Como fazer o ovo perfeito

quarta-feira, 01 de março de 2017

Ovo Perfeito2_Blog Figos & Funghis

Ovo é uma das minhas paixões alimentares. É bem difícil eu passar mais do que dois dias sem comer ovo, na verdade acho que isso nunca me aconteceu…Mas ovo não é só gostoso e versátil não, ele é também um alimento riquíssimo em nutrientes super importantes para o ser humano, e já foi inclusive rotulado como o segundo melhor alimento do mundo (ficando atrás apenas do leite materno) por relatórios de nutrição mundial adotados por diversos órgãos internacionais extremamente confiáveis.

 

Bem, então como uma “egg lover” eu devo confessar que muitos dos pratos com carinha de comfort food que chegam à minha frente eu me pergunto se não caberia um ovo por cima, e algumas vezes ele faz tanta falta que o prato até perde a graça. Por exemplo: imagine um prato de polenta cremosa, bem quentinha com um molho bolonhesa e me diga. Não caberia um belo ovo pochê, ou até mesmo frito ali no topo?! Levaria o prato de polenta à glória certamente. E imagine ele ali lindão coroando um baião de dois? Aff, me dá até água na boca…Mas a verdade é que aquele ditado popular de que “Fulano não sabe nem fritar um ovo” acontece mesmo na vida de muitas pessoas, e para isto basta não ter nenhuma intimidade com o fogão, mas aqui vai uma palavra de incentivo: nunca é tarde para aprender, e não precisa ter vergonha, porque a partir de agora você vai aprender todas as dicas e truques para preparar o ovo que quiser e fazer com que ele fique perfeito! Quer ver só?!

 

OVO FRITO: Use uma frigideira pequena e prepare um ovo de cada vez, mas se você não liga para perfeição e precisa preparar vários ovos ao mesmo tempo use uma frigideira grande e vá em frente, depois é só dar aquele separada básica caso um ovo emende no outro. Deixe a frigideira bem quente, adicione um fio generoso de azeite ou de óleo vegetal da sua preferência e em seguida quebre o ovo com a frigideira ainda em fogo alto. Polvilhe um pouco de sal. Com a ajuda de uma escumadeira vá dando aquele “banho” gostosinho no ovo, até que ele crie aquela película de clara cozida por cima da gema, que ainda deve estar mole (ou não, depende do ponto que você prefere). Quando a clara estiver totalmente cozida retire o ovo da frigideira e deite-o sobre um prato forrado com papel absorvente. Sirva em seguida.

 

OVO COZIDO E SEUS PONTOS: Este é o jeito mais fácil de se preparar um ovo, mas antes você precisa saber algumas regrinhas essenciais. Para que seja cozido é melhor que o ovo esteja em temperatura ambiente, assim a casca não racha quando a água esquentar e fica mais fácil calcular o ponto de cozimento em minutos. Ah, tem também aquele teste que você faz para saber se o ovo está bom ou não. Encha um copo grande de água e coloque o ovo cru dentro, se ele afundar está bom para ser consumido, se ele boiar a chance de estar estragado é bem grande, pois ovos velhos juntam mais oxigênio em seu interior. Coloque o ovo em temperatura ambiente em uma caçarola e cubra com água, depois ligue a chama do fogão em fogo alto e cozinhe o ovo por: 3 minutos para ovo mole (aquele que sua mãe gostava de preparar quando você era criança e você só cortava a tampinha na casca e comia o ovo de colher), 4 minutos e 30 segundos (kkkk, não é brincadeira, é sério, eu fiz vários testes até chegar no ponto ideal para o meu gosto) para clara mais firme ao ponto de descascar e a gema em ponto de geleia com uma leve escorrida da gema (meu preferido!), 6 minutos para clara bem firme e gema mais brilhante mas que não escorre e 9 minutos para ovos bem firmes tanto na clara quanto na gema. Depois de atingir o tempo desejado escorra imediatamente a água fervendo e cubra o ovo cozido com água fria. Descasque de imediato (com exceção do ovo bem mole) e sirva.

 

OVO MEXIDO: Acho que a grande maioria aqui concorda comigo que ovo mexido tem que ser cremosinho, com aquele aspecto de nuvem e de cor amarelo clarinho, certo? Não aquele ovo mexido “cremoso quase líquido” que alguns hotéis tentam fazer errando feio, mas aquele ovo mexido que dá vontade de comer uma tigela todinha com apenas umas torradinhas e virou o seu café-da-mahã/almoço/jantar. O segredo? Muito fácil! Bata rapidamente 3 ovos em uma tigelinha apenas para estourar as gemas, junte 2 colheres (sopa) de leite da sua preferência (trucão!) e despeje em uma frigideira untada com um fiozinho de azeite ou óleo vegetal em fogo médio. Tempere com sal e mexa por alguns (poucos) minutos até os ovos coagularem. Não deixe o ovo grudar na frigideira nem por um milésimo de segundo, ou seu ovo ficará com aquele saborzinho indesejado de casquinha queimada. Quando ainda houver alguns pontinhos de gema mal passada e seus ovos mexidos estiverem com uma cor amarelo claro desligue a frigideira e sirva imediatamente.

 

OVO POCHÉ: Este é de longe o mais temido dos ovos, até mesmo alguns chefs de cozinha ou cozinheiros caseiros super acostumados com a cozinha sentem um friozinho na barriga quando o assunto é o preparo de um ovo poché perfeito. Há duas formas de prepará-lo, da forma tradicional e “na raça”, ou usando o velho truque da “bolsinha” de filme plástico (Coloque o ovo em um pedaço de plástico filme e enrole as pontas, certificando-se de que está bem vedado. Você pode usar uma xícara para esta etapa. Ponha as ‘bolsinhas’ na água fervente e cozinhe por 3 minutos. Retire do plástico antes de servir.) Se pra você aprender a fazer um ovo poché de verdade não é assim uma questão de honra, use a bolsinha de filme plástico e seja feliz, mas se você é daqueles que quer provar pra você mesmo que é capaz de dominar todas as técnicas de preparar um ovo então preste atenção: Leve uma caçarola com água para o fogo alto até começar a levantar fervura, aí reduza o fogo para o mínimo apenas para manter a temperatura sem deixar ferver e acrescente uma colher de sopa de vinagre branco (gosto de usar vinagre de arroz que é bem suave), depois quebre o ovo dentro de uma tigelinha pequena e aproxime-o da água, fazendo um leve redemoinho na água com uma colher, e em seguida deixando o ovo escorregar para o centro deste redemoinho. Deixe cozinhar sem mexer por 3 minutos e 30 segundos, de modo que a clara fique cozida e firme e a gema ainda mole. Retire da água com cuidado com uma escumadeira e sirva em seguida.

 

OMELETE: Tem várias receitas de omelete aqui no blog, tanto a clássica como a de forno e também a fritata, que é uma variação da omelete. Para navegar por essas delicias basta acessar este link aqui ó: http://figosefunghis.com.br/?s=Omelete&submit=

 

Ovo perfeito_Blog Figos & Funghis

 

Pronto! Agora com essas dicas todas eu garanto que vai ser praticamente impossível você não aprender a preparar um ovo, ou vários né?!

 

Beijo!

 

3 Comentários para “Como fazer o ovo perfeito

  1. Nossa Fabi, você realmente é a rainha do ovo, parabéns pelo post detalhado e caprichado, como sempre!! E pra descascar o ovo cozido perfeito, você tem alguma dica? Quando eu descasco às vezes ele fica meio “machucado”. Bjo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *