Frigideira de lentilhas com ovos e como reaproveitar bem as sobras dos alimentos

quarta-feira, 04 de outubro de 2017

Frigideira de lentilhas capa_F&F

Acho que a maioria de vocês já se deu conta disso e certamente já adota algumas práticas para evitar o desperdício de alimentos, mas eu acho este assunto tão importante que faço questão de dar uma reforçadinha nisso. Em pleno ano de 2017 e com as diversas crises sucessivas pelo mundo – econômica, ambiental, migratória, epidêmica, e principalmente a mais dolorida delas: A FOME – não podemos simplesmente virar as costas, deixar as coisas acontecerem e só ficarmos reclamando. É mais que o momento de fazermos a nossa parte, ainda que essa nossa parte seja feita dentro dos nossos limites, dentro das nossas casas, com nossas famílias e amigos, e na minha opinião uma das coisas que podemos – e devemos – fazer é criar e praticar uma consciência sustentável com relação à alimentação da nossa família, começando por evitar ao máximo e com medidas inteligentes o desperdício de alimentos.

 

Este é um assunto bem sério, principalmente porque uma quantidade obscena de alimento é desperdiçada diariamente no mundo todo, enquanto muitas pessoas sofrem com a falta dele. É óbvio que não podemos controlar grande parte dos fatores que causam esse tipo de “distúrbio”, como por exemplo as super safras que saem do controle, não tem consumo correspondente ao final e muitas vezes acabam sendo queimadas, inutilizadas mesmo estando perfeitas para o consumo para não causar uma queda brusca de preço e “desequilibrar a economia”. Nem vou entrar no mérito de como essa prática a meu ver é ridícula e me revolta, mas vou entrar no mérito de como podemos fazer nossa parte em casa, na administração da nossa rotina.

 

Na minha casa eu descobri com o tempo que fazer sempre uma lista de compras e planejar o cardápio da semana são práticas fundamentais para se evitar o exagero nas compras e consequentemente o desperdício. Outra tática que eu adoto é fazer as compras semanalmente, e não mensalmente. Até porque quando você faz a famosa compra do mês não é possível comprar todos os alimentos frescos para consumo durante aquele próximo período porque eles são perecíveis, e aí o resultado é que além da tal compra do mês você vai ter que voltar ao mercado ou ao hortifruti algumas outras vezes no mês para comprar aquilo que faltou, e nisso acaba comprando vários outros itens dos quais não precisava. Eu também não compro nada por quilo, mas por unidade. Por exemplo, eu já sei que 3 batatas grandes vão render batatas rústicas em quantidade suficiente para um almoço ou jantar de uma “familinha de 3” como é a minha, e se a batata entra só uma vez naquele meu cardápio da semana eu não tenho porque comprar mais do que 3 batatas. Me habituei a raciocinar em quantidade e não em peso e isso vem dando certo.

 

Ocorre que nem sempre tudo segue aquele roteirinho teoricamente perfeito que planejamos, mas se a comida sobrar e estiver boa para ser consumida você precisa ter um plano B para reaproveitá-la em uma nova refeição e ganhar pontos na tabela da vida evitando o desperdício. O arroz em quantidade exagerada pode virar o clássico e óbvio bolinho de arroz sim (e quem não ama?!), mas pode também virar torta, bolo doce, arroz de forno, arroz refogado ao estilo chinês, canja e até almôndegas!! São inúmeras possibilidades! Outro dia mesmo transformei algumas sobras de carne de churrasco em um ragu incrível para o macarrão, assim como as batatas-doces assadas na brasa viraram sopa e as lentilhas já cozidas na geladeira viraram esta receita linda e deliciosa que eu trouxe hoje pra vocês, feita toda com sobrinhas que eu tinha na geladeira, tudo o que tem nela eu aproveitei. É uma receitinha bem simples, que fica perfeita em um brunch mais caprichado ou num almoço mais leve em dia de semana.

 

Não vou me alongar muito, só quero mesmo sentir que estou fazendo a minha parte, e se eu posso compartilhar com vocês as minhas táticas para evitar o desperdício e também a forma como eu passo esta consciência para a Olivia em casa, eu acho que já posso ficar feliz porque muitas vezes temos esta vontade, temos esta consciência despertando dentro de nós mas não sabemos por onde começar. Se eu puder ajudar nos primeiros passos a minha meta está cumprida! Já ouvi algumas pessoas dizendo que reaproveitar alimentos e uma prática de pessoas de baixo poder aquisitivo, e até que reaproveitar é “brega”, mas pra mim reaproveitar é coisa de gente inteligente, conectada com a realidade, que sabe evoluir conforme o mundo evolui, que abre a mente para novas descobertas, que se permite criar e que se preocupa com o planeta em que vive, que independe de classe social. Brega, minha gente, brega é jogar comida no lixo, ficar parado no tempo vivendo de aparências e deixar de se envolver para se manter “chic”…

 

Quer pegar carona nesta vibe e anotar uma receitinha super bacana para reaproveitar alimentos?

Frigideira de lentilhas 1_F&F

FRIGIDEIRA DE LENTILHAS COM OVOS

(serve 2 pessoas)

 

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de lentilhas já cozidas e temperadas (a minha estava com cebola, alho, sal, 1 pitada de cominho e 1 de curry)
  • ovos (o ideal é calcular 2 por pessoa)
  • mini tomates
  • 2 colheres (sopa) de queijo de cabra (ou outro de sua preferência)
  • 1 colher (sopa) de molho pesto
  • salsa fresca
  • azeite e sal a gosto
  • Cubos de pão amanhecido

 

Modo de Preparo: Preaqueça o forno a 180º. Em uma frigideira que possa ir ao forno ou em um refratário ajeite as lentilhas, criando uma base com elas. Faça 4 cavidades na base de lentilhas e quebre um ovo dentro de cada uma delas. Depois espalhe os tomatinhos cortados ao meio, o queijo e os cubos de pão amanhecido. Finalize com azeite e sal. Leve para o forno até que a clara esteja bem cozida e a gema ainda mole. Retire do forno e no momento de servir junte uma porção de molho pesto. Salpique salsa fresca por cima de tudo. Esta receita pode ser feita em panelinhas individuais ou em um único refratário, a escolha fica por sua conta.

 

Substituições possíveis:

  • as lentilhas podem ser substituídas por grão-de-bico, milho, ervilha ou feijão.
  • o queijo pode ser qualquer um que você tenha em casa
  • o molho pesto combinou muito com este prato, mas se você não tiver pode usar só o azeite mesmo e caprichar nas ervas frescas
  • daria para acrescentar cebola, cenoura, abobrinha, pimentão, azeitonas

 

Espero que gostem do post e da receita, e é claro que eu conto com a participação de vocês. Vamos trocar ideias sobre como evitar o desperdício de alimentos?! Me contem, vou adorar saber o que vocês já fazem hoje para que isso seja possível!

 

Beijos!

Fabi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *