Arroz de Bacalhau

Postado em Arroz, Bacalhau, Comfort Food, Datas Especiais, Fácil, Peixe, Pratos Principais, Receitas de Família - 24 de março de 2017

Arroz de Bacalhau_Blog Figos e Funghis

A Páscoa já está chegando, e é inevitável pensar nas deliciosas comidinhas desta época, concorda? Pois é, a boa notícia é que por aqui tanto o peixe de uma forma geral quanto o bacalhau sempre foram muito prestigiados, e há uma infinidade de receitas fáceis e gostosas pra você se jogar e escolher qual combina mais com a sua família. Aliás, quem aqui ainda não segue o perfil do blog lá no Pinterest? Se ainda não segue corre lá, porque as receitas mais bacanas do blog estão todas separadinhas por pastas específicas, inclusive uma só de Receitas de Páscoa e outra só de bacalhau!

 

Hoje eu trago uma receita nova com bacalhau que tem jeitinho e sabor de comfort food, além de ser super econômica pois o bacalhau usado aqui é em lascas, e não em postas, e em tempos de crise é sempre bom ter uma opção assim. Fiz este prato em casa num almoço de família e fez o maior sucesso, afinal quem é que não gosta de um arroz todo molhadinho e cheio de coisinhas gostosas?!

 

Para o Arroz de Bacalhau eu usei arroz arbóreo mesmo, mas não o preparei como risoto, preparei como arroz comum, mas você pode usar qualquer arroz que preferir, o arroz agulhinha do dia a dia fica delicioso nesta receita também. O que você de fato precisa saber é que todo o segredo e a graça deste arroz, são o tempero e a umidade, então quanto mais molhadinho ficar mais gostoso ele será! Tenho certeza que na sua casa também vai ser um sucesso! Deliciosidade pura minha gente!

Arroz de Bacalhau2_Blog Figos e Funghis

ARROZ DE BACALHAU

(serve muito bem 6 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 2 xícaras e 1/2 (chá) de arroz branco cru
  • 1 cebola grande bem picada
  • 2 dentes de alho bem picados
  • 3 tomates italianos bem maduros e picados
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 2 xícaras (chá) de grão-de-bico deixado de molho por ao menos 12 horas, e escorridos
  • 300g de bacalhau em lascas, já dessalgado e sem espinhas
  • 2 xícaras (chá) de floretes de brócolis já cozidos al dente
  • 1 xícara (chá) de vagens picadas ou cortadas ao meio
  • 1 xícara (chá) de mini tomates
  • 2 folhas de louro
  • 3 colheres (sopa) de cebolinha picada
  • 3 colheres (sopa) de salsinha picada
  • pimenta moída e sal a gosto
  • 6 xícaras (chá) de água

 

Modo de Preparo: Em uma panela grande aqueça o azeite e refogue a cebola, o alho, a cebolinha e as folhas de louro até que a cebola esteja bem transparente e começando a dourar. Junte o arroz e frite bem, deixando todos os grãos com aquele brilho bonito. Em seguida junte os tomates picados, as lascas de bacalhau e cubra com a água. Deixe cozinhar até levantar fervura e prove, se precisar de sal adicione neste momento. Adicione também o grão-de-bico neste momento, reduza o fogo para o médio e deixe a panela semi tampada. Mexa de vez em quando e prove, sem deixar a água secar totalmente, a ideia é o arroz ficar bem úmido mesmo. Quando o arroz estiver quase pronto adicione os mini tomates, o brócolis já cozido e as vagens cruas mesmo (elas cozinham super rápido). Prove novamente e ajuste o tempero se achar necessário. Finalize com a salsinha picada e regue com um bom fio de azeite. Sirva em seguida, na panela mesmo, que é para dar aquela cara de refeição em família e manter o arroz sempre aquecido.

 

Muuuuito suculento :)

 

Bom Apetite!

 

Abóbora Aromática Assada com Risoto Integral de Cogumelos

Postado em Arroz, Cogumelo, Comfort Food, Dicas, Fácil, Petiscos, Pratos Principais, Risotos, Vegetarianas - 13 de fevereiro de 2017

Abóbora Aromática com Risoto Integral de Cogumelos3_Figos e Funghis

E a nossa segunda-feira sem carne vai muito bem, obrigada! Em casa todas as segundas rola um almocinho vegetariano e cheio de cor – somos adeptos felizes da #segundasemcarne , e todo mundo adora, inclusive a Olivia que na “tabela” da vida alimentar está mais para vegetariana do que para carnívora, em um lar de carnívoros…para ser sincera eu não acho ruim não e não gosto de forçá-la a nada. Oferecer eu ofereço, pois sabemos que é fundamental oferecer o máximo de variedade de alimentos aos pequenos, então quando ela está a fim ela come, se não não come. Olivia é um tipo de “peixetariana”, porque se tem algo que ela não recusa é um peixinho.

 

Mas falando um pouco sobre a receita do dia, eu escolhi esta delicia que eu faço há anos e que até já apareceu aqui no blog antes: as abóboras aromáticas assadas, que vira e mexe são a estrela da nossa segunda sem carne, só vou mudando os temperinhos. Desta vez decidi acompanhar de um risoto integral de cogumelo que eu amooooo preparar com o mini arroz integral, fica com uma textura linda! As abóboras são facílimas de fazer e podem ser preparadas tanto com a casca como sem elas, mas eu prefiro preparar assim em meia-lua com a casca, e quanto mais fina for a fatia mais seca fica a abóbora, então se você quiser fazer chips de abóbora basta cortar as fatias bem finas. É muito bom também!

Abóbora Aromática com Risoto Integral de Cogumelos2_Figos e Funghis

ABÓBORAS AROMÁTICAS ASSADAS

(serve 3 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1/2 abóbora japonesa com a casca
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (café) de garam masala (uma mistura indiana de especiarias que se encontra pronta)
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • sal rosa a gosto
  • salsa fresca picada
  • queijo cottage para servir (opcional)

 

Modo de Preparo: Preaqueça o forno em 190º por 10 minutos. Lave bem a abóbora, retire as sementes e fatie em meia-lua de mais ou menos 1,5 cm de espessura (para ficarem carnudinhas e caramelizadas). Ajeite as fatias de abóbora em uma assadeira e pincele o azeite, espalhe a garam masala, o mel e finalize com o sal e a salsa picada. Leve ao forno por 30 minutos, ou até perceber que a abóbora está bem dourada e caramelizada nas extremidades. Sirva em seguida.

 

Dica: Esta receita também é uma opção incrivelmente deliciosa para servir como petisco (um belisquete LIGHT diga-se de passagem) acompanhada de queijo cottage, creme de ricota ou iogurte grego para dar aquela chuchadinha…

Abóbora Aromática com Risoto Integral de Cogumelos4_Figos e Funghis

RISOTO INTEGRAL DE COGUMELOS

(serve 3 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 2 xícaras (café) de mini arroz integral (ou outro de sua preferência. O arroz cateto também fica ótimo nesta receita)
  • 2 xícaras (chá) de cogumelos paris picados em cubinhos (aproximadamente 100g de cogumelos)
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 3 colheres (sopa) de cebola bem picada
  • 400ml de caldo de legumes bem quente
  • 1 colher (sopa) de creme de ricota light
  • 1 colher (chá) de ghee (ou manteiga comum)
  • 1 pitada de tomilho desidratado
  • sal a gosto

 

Modo de Preparo: Refogue a cebola em azeite até murchar e em seguida junte o mini arroz. Frite por alguns minutos e cubra com o caldo de legumes. Adicione os cogumelos e tempere com sal. Refogue por um minutinho e cubra com o caldo de legumes. Deixe cozinhar em fogo alto até ferver, tampe e cozinhe por 20 minutos, acompanhando e mexendo de vez em quando. Ao final deste tempo reduza o fogo, adicione mais caldo se achar necessário e junte a manteiga, o tomilho e ajuste o sal. O ponto correto é como o do risoto comum, o grão deve estar macio por fora e um pouco durinho no centro. Por fim acrescente o creme de ricota e deixe dissolver bem. Sirva em seguida.

Abóbora Aromática com Risoto Integral de Cogumelos_Figos e Funghis

Eu espero que vocês gostem tanto quanto eu desta receitinha gostosa, colorida, saudável e sem carne. Porque dá sim para ser feliz sem ter carne no prato todos os dias.

 

Bom Apetite!

 

Risoto de Beterraba

Postado em Arroz, Clássicos, Comfort Food, Dicas, Fácil, Pratos Principais, Receitas Italianas, Restaurantes, Risotos - 28 de novembro de 2016

risoto-de-beterraba2_figos-funghis

O risoto é um verdadeiro coringa na cozinha. Como já falei aqui antes ele pode ser neutro e desta forma acompanha muito bem qualquer tipo de proteína, desde um suculento bacalhau até um corte de cordeiro. A receita de hoje é inspirada em um delicioso risoto de beterraba que a Helena Rizo faz no restaurante Mani, mas como não tenho a receita deles eu o preparei conforme a minha intuição. Sim, eu sei que muita gente não gosta de beterraba, mas sei também que quem gosta vai delirar com este risoto aqui, e garanto que o sabor não fica muito acentuado não, a influência da beterraba contribui mais mesmo é na cor. Lindona por sinal, né?!

 

Se você é daqueles que ama ter um risoto entre as opções de menu das festas de final de ano esta é uma bela sugestão, e na minha opinião combina divinamente bem com um cordeiro ao ponto, rosado por dentro ou com um peixe branco como o robalo ou a pescada cambucu. Eu acho a combinação entre beterraba, queijo de cabra e amêndoas torradas perfeita, mas se você quiser omitir ou substituir algum desses ingredientes fique à vontade. O preparo do risoto é o basicão de sempre, como eu explico em detalhes neste post AQUI , mas o pulo do gato e o truque essencial nesta receita é preparar o risoto com o suco das beterrabas cruas para que a cor se mantenha assim tão viva, pois da primeira vez que eu fiz decidi processar as beterrabas depois de cozinhá-las no vapor e a cor do meu risoto não ficou tão legal quanto desta vez. Se quiser um risoto mais sofisticado para servir como prato único ou impressionar alguém esta é a sua chance!

 

RISOTO DE BETERRABA COM QUEIJO DE CABRA E AMÊNDOAS TORRADAS

(serve 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 4 beterrabas pequenas ou 3 médias descascadas e picadas em cubos
  • 1/3 de xícara (chá) de água filtrada
  • 1 xícara e 1/3 (chá) de arroz próprio para risoto (arbório, carnaroli ou vialone nano)
  • 1/2 xícara (chá) de vinho branco seco
  • 1 e 1/2 litro de caldo de legumes caseiro**
  • 1 folha de louro
  • 1 cebola grande bem picada
  • 1 dente de alho ralado
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • sal a gosto
  • amêndoas com ou sem pele
  • queijo de cabra cremoso (tipo chévre) e salsinha fresca para finalizar

 

Modo de Preparo: Em um liquidificador bata as beterrabas em cubos com a água por alguns segundos até que consiga obter um suco grosso. Se for necessário adicione mais um pouquinho de água para ajudar a bater. Mantenha o caldo bem quente durante todo o preparo do risoto, em uma boca do fogão ao lado da panela do risoto. Em uma frigideira grande e funda (gosto de usar uma wok com cabo para preparar meus risotos) aqueça a manteiga junto com o azeite em fogo alto e refogue a cebola até começar a fritar. Junte o arroz e toste um pouco, mexendo até que todos os grãos estejam recobertos pela mistura de manteiga e azeite. Mantenha o fogo alto ainda. Adicione o vinho branco e deixe o álcool evaporar e o vinho reduzir. Quando o vinho reduzir adicione a folha de louro e comece a adicionar o caldo, uma concha por vez, e mexendo o risoto a cada nova adição do caldo. Quando o arroz começar a cozinhar intercale a adição do suco de beterraba com o caldo restante. Continue regando com o caldo de legumes bem quente (quase fervendo) e com o suco de beterraba e não pare de  mexer o risoto ainda em fogo alto, até que os grãos de arroz estejam al dente, ou seja, ainda um pouco durinhos no centro. Acrescente uma última concha de caldo, mexa novamente e desligue a panela. Acrescente o queijo parmesão ralado, 1 colher de sopa de manteiga gelada e misture delicadamente ao risoto (isto serve para dar brilho e deixar o arroz ainda mais cremoso). Pique e toste as amêndoas rapidamente em uma frigideira bem quente. Distribua o risoto nos pratos, finalize com pedacinhos do queijo de cabra cremoso, adicione uma porção das amêndoas tostadas, com algumas folhas de salsinha fresca e regue com azeite. Sirva em seguida com queijo parmesão ralado na hora, à parte.

 

** Eu explico como faço o meu caldo caseiro de legumes neste post AQUI.

risoto-de-beterraba-final_figos-funghis

 

Bom Apetite!!

 

Tudo o que você precisa saber para preparar o risoto perfeito! E a receita de um delicioso risoto de abóbora!

Postado em Arroz, Clássicos, Comfort Food, Dicas, Pratos Principais, Receitas Italianas, Risotos - 07 de junho de 2016

Risoto de Abóbora com Ragu de Fraldinha_Blog Figos e Funghis

Eu não sei você, mas eu não resisto a um bom risoto, daquele bem cremoso, com o grão no ponto correto e com um sabor amanteigado e intenso. Este que eu acabei de descrever é o meu ideal de risoto perfeito, e acredite, não é tão fácil assim alcançar a perfeição de um risoto, não se deixe enganar pela simplicidade da receita, mas garanto que se você se dedicar e seguir direitinho todos os passos (e os truques) que eu vou dar hoje o seu risoto vai sair lindo e gostosão. A boa notícia é que apesar de exigir um pouquinho de técnica para sair perfeito, o risoto é um prato bem rápido de preparar, e depois que você pegar o jeito vai ser uma praticidade só!

 

Outro dia, falando sobre risotos com o Carlos Bertolazzi ele disse: Risoto tem que abrir no prato, quando não abre no prato não é risoto! E é bem isso mesmo, o bom risoto deve ter um caldo puxando para o cremoso bem abundante, mesmo quando você desligar a panela. Muitas pessoas dizem que o risoto estará pronto quando o caldo secar, mas isto é um erro porque com a temperatura da panela o arroz vai continuar cozinhando e o caldo secando mesmo depois de desligar o fogo. Assim, se você desligar o fogo ainda com uma boa sobra de caldo ele permanecerá úmido e cremoso, e “abrirá” quando for colocado no prato em vez de ficar aquela bola dura e estática no meio do prato como se fosse arroz de sushi requentado…kkkkk. Então já sabe, chegou no restaurante e o seu risoto veio duro em formato de “montinho” não é risoto, é “mixidão de arroz” (maldade). Anote esta primeira regra de ouro: 1) O bom risoto é aquele úmido, que abre no prato ;)

 

Em se tratando de risoto é absolutamente indispensável utilizar arrozes próprios para este tipo de prato, e os mais encontrados por aqui são o arbório, o vianole nano e o carnarolli. Sem eles a receita não será um risoto (e a decepção de pedir um risoto no restaurante e chegar um mixidão com arroz branco amanhecido?!). Outro ponto indispensável na minha opinião é caprichar no sabor intenso do caldo, além de mantê-lo bem quente durante todo o preparo do risoto, pois é nele que o arroz irá cozinhar, então é fácil concluir que quanto mais gostoso e caprichado for o seu caldo melhor será o seu risoto. Aqui vale à pena aquele dedinho a mais de dedicação. O melhor dos mundos seria preparar o caldo caseiro, mas eu sei que muitas vezes simplesmente não rola, não dá tempo, falta ingrediente, demora mais, enfim. Se este for o seu caso relaxe, acontece nas melhores famílias. Mas se você estiver determinado a preparar seu próprio caldo eu tenho uma receitinha basiquérrima que dá super certo e fica pronta em 15 minutos. Em uma caneca coloque 1 litro de água para ferver. Junte 1/2 cebola com um dente de cravo espetado, 1 talo de alho poró cortado em pedaços grandes, 1 cenoura descascada e cortada em pedaços, 1 ramo de cheiro verde, 1 pitada de pimenta moída, 1 colher (café) de sal.

 

Com as regras básicas na cabeça agora resta escolher o sabor do seu risoto e definir se ele terá algum acompanhamento. Eu, por exemplo não costumo colocar carne no risoto se eu quero servi-lo acompanhado de outra carne. Pra mim no mundo dos risotos menos é mais, gosto de fazer risotos com sabores concentrados em um ou dois ingredientes de destaque. É claro que às vezes rola aquele risoto meio ogro, com vários ingredientes como o de linguiça calabresa com pimenta biquinho que já passou por aqui há anos atrás e o de mignon com cerveja preta e mini cebolas caramelizadas, que são incrivelmente saborosos. No caso deste risoto aqui eu escolhi fazer só de abóbora e decidi acompanhar com um ragu de fraldinha que eu preparei na panela de pressão em menos de meia hora. A combinação ficou perfeita, certamente vou repetir outras vezes. Olivia comeu até se fartar (ela ama risoto!), e até repetiu! Mas a regra geral é que risotos mais básicos são mais fáceis de combinar e vão bem com peixes, aves e carnes, porque são mais neutros.

Risoto de Abóbora com Ragu de Fraldinha3_Blog Figos e Funghis

 

RISOTO DE ABÓBORA COM RAGU DE FRALDINHA

(serve 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de arroz para risoto (arbório, vialone nano, ou carnarolli)
  • 2 xícaras (chá) de abóbora japonesa cozida e amassada
  • 1/2 xícaara (chá) da água do cozimento da abóbora
  • 1/2 cebola descascada picada
  • 1 folha de louro
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1/2 xícara (chá) de vinho branco seco
  • pimenta moída a gosto
  • sal a gosto
  • 1 litro de caldo de legumes

 

Modo de Preparo do Risoto: Depois de cozinhar a abóbora amasse-a junto com a água do cozimento (1/2 xícara) e reserve. Mantenha o caldo bem quente durante todo o preparo do risoto, em uma boca do fogão ao lado da panela do risoto. Em uma frigideira grande e funda (gosto de usar uma wok com cabo para preparar meus risotos) aqueça a manteiga junto com o azeite em fogo alto e refogue a cebola até começar a fritar. Junte o arroz e toste um pouco, mexendo até que todos os grãos estejam recobertos pela mistura de manteiga e azeite. Mantenha o fogo alto ainda. Adicione o vinho branco e deixe o álcool evaporar e o vinho reduzir. Quando o vinho reduzir adicione a folha de louro e comece a adicionar o caldo, uma concha por vez, e mexendo o risoto a cada nova adição do caldo. Quando o arroz começar a cozinhar junte o purê de abóbora. Continue regando com o caldo de legumes bem quente (quase fervendo) e não pare de  mexer o risoto ainda em fogo alto, até que os grãos de arroz estejam al dente, ou seja, ainda um pouco durinhos no centro. Acrescente uma última concha de caldo, mexa novamente e desligue a panela. Acrescente 1 colher de sopa de manteiga gelada e misture delicadamente ao risoto (isto serve para dar brilho e deixar o arroz ainda mais cremoso). Sirva em seguida com queijo ralado na hora, e o acompanhamento de escolher.

 

Ingredientes do Ragu:

  • 500g de fraldinha bem limpa cortada em cubos
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 250ml de cerveja escura
  • 1/2 xícara (chá) de suco de tomate (ou molho puro)
  • 1 colher (sopa) de óleo de girassol
  • sal e pimenta a gosto
  • salsa fresca para finalizar

 

Modo de Preparo do Ragu: Na panela de pressão coloque o óleo para esquentar e refogue a cebola, e depois o alho. Junte os cubos de carne e deixe selar de todos os lados. Regue com a cerveja escura, com o suco de tomate e tempere com pimenta e sal. Feche a panela e deixe cozinhar em fogo alto até pegar pressão, aí reduza para o fogo médio, conte 30 minutos e desligue. Sirva sobre o risoto e finalize com salsa fresca.

 

Risoto de Abóbora com Ragu de Fraldinha2_Blog Figos e Funghis

 

Espero que as dicas tenham sido úteis, e se fizer já sabe, volta aqui pra me contar!

 

Estou também no Instagram, no Facebook, no Twitter e no SNAPCHAT (essa rede social complicadinha no começo mas muito divertida porque você pode acompanhar tudo em vídeo e praticamente em tempo real!)

 

Beijo, beijo!

 

Baião de Dois – uma delicia brasileiríssima

Postado em Arroz, Clássicos, Comfort Food, Pratos Principais - 11 de maio de 2016

Baião de Dois_ Blog Figos e Funghis

Se tem uma receita brasileiríssima que eu amo de paixão é o Baião de Dois! Eu simplesmente não resisto quando encontro um pela frente! Outro dia dando um passeio pela TV vi um trecho do programa da Rita Lobo em que ela preparava o prato, e fiquei babando. Óbvio que depois daquelas cenas eu precisava fazer o baião de dois para matar a vontade.

 

É claro que não posso deixar de ressaltar que além de delicioso o baião de dois pode ser também o rei da praticidade e do reaproveitamento, pois se você já tiver arroz e feijão prontos na geladeira mais da metade da sua receita já está garantida! Por outro lado, se você quiser preparar tudo do zero terá um pouquinho de trabalho, não posso mentir, mas nada que a delicia do resultado final não compense…

 

Para preparar a receita eu usei algumas dicas da Rita Lobo, como a de fritar os cubinhos de queijo coalho até ficarem crocantes e a de cozinhar o arroz no caldo em que se cozinhou o feijão, mas dei uma adaptada nos temperos e em outros detalhezinhos já que eu não me seguro e nunca consigo seguir uma receita à risca, até porque nunca anoto nada. Eu já tinha feito baião de dois antes, mas usei uma receita da minha avó que levava também linguiça e torresmo, talvez seja uma invenção dela já que nunca vi em lugar nenhum colocar linguiça no baião. Dessa vez fiz o prato da maneira mais light possível. Bem, o que você precisa saber antes de preparar a receita é que ela não é uma bomba calórica, é bem nutritiva mas sem exageros. Você sempre poderá optar por usar arroz integral ou multigrãos em lugar do arroz branco, e sempre poderá abrir mão do queijo coalho crocante, o que garantirá um resultado ainda mais skinny ;) kkkk

Baião de Dois 2_Blog Figos e Funghis

BAIÃO DE DOIS

(serve 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de arroz branco cru
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de feijão fradinho cru
  • 400g de carne seca já dessalgada, cozida e desfiada**
  • 1 cebola pequena bem picada
  • 2 dentes de alho bem picados
  • 1 dente de alho inteiro
  • 2 folhas de louro
  • 1/2 xícara (chá) de salsinha fresca picada
  • 2 colheres (sopa) de coentro fresco bem picado
  • 2 colheres (sopa) bem cheias de manteiga ghee
  • 1 fio de azeite
  • pimenta e sal a gosto
  • 2 palitos de queijo coalho para finalizar

 

Modo de Preparo: Coloque o feijão em uma panela de pressão e cubra com o triplo da quantidade de água. Junte o dente de alho inteiro descascado, um pouco de sal e as folhas de louro. Coloque no fogo alto e quanto a panela pegar pressão reduza um pouco a chama e deixe cozinhar por apenas 15 minutos, então desligue, escorra imediatamente (se continuarem na água quente continuarão cozinhando e ficarão moles, o que para o baião não é legal) e reserve os grãos separadamente do caldo. Refogue em uma panela a cebola e o alho picado em um fio de azeite e assim que a cebola ficar transparente junte o arroz cru e frite por uns 2 minutos. Tempere como de costume e cozinhe no caldo do feijão, se precisar adicione água até atingir a medida do dobro de água para a quantidade de arroz cru utilizado. Cozinhe em fogo alto até ferver e depois em panela semi tampada em fogo reduzido até que os grãos estejam bem soltinhos e cozidos. (dica: se você não quiser errar de jeito nenhum um truque é usar o arroz parbolizado). Com o arroz e o feijão já prontos e reservados pique o queijo coalho em cubos médios e aqueça a manteiga ghee numa panela grande (de preferência uma panela do tipo wok ou frigideira grande). Frite os cubos de queijo coalho na manteiga ghee até que estejam crocantes e dourados. Escorra em papal absorvente e refogue a carne seca já cozida e desfiada nesta mesma panela. Em seguida junte metade da salsinha, o arroz e os grãos de feijão. Misture tudo muito bem e deixe aquecer bem em fogo alto, mexendo sempre para não queimar no fundo. Desligue o fogo, acrescente a salsinha restante e o coentro e se quiser regue com um fio de azeite, antes de misturar tudo novamente. Sirva com os cubinhos de queijo coalho por cima e acompanhe com couve ao alho e óleo. Bom demais!!!

Baião de Dois 3_Blog Figos e Funghis

E aí, gostou da receita? Comente e compartilhe com os amigos!

 

Acompanhem também as novidades do blog e um pouco do meu dia a dia pelo Instagram! Espero vocês lá: @figosefunghis

 

Também estou no SNAPCHAT, no PINTEREST, no FACEBOOK e no Twitter ;)

 

Beijos,

Fabi

Bolinho de Arroz sem Glúten – facílimo de fazer!

Postado em Arroz, Clássicos, Comfort Food, Comidinhas, Dicas, Entradas, Fácil, Gastronomia Funcional, Petiscos, Receitas de 30 minutos, Receitas Especiais (s/ Glúten/Lactose), Receitas Rápidas, Vegetarianas - 18 de abril de 2016

Bolinhos de Arroz sem Gluten_F&F

Eu sou simplesmente apaixonada por bolinho de arroz desde que me entendo por gente. Bom, na verdade eu sou apaixonada por arroz, qualquer um deles, e quando tenho a possibilidade de transformar aquele arroz simples que sobrou na geladeira em deliciosos bolinhos crocantes por fora e macios por dentro eu não desperdiço não!

 

Por outro lado, como vocês bem sabem eu não tenho o hábito de fazer frituras em casa, e sempre que posso adapto a receita para prepará-la no forno, mas como tudo na vida tem suas exceções dessa vez eu me rendi ao pedido dos amigos durante o feriado de Páscoa que passamos juntos e preparei os bolinhos fritos mesmo, mas sem peso na consciência, porque se eu vou sair da rotina e dar uma pisadinha na jaca acredito que preciso no mínimo ter prazer com isso! Bolinhos de arroz estão entre as únicas 5 receitas que eu não resisto preparadas fritas. Feriado na praia entre amigos e uma cozinha super equipada foram motivos suficientes para que eu me enfiasse na cozinha (por sorte tínhamos uma ajudante na casa e tenho 2 amigos na turma que também gostam de cozinhar. Sim, homens, a mulherada por ali não curte muito pilotar um fogão…kkkk), e numa dessas aventuras decidi preparar os bolinhos de arroz para petiscarmos antes do almoço, mas quando já estava preparando a massa descobri que tínhamos apenas farinha de mandioca na despensa, e nenhuma outra alternativa, se não dirigir até o mercado mais próximo, pegar 1 hora de fila para passar a compra, mas esta de fato não era uma alternativa, se não os bolinhos para petisco virariam bolinhos para o café da tarde. Resolvi arriscar e fui de farinha de mandioca mesmo, e não é que o resultado foi incrível?! Gente, vocês não acreditam que delicia, os bolinhos preparados com farinha de mandioca demoram um pouco mais para fritar e formam uma camada de espuma na superfície enquanto fritam, mas quando ficam prontos ficam leves, crocantes por fora e macios por dentro, muito saborosos e por não ter glúten mesmo sendo fritos não deixam o estômago pesado. Eu amei, os amigos amaram e agora em casa só vai ter bolinho de arroz sem glúten. Adoro quando os imprevistos proporcionam descobertas :)

 

Da próxima vez que fizer vou tentar deixar a massa mais consistente para fazer no forno, mas aí é uma outra experiência que eu venho contar pra vocês depois. E me desculpem pela foto – a única – que tirei dos bolinhos prontos. Eles acabaram tão rápido que não consegui fazer mais nada a não ser salvar alguns para não ficar sem…hahahaha.

 

 

RECEITA DE BOLINHO DE ARROZ SEM GLÚTEN 

(rende aproximadamente 25 unidades)

 

Ingredientes:

  • 4 xícaras (chá) de arroz branco pronto
  • 4 ovos
  • 2/3 de xícara (chá) de farinha de mandioca fina
  • 1 tomate sem sementes bem picado
  • ½ cebola bem picada
  • 1 dente de alho triturado ou ralado
  • ½ xícara (chá) de cheiro verde picado
  • 150g de queijo parmesão ralado (se quiser os bolinhos sem lactose use queijo sem lactose, mas use um bem firme)
  • 1 fio de azeite
  • Pimenta e sal a gosto
  • Óleo de girassol para fritar (ou outro de sua preferência)

 

Modo de Preparo: em uma tigela coloque o arroz, faça um buraco no meio e quebre todos os ovos. Depois junte o cheiro verde picado, o queijo parmesão, a cebola, o tomate, o alho, o azeite e misture novamente. Adicione pimenta a gosto (ou pimenta fresca picada ou pimenta seca moída), sal se achar necessário e misture novamente. Por fim adicione aos poucos a farinha de mandioca até dar liga, talvez precise de mais farinha, talvez de menos farinha, depende do tamanho dos ovos que estiver usando. Coloque óleo suficiente na panela para fritar todos os bolinhos (para esta quantidade da receita usei 1 litro) e deixe aquecer bem, até fazer o teste do palito de fósforo e ele acender no óleo (ou então coloque apenas uma pontinha da massa no óleo, se borbulhar rapidamente é porque está no ponto certo). Com a ajuda de duas colheres de sopa – coloque uma porção em uma colher e aperte com a outra, modele os bolinhos e vá colocando no óleo. Frite dos dois lados até dourar (forma um pouco de espuma por cima dos bolinhos por causa da farinha de mandioca, mas é normal), depois escorra o máximo que conseguir de gordura em papel absorvente e sirva com salsinha fresca picada por cima.

 

Dicas:

1) A proporção sempre será de 1 xícara de arroz para 1 ovo se quiser fazer mais ou menos bolinhos.

2) Você também pode picar ou ralar outros tipos de queijo e misturar na massa, ou até mesmo rechear com cubinhos de queijo. Para preparar uma versão sem lactose basta substituir o queijo parmesão por um queijo sem lactose de massa firme.

 

Bom Apetite!

 

Arroz Farofado Express

Postado em Acompanhamentos, Arroz, Fácil, publieditorial, Receitas de 30 minutos, Receitas de Família, Receitas Rápidas, Vegetarianas - 13 de janeiro de 2016

Arroz farofado express_F&F

Outro dia repassando algumas receitas do blog eu descobri que nunca postei aqui uma receita que é um verdadeiro clássico na minha família: o arroz “farofado”! Bom, sei que o nome não é dos mais ortograficamente corretos, mas desde criança eu conheço a receita por este nome então acho que tenho licença poética para transgredir um pouquinho só a língua portuguesa né?! hahahah

 

Muitos de vocês já devem ter se deparado com este tipo de receita em mesas de churrasco, e ela é realmente deliciosa, mas o que mais me conquista nela é a praticidade e a rapidez no preparo! E os motivos são bem simples: utiliza-se arroz que já esteja pronto, farofa também já pronta e temperada e outros poucos ingredientes que você quiser acrescentar. No meu eu gosto de usar sempre cenoura ralada, milho verde e salsinha, mas minha mãe coloca ainda ovo cozido picado e pimentões vermelhos. Também fica uma delicia! É um prato super democrático e combina perfeitamente com churrasco. A farofa dá um toque crocante ao arroz e você pode prepará-lo poucos minutos antes de servir, de tão simples e tão rápida que é esta receita. Serve também para improvisar um almoço gostoso nos dias de correria.

 

Esses dias voltei de férias depois de passar quase 20 dias fora da minha casa, ou seja, geladeira estava praticamente vazia e o que me salvou foi a despensa. Nela eu tinha um pacote de arroz pronto e já temperado que pode ser aquecido em forno de micro-ondas, um lançamento que a Uncle Bens havia me mandado para testar. Trouxe das minhas férias um pacote de farofa de milho temperada que ganhei de um amigo que mora em Goiás, aí foi só juntar milho cozido, cenoura ralada, salsinha da horta e pronto, em menos de 10 minutos, sim, eu disse 10 minutos!!! eu tinha um arroz farofado super delicioso para o almoço, na companhia de um bife grelhado. Aqueci o arroz no micro-ondas e depois juntei tudo direto na tigela de servir, não sujei nem uma panela sequer, eba, isto quer dizer que esta receitinha faz parte do #MovimentoPanelaLimpa kkkk. E não precisei de mais nada para ser feliz!

 

ARROZ FAROFADO EXPRESS

(serve até 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 240g ou 2 xícaras de chá de arroz pronto (branco ou integral)
  • 1 caixinha de milho verde cozido
  • 1 cenoura grande descascada e ralada
  • 1/2 xícara (chá) de farofa pronta temperada (à sua escolha)
  • 1/3 xícara (chá) de salsa fresca bem picada
  • 1 fio de azeite

 

Modo de Preparo: Aqueça o arroz conforme as instruções da embalagem. Já na tigela que irá servir misture o arroz, o milho, a cenoura, a salsinha e o fio de azeite. Depois junte o arroz e a farofa já temperados. Mexa tudo delicadamente, enfeite com salsa fresca e sirva. Mais fácil impossível!

 

Arroz farofado express2_F&F

 

Ah, quanto ao arroz pronto testado está super aprovado, o tempero é suave e os grãos são soltinhos, além de ser um quebra galho enorme pela praticidade, mas se você quiser fazer o teste também fique sabendo que por enquanto esta linha só está sendo vendida na região Sul do país, ou seja, nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Beijinhos!

 

artigo-patrocinado_FF

Bobó Vegetariano de Pupunha

Postado em Arroz, Comfort Food, Dicas - 18 de maio de 2015

Bobó de Pupunha_F&F

Hoje pessoas do mundo todo aderem ao projeto “Segunda sem Carne”, que se propõe a conscientizar as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal* para alimentação tem sobre  os animais, a sociedade, a saúde humana e  o planeta, convidando-as a tirá-los do prato pelo menos uma vez por semana e a descobrir novos sabores. A campanha é tão séria e já ganhou tantos adeptos que já tem até livro de receitas especiais.

 

Bom, a verdade é que aqui em casa ninguém precisa de desculpa para não comer carne em um dia específico da semana, porque amamos receitas vegetarianas e leves e sempre que temos vontade a carne não entra mesmo na refeição. Mas, por outro lado eu super apoio a campanha porque acho que além de ser bacana para o planeta este esforço em conjunto, também é bom para aguçar a criatividade das pessoas ao prepararem suas refeições nesta ocasião, afinal de contas preparar arroz, feijão, legumes cozidos e salada é sempre delicioso mas vamos combinar que não é nada criativo. A verdade é que no esforço de criar algo gostoso o suficiente para fazer com que a falta da carne não seja sentida corremos o sério risco de acertar e produzir algo extremamente saboroso.

 

Então, como hoje é segunda e eu tenho várias receitas deliciosas aguardando serem publicadas, escolhi para hoje este Bobó Vegetariano de Palmito Pupunha para incentivar a #segundasemcarne :) Gente, vocês não tem ideia de como este bobó é bom! Muito saboroso e tão fácil de fazer que você vai se surpreender demais com o que uma receita simples pode fazer por uma refeição vegetariana, cheia de sabor, de cor e de saúde também porque nada aí esbanja gordura ou faz mal. Mas ó, já vou avisando que é mas não é um bobó ok? Ele tem base de mandioquinha sim, mas junto com abóbora e outras coisinhas gostosas, e tem uma pegada meio thai porque eu sirvo com arroz de jasmim. Aliás, para quem nunca preparou o arroz de jasmim acompanha as dicas aqui embaixo porque é facílimo de fazer!

 

BOBÓ VEGETARIANO DE PALMITO PUPUNHA

(serve 4 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 400g de palmito pupunha fresco em toletes
  • 2 xícaras (chá) de abóbora japonesa descascada e cortada em cubos
  • 2 mandioquinhas descascadas e fatiadas
  • 1/2 pimentão vermelho sem sementes picado
  • 1 tomate italiano picado
  • 1 cebola grande picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 colheres (sopa) de azeite de dendê
  • 4 colheres (sopa) de leite de coco
  • 1 pimenta dedo de moça sem sementes picada
  • salsa fresca picada à gosto
  • coentro fresco picado à gosto
  • sal à gosto
  • sumo de 1/2 limão tahiti

 

Modo de Preparo: Coloque a abóbora picada, a mandioquinha, o tomate, o pimentão a cebola e o alho picados em uma panela e cubra com água. Deixe ferver e abaixe o fogo. Quando os legumes estiverem todos bem macios desligue o fogo e bata a mistura com um mixer ainda na própria panela, até que forme um creme. A consistência deverá ficar grossa mas escorrendo da colher, e não como um purê, então se precisar adicione mais água filtrada após bater a mistura da panela até acertar na consistência. Retorne a panela ao fogo e adicione o palmito cortado, a pimenta, o azeite de dendê e o leite de coco. Cozinhe por 15 minutos em fogo médio, ajuste o sal e desligue. Esprema o limão sobre o bobó e antes de servir salpique salsa e coentro frescos à gosto. Finalize com pimenta dedo de moça picada e sirva acompanhado de arroz de jasmim*

 

Bobó de pupunha 2_F&F

Para o ARROZ DE JASMIM

Como eu gosto de preparar: Para cada xícara de chá de arroz de jasmim ferva 1 liro de água. Quando a água estiver fervendo coloque nela o arroz de jasmim, uma folha de louro, um pau de canela e uma boa pitada de sal. Mexa e deixe cozinhar por 10 minutos. A textura do grão deve ser al dente. Escorra o arroz em um escorredor de massa e depois retorne para a panela tampada em fogo bem baixo por mais 3 minutos. Sirva em seguida com gergelim e castanha de caju salpicados por cima. Acompanha bem cozidos encorpados e aromáticos como os pratos típicos da cozinha indiana e thailandesa.

 

Bobó de pupunha3_F&F

 

Quer acompanhar de pertinho tudo o que rola aqui na minha cozinha e no meu dia a dia? Então me adiciona lá no Instagram (@figosefunghis) e não perca nenhuma novidade! Receitinhas vapt vupt, dicas de lugares, dicas de produtos e muita comida gostosa é o que você vai encontrar por lá!

 

Beijo!

Arroz com tomates, linguiça defumada e vinho tinto

Postado em Arroz, Comfort Food, Comidinhas, Fácil, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 16 de junho de 2014

Arroz com tomates, linguiça defumada e vinho_F&F

 

Sabe aquela geladeira abastecida com o que sobrou do final de semana? Ela pode render muitas opções de comidinhas que você nem imagina, como esta deliciosa receita de arroz com tomates, linguiça defumada e vinho tinto que ficou mesmo de babar!

 

Um pacotinho de linguiça defumada daqui, uns tomates dali, umas cebolas, um restinho de vinho tinto, uma porção de arroz integral que já estava cozido e pronto, estava feita a minha alegria. E com tantas tarefas e dias atribulados por aqui nada foi tão bom quanto este prato aí da foto, que foi preparado e não mais do que 15 minutos! Pois é, o improviso às vezes surpreende e produz maravilhas!

 

ARROZ COM TOMATES, LINGUIÇA DEFUMADA E VINHO

(serve 1 pessoa)

 

Ingredientes:

  • 2 linguiças tipo calabresa defumada fatiadas
  • 8 tomatinhos do tipo cereja ou uva
  • 1 cebola grande fatiada
  • 1 xícara (chá) de arroz integral (ou branco) já cozido
  • 4 colheres (sopa) de vinho tinto seco
  • 2 dentes de alho bem picados
  • azeite a gosto
  • pimenta e sal a gosto
  • salsa fresca picada

 

Modo de Preparo: Numa frigideira bem quente coloque um fiozinho de azeite e adiciona a linguiça fatiada. Deixe dourar bem e acrescente a cebola. Refogue por uns 3 minutos e junte o alho picado e os tomatinhos. Quando a cebola estiver bem murchinha junte o vinho tinto e mexa. Refogue por uns 5 minutos mexendo e junte o arroz, a salsinha e regue com azeite, mexendo e deixando cozinhar em fogo baixo com a frigideira tampada. Quando o arroz estiver bem quente junte mais azeite e salsinha e pronto! Pode comer e ser feliz!

 

Bom Apetite!

 

Quer ficar mais pertinho de mim? Então segue o Figos e Funghis no Facebook, Instagram e Twitter! As redes sociais do blog estão sempre cheias de novidades, fotos, dicas de lugares e um gostoso bate papo virtual :)

 

Risoto de Filé com Cerveja Preta e Mini cebolas caramelizadas

Postado em Arroz, Carnes, Comfort Food, Fácil, Pratos Principais, Receitas Italianas, Risotos, Sem categoria - 02 de maio de 2014

Risoto de mignon cerveja e mini cebolas_F&F

 

Há tempos que eu não fazia risoto, acho que é porque teve uma época em que todo final de semana tinha um risoto aqui em casa, principalmente durante a gravidez, fase em que arroz era dos poucos alimentos que me apetecia. Fiz tanto, comi tanto que acabei enjoando…mas, como risoto é sempre risoto, um dia você acorda com aquela vontade de comer um bem feitinho e aí resta apenas ir para a cozinha e se jogar no arroz arbóreo ;)

 

Bem, foi o que eu fiz, e uma das minhas partes preferidas no dia de fazer risoto é a escolha dos ingredientes. Adoro ficar inventando mil combinaçõezinhas e desta vez a união de iscas de filé mignon, mini cebolas caramelizadas e cerveja escura fizeram a minha alegria num risoto cheio de sabor e personalidade!

 

RISOTO DE FILÉ MIGNON COM CERVEJA PRETA E MINI CEBOLAS CARAMELIZADAS

(serve 2 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de arroz arbóreo
  • 1 cebola bem picada
  • 2 dentes de alho bem pciados
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 250g de filé mignon cortado em iscas ou tirinhas
  • 1 xícara (chá) de mini cebolas cruas ou em conserva
  • 1 xícara (chá) de cerveja preta (pode ser até aquela mais doce)
  • 1,0 litro de caldo de legumes ou de carne
  • pimenta e sal a gosto
  • salsa fresca picada a gosto
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • queijo parmesão ralado para finalizar

 

Modo de Preparo: Coloque o caldo para aquecer e mantenha-o bem quente durante todo o preparo do risoto. Em outra panela refogue a cebola picada em azeite e depois junte o alho, a carne, o arroz e frite bem. Regue com a cerveja preta. Em outra panelinha salteie as mini cebolas em um fio de azeite e deixe que caramelizem, em fogo baixo. Adicione uma concha de caldo de cada vez ao risoto, mexendo sempre e esperando que a última concha de caldo esteja totalmente absorvida para adicionar a próxima. Repita este processo até que o arroz esteja al dente . Por fim ajuste o sal e a pimenta, junte as mini cebolas caramelizadas, regue com uma boa concha de caldo, junte a manteiga e misture tudo delicadamente. Adicione a salsinha picada, regue com um fio de azeite e tampe para descansar fora do fogo por uns 2 minutos. Sirva em seguida com queijo parmesão ralado a gosto.

 

Bom Apetite!

 

Arroz turco com ossobuco ao vinho

Postado em Arroz, Carnes, Comfort Food, Fácil, Pratos Principais - 20 de fevereiro de 2014

Arroz turco com ossobuco_reduzida_F&F

 

Às vezes tudo o que queremos é uma receita que agrada, que abraça, que nos deixa extremamente felizes e satisfeitos. Este é o caso da receita de hoje, um arroz turco (foi assim que eu o batizei) cheio de coisinhas deliciosas e para acompanhar, uma das carnes que eu mais amo: ossobuco!

 

E sabe a melhor parte? é que este arroz vai naquela linha de juntar todos os ingredientes na mesma panela e cozinhar, o que torna tudo muito prático! E é incrível como todos os ingredientes combinam bem entre si, deixando esta receita muito especial. Se não quiser fazer o ossobuco o mesmo arroz também combina com espetos de filé mignon, ou com um frango bem aromático preparado na brasa e até com peixe. O ossobuco também foi facílimo de fazer pois escolhi o cozimento na panela de pressão e fiz um molho bem aromático com vinho tinto. Pra mim o melhor do ossobuco ser preparado desta forma é que ele chega ao prato simplesmente desmanchando de tão macio. Ou seja, vale à pena investir nesta receita para um almoço de domingo com a família, por exemplo ;) Tenho certeza que todos sairão felizes!

 

ARROZ TURCO COM OSSOBUCO AO VINHO

(serve 4 pessoas)

 

Ingredientes para o arroz:

  • 1 e 1/2 xícara (chá) de arroz branco tipo agulha
  •  1 xícara (chá) de lentilhas secas
  • 1 xícara (chá) de macarrão cabelo de anjo (ou capelini) quebrado em pedaços pequenos
  • 1 abobrinha italiana média ralada (use apenas a parte em torno do miolo, descartando as sementes)
  • 1 cebola grande picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (café) de pimenta síria
  • 1 pitada de canela em pó
  • 1/2 xícara (chá) de salsa fresca picada
  • pimenta e sal a gosto

 

Ingredientes para o Ossobuco:

  • 6 peças grandes de ossobuco 
  • 1 xícara (chá) de vinho tinto ou branco
  • 1 xícara (chá) de suco de tomate
  • 1 xícara (chá) de água
  • 1 cenoura grande descascada e cortada em cubinhos
  • 1 cebola grande picada
  • 1 alho poró picado
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 ramo de alecrim fresco
  • 1 folha de louro
  • 4 colheres (sopa) de azeite (ou óleo vegetal da sua preferência)
  • 1 colher (café) de sal com pimenta (ou lemon pepper)

 

Modo de Preparo: Na panela de pressão prepare o ossobuco: refogue no azeite (ou óleo vegetal) a cebola, o alho poró e o alho picados até murcharem. Junte os pedaços de ossobuco e deixe fritar de todos os lados, para selar a carne. Junte a cenoura, o vinho, o suco de tomate, o louro, o alecrim, o lemon pepper e a água e tampe a panela. Cozinhe em fogo alto até pegar pressão, depois reduza o fogo para o médio e deixe cozinhar por 40 minutos. Abra a panela e se a carne estiver macia no ponto desejado reixe o molho reduzir um pouco em fogo baixo, se não deixe macia o suficiente deixe mais alguns minutos na pressão. Tudo vai depender da potência do seu fogão, fique de olho na panela. Enquanto cozinha a carne  em outra panela  prepare o arroz. Comece refogando a cebola e o alho no azeite junto com o macarrão quebrado até o macarrão ficar bem douradinho. Junte o arroz, a lentilha, a abobrinha ralada, a pimenta síria e a canela e frite bem, até o arroz ficar mais seco. Regue com 3 xícaras de chá de água, a salsa picada, a pimenta e o sal e cozinhe em fogo alto até ferver, depois reduza o fogo para o baixo com a panela parcialmente tampada até que esteja o arroz e a lentilha estejam cozidos. Sirva o ossobuco sobre o arroz em uma grande travessa, ou em pratos individuais.

 

Bom Apetite!

 

Arroz Integral de Bacalhau

Postado em Arroz, Bacalhau, Comfort Food, Dicas, Fácil, Pratos Principais, Receitas Rápidas - 27 de junho de 2013

Arroz de bacalhau_F&F

Este arroz de bacalhau é muito saboroso, nutritivo e uma ótima opção para reaproveitamento de bacalhau, como foi o meu caso, porque não só de bolinhos vivem as sobras do bacalhau do dia anterior.

Continue Lendo …

Arroz de Braga

Postado em Arroz, Clássicos, Comfort Food, Fácil, Frango, Pratos Principais, Receitas de Família - 10 de junho de 2013

10_06_2013_14_24_43

 

Este arroz é o típico prato rápido e prático de ser preparado, talvez seja por este motivo que eu cresci comendo o arroz de braga preparado pela minha mãe. Esta receita é dela e é tão boa que eu simplesmente continuo seguindo-a à risca, pois não acho necessário qualquer aprimoramento ou adaptação. A não ser pelo fato de que eu prefiro usar as favas grandes quando eu encontro (aquelas que parecem grandes feijões brancos).

Continue Lendo …

Arroz 7 grãos com mexilhões

Postado em Arroz, Comfort Food, Fácil, Frutos do Mar, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 17 de maio de 2013

16_05_2013_12_18_18

 

Eu amo frutos do mar e sempre que tenho oportunidade compro frescos, mas quando não consigo acabo comprando congelados mesmo. Hoje há boas marcas disponíveis no mercado, e os mexilhões por exemplo podem ser encontrados pré-cozidos e embalados a vácuo, o que conserva seu sabor, cor e frescor mesmo depois de congelados.

Continue Lendo …

Arroz Carreteiro

Postado em Acompanhamentos, Arroz, Clássicos, Comfort Food, Comida de Fazenda, Fácil - 07 de janeiro de 2013

Para estrear as receitinhas de 2013 eu trouxe hoje mais uma receitinha deliciosa da minha mãe, este arroz carreteiro que ela faz lindamente e que não dá para parar de comer enquanto a panela não chega ao fim, de tão bom que é! Acho que o segredo é o amor de mãe na comida, mas também a forma como ela prepara a carne seca, deixando de molho na água por algumas horas, trocando a água e depois desfiando cada pedacinho retirando toda gordura. É como eu sempre digo, quando se faz a comida com carinho e dedicação não tem como não ficar boa!

Continue Lendo …

Jambalaya de linguicinha, couve e milho

Postado em Arroz, Dicas, Fácil, Pimenta, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas - 26 de novembro de 2012

Ueba! Jambalaya! Sim, eu fico feliz desse jeito diante de um prato de arroz, ainda mais se for um arroz tão delicioso, colorido e enfeitadinho como este. Já falei uma vez aqui sobre a Jambalaya, um tradicional prato da culinária creole que nada mais é do que um mexidão de arroz com vários temperinhos e muita pimenta. As receitas mais tradicionais de jambalaya são as de camarão, de frango e de linguiça, todas muito coloridas, saborosas e apimentadas ;) A receita da Jambalaya de Camarão até já rolou aqui no blog.

Continue Lendo …

Picadinho na cerveja

Postado em Arroz, Carnes, Comfort Food, Curiosidades, Fácil, Pratos Principais, Receitas Rápidas - 09 de novembro de 2012

Em casa nós amamos um picadinho de carne, principalmente por conta do molhinho muito saboroso que se forma durante o cozimento e que depois vai direto sobre o arroz. Pra mim o picadinho é um dos ícones da comfort food, adultos e crianças amam este prato.

Continue Lendo …

Risoto de Frango

Postado em Arroz, Comfort Food, Comida de Fazenda, Fácil, Frango, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Receitas Rápidas, Risotos - 29 de outubro de 2012

Um delicioso risoto de frango é super fácil de fazer e com poucos ingredientes você consegue um jantar incrível! Ah, sobrou aquele franguinho assado lindo do almoço de domingo? Desfiar a carne e fazer um belo risoto é uma opção a ser muito considerada.

Foi assim que eu preparei este risoto, com frango assado desfiado que sobrou do almoço, mais cenoura ralada, mais alguns temperinhos e pronto, ficou uma delícia! O desperdício nunca vale à pena, reaproveitar é a palavra chave nos dias atuais e na verdade desperdiçar chega até a ser cafona. Se eu tivesse jogado o frango que sobrou e que ainda estava em perfeitas condições de consumo eu não teria esta refeição tão saborosa.

Continue Lendo …

Abobrinhas recheadas com arroz à grega

Postado em Abobrinha, Acompanhamentos, Arroz, Comidinhas, Fácil, Light, No forno, Vegetarianas - 17 de outubro de 2012

Não é novidade pra ninguém que eu amo abobrinha e que elas não faltam na minha geladeira. Então imaginem como eu surtei de emoção quando avistei estas abobrinhas tão lindas, redondinhas e nas cores verde e amarelo. Ah, foi amor à primeira vista! Sempre que via estas abobrinhas nos livros de receita gringos eu ficava sonhando com o dia que iria tê-las na minha cozinha….coisa de louco né? Sim, mas só Loucos por Abobrinha (aproveite e veja este post especial com abobrinhas AQUI) :)

Continue Lendo …

Risoto de Cogumelos

Postado em Arroz, Clássicos, Cogumelo, Comfort Food, Pratos Principais, Receitas de 30 minutos, Risotos, Vegetarianas - 01 de outubro de 2012

Pra mim este post deveria ser repleto de coraçõezinhos de tanto que eu sou apaixonada por este risoto de cogumelos. É simplesmente delicioso, perfumado, com uma cor muito convidativa e o melhor de tudo: tem muito cogumelo, e de vários tipos! Com o Natal já tão perto, dá para considerar preparar este risoto para um jantar super especial, não acham? 

Continue Lendo …