assados.

 

Aqui eu usei apenas abobrinha, berinjela e tomate, mas poderia acrescentar outros legumes e verduras que ficaria igualmente bom! E tem coisa melhor do que comer uma comidinha deliciosa e depois não ficar com peso na consciência (nem na balança)?

 

LEGUMES GRATINADOS COM TOFU

(serve até 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 berinjela grande fatiada (com ou sem a casca, como preferir)
  • 1 abobrinha grande fatiada
  • 2 tomates grandes fatiados
  • 1/2 tomate sem sementes picado
  • 1 talo de alho poró fatiado
  • 1 copo de suco de tomate (ou tomate pelado batido no liquidificador)
  • 6 fatias de tofu firme
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • ervas frescas a gosto (usei alecrim, manjericão e hortelã)
  • pimenta e sal a gosto

 

Modo de Preparo: Forre o fundo de um refratário com metade do suco de tomate. Faça uma camada de berinjela, depois uma de abobrinha e uma de tomates, temperando cada camada com as ervas frescas, uma pitada de sal e pimenta. Regue com a outra metade do suco de tomate, depois com o azeite e por fim distribua as fatias de tofu. Finalize com o alho poró fatiado, com as ervas frescas e o tomate picadinho. Leve ao forno preaquecido em 180º por 40 minutos ou até que os legumes estejam macios e o tofu levemente dourado. Sirva em seguida.

 

Legumes gratinados com tofu1

Bom Apetite!

 

Torta Rústica com Massa Integral

Postado em Fácil, No forno, Pães e Tortas, Tortas, Vegetarianas - 22 de agosto de 2013

Torta Rústica de Massa Integral_F&F

 

Quem está sempre por aqui sabe que eu amo tortas! Pra mim as tortas além de deliciosas são uma refeição perfeita para qualquer horário do dia (ou da noite), são práticas de preparar e confesso que tenho imenso prazer em preparar a massa.

 

Ok, para alguns pode parecer chato ficar juntando ingredientes, amassando-os e sujando as mãos, e depois esperar descansar, crescer, etc. Mas no meu caso é um imenso prazer, mesmo! É tão bom que eu só recorro às massas compradas prontas em caso de extrema urgência e necessidade, até porque as receitas que eu mais uso de massa de torta são muito fáceis e não dão todo este trabalho que imagina-se com o terrível “mito das tortas”.

 

Esta massa aqui, por exemplo, é a mesma massa da minha amada “Galette de Cebola” que faz bastante sucesso por aqui, mas dessa vez eu optei pela versão integral e usei outro recheio combinando abóbora assada, queijo gorgonzola e folhas de sálvia fresca que dão um perfume incrível e combinam demais com abóbora. Mas, como eu sempre digo, quem manda no recheio aí na sua casa é você! Aproveite a massa e use a criatividade para rechear do que der vontade. A versão com cebolas caramelizadas mesmo é um escândalo, mas há tantas outras combinações possíveis e igualmente deliciosas que vale à pena testar.

 

Receita moleza de fazer – e mais moleza ainda de comer – e o mais bacana desta tortinha é que ela é uma torta rústica, que não exige formas corretas. O negócio é botar o recheio no centro da massa e fechar a borda para fazer uma “cerquinha” para o recheio não vazar, deixando-o aparente no centro, o que a torna ainda mais atraente porque tudo que fica ali fica mais douradinho e dá uma leve caramelizada…enfim, é irresistível! Mas ó, já aviso que esta torta é pequena e rende apenas 4 pedaços, ou seja, se for uma refeição serve duas pessoas, mas se quiser dobrar ou triplicar a quantidade de torta é só adaptar a quantidade dos ingredientes da massa e do recheio ;)

 

TORTA RÚSTICA INTEGRAL COM ABÓBORA, GORGONZOLA E SÁLVIA

(serve duas pessoas)

 

Ingredientes da massa:

  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • 1/3 de xícara (chá) de óleo de girassol
  • 1/3 de xícara (chá) de água fria ou gelada
  • 1 colher (café) de sal

 

Ingredientes para o recheio:

  • 3 xícaras (chá) de abóbora descascada e picada (de qualquer tipo)
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 100g de queijo gorgonzola picado ou amassado
  • pimenta à gosto
  • folhas de sálvia fresca (ou alecrim)
  • sal à gosto (considere que o gorgonzola já tem sal)

 

Modo de Preparo: Em um bowl junte a água fria, o óleo e o sal e bata bem com fouet ou garfo até formar um líquido branco. Polvilhe a farinha aos poucos (eu gosto de usar uma peneira para isso) e vá misturando sem parar de mexer até formar uma bola mais firme de massa. Transfira a massa para a bancada de trabalho (ou sobre uma tábua de cozinha) e amasse bem em movimentos de vai e vem até perceber que a massa está bem firme e um pouco elástica. Volte a bola de massa para o bowl, cubra com um pouco de farinha e deixe descansar por 40 minutos a 1 hora (dependendo do tempo disponível e da pressa). Enquanto isso prepare o recheio. Regue a abóbora picada com o azeite, tempere com um pouco de sal, pimenta e coloque sobre uma assadeira. Leve ao forno pré-aquecido em 180º por 40 minutos. Reserve. Voltando para a massa, após o tempo de descanso abra-a com um rolo deixando-a arredondada e fina. Coloque a massa sobre um pedaço de papel manteiga, e depois numa assadeira. Ajeite as abóboras assadas no centro da massa, cubra com o queijo gorgonzola, com algumas folhas de sálvia e feche as bordas apenas fazendo uma proteção para o recheio não escapar. Leve ao forno pré-aquecido a 180º por 30 minutos ou até dourar. Sirva quente.

 

Bom Apetite!

 

 

 

 

Torta de Abóbora Light

Postado em Fácil, Light, No forno, Pães e Tortas, Receitas Rápidas, Tortas, Vegetarianas - 04 de julho de 2013

Torta de abóbora light_F&F

Pra mim tudo o que é de abóbora já é mais tentador, já que ela é uma das minhas queridinhas no reino vegetal. E eu já contei aqui que além de ser deliciosa e muito versátil a  abóbora é também cheia de vitaminas e pouco calórica né?! Então, esta tortinha de abóbora aqui é muito saborosa e é bem levinha, com poucas calorias e muito fácil de preparar também.

Continue Lendo …