Bolo Húngaro com Frutas Secas e Castanhas

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Bolo seco de frutas e castanhas_F&F

Ah gente, que delícia esta época do ano né?! O Natal já está logo aí e com ele chegam as velhas nostalgias natalinas, as recordações de infância, o encontro com a família que mora longe, a confraternização com os amigos, e é claro, todas as comidinhas que tem cara, cheiro e sabor de Natal!

 

Este bolo aqui por exemplo, pra mim tem muita cara de Natal, faz lembrar minha infância quando minha avó preparava e a casa ficava toda perfumada a canela, cravo, baunilha…ah como é gostoso lembrar daqueles tempos, tempos de uma infância feliz em que as preocupações eram apenas comer, desfrutar do carinho dos avós, andar descalça, brincar até cansar e dormir exausta. Este bolo pra mim tem um outro aspecto especial, ele me lembra o meu doce avô que amava as frutas secas, as castanhas de todos os tipos e os panetones perfumados. Foi com ele que aprendi a gostar desde cedo destas gostosuras e foi também com ele que descobri a nossa preferência em comum por cerejas, nossa fruta mais amada – que também chega por aqui em abundância nesta época o ano. Hoje como infelizmente ele não está mais conosco eu posso trazê-lo um pouquinho para perto de mim quando faço estas receitas que ele amava.

 

Mas então, o bolo! É uma receita que alguns chamam de bolo húngaro (não me perguntem o motivo, e se alguém souber eu agradeço a contribuição), outros de bolo seco, outros de bolo de frutas e castanhas e outros de bolo de Natal (pois é, mais uma versão de bolo de natal por aqui), mas o que importa mesmo é a delícia que é este bolinho. Com pouca farinha e riquíssimo em fibras cada pedacinho dele tem um pouco de tudo que vai na receita, e no início pode atá parecer que não vai dar liga, que não vai crescer porque tem muito mais frutas e castanhas do que massa, mas olha, eu garanto que dá sim muito certo e não apenas cresce lindo como perfuma a casa toda. É irresistível! Dá até para separar em mini porções, colocar numa caixinha bonita e dar de presente, um verdadeiro mimo.

 

Bolo Húngaro com Frutas e Castanhas (ou mais um Bolo de Natal)

(rende 12 fatias)

 

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) bem cheia de farinha de trigo* (pode usar integral se preferir) (leia abaixo a sugestão para uma versão sem glúten)
  • 4 ovos
  • 2/3 de xícara (chá) de açúcar mascavo
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (chá) de fermento químico em pó
  • 200g de castanha do Pará picadas grosseiramente
  • 100g de amêndoas picadas grosseiramente (ou nozes)
  • 150g de ameixas secas sem caroço picadas grosseiramente
  • 150g de damascos secos picados grosseiramente
  • 150g de cerejas em calda escorridas (reserve 2 colheres de sopa da calda)
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de cravo em pó
  • 1 colher (chá) de gengibre em pó
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • 2 colheres (sopa) da calda das cerejas

 

Modo de Preparo: Preaqueça o forno em 180º. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma de bolo inglês (retangular) e reserve. Numa tigela misture as frutas secas já picadas com as castanhas e junte as especiarias e a essência de baunilha e a calda de cereja. Separadamente bata rapidamente com um garfo os ovos. Junte-os à mistura de frutas e castanhas e depois some o açúcar, a farinha peneirada, o fermento e o bicarbonato também peneirados. Misture tudo com uma colher até que esteja bem incorporado e tenha pedacinhos de frutas e castanhas por toda a massa. Derrame na forma, dê leves batidinhas nela para a massa se alinhar e leve para assar por 1 hora (aproximadamente, dependendo do seu forno) ou até que esteja firme e levemente dourado na superfície. O teste do palito é super válido aqui também! Depois de assado retire o bolo do forno e só desenforme depois que estiver frio.

 

Dicas: 

1) Para tornar este bolo uma versão sem glúten substitua a farinha de trigo por farinha de arroz ou de linhaça.

 

2) Para uma versão sem açúcar substitua por adoçante culinário de forno e fogão, mas reduza a quantidade pela metade pois estes adoçantes são bem mais fortes. Se quiser também pode simplesmente excluir o açúcar da receita, ou para uma versão ainda mais natural use o mel.

 

3) Use as frutas secas e castanhas que tiver em casa se não achar todos os ingredientes, o importante é caprichar na quantidade.

 

Bolo seco de frutas e castanhas2_F&F

 

Bom apetite!

 

29 Comentários para “Bolo Húngaro com Frutas Secas e Castanhas

    • Bruna, dura mais ou menos 3 a 4 dias, e eu nunca tentei congelar porque nunca sobra pra isso, mas se fizer o teste me conta depois como ficou tá?
      Bjos

      • OI Fabi! Fiz o bolo com mirtilo, morango desidratado e côco. Tirei os damascos, as ameixas e as cerejas. Fiz com farinha integral e ovos de granja. Ficou O bolo. Maravilhoso. Obrigada por uma receita tão gostinho de Natal.

  1. Fiz com farelo de aveia e ficou uma delícia, mas não cresceu tanto quanto o da foto. Também não usei nem adoçante nem açúcar, coloquei uma colher de mel.

    • Mariana, realmente o farelo de aveia não deixa a massa crescer muito, mas fica bem saboroso! Eu também adoro colocar mel algumas vezes.
      :)

  2. Isso chega ser um pecado! rs… Que coisa mais linda!
    Fabi, dá pra usar o açúcar cristal normal, ou vai perder a graça da receita? rs…
    Beijão, bom FDS!

    • Vivian, este bolo não fica bem macio e bem fofinho. Por isso mesmo ele é chamado de bolo seco, ele é bem firme e por ter muitas frutas e castanhas para pouca massa ele fica mais seco do que fofinho. Na verdade não é nada fofinho.
      Para presentear você pode fazer porções mini do tamanho de muffins e colocar numa caixinha ou então embalar as fatias uma a uma em papel celofane transparente e fechar com uma fita bonita.
      Bjs

  3. Olá! Descobri seu blog a pouco tempo e estou adorando as receitas. Fiz o bolo seguindo a sua receita e ficou uma Delícia! Aqui em casa todos gostaram. Com certeza farei para o Natal. Bjo!

  4. Que bolo delicioso e perfumado! Não durou até o fim do dia aqui em casa, quem não foi rápido o suficiente para garantir seu pedaço, ficou sem provar essa maravilha!

    Fabi, aproveito pra te agradecer por nos presentear o ano todo com suas receitas leves, criativas e saborosas! Que continue sempre nos inspirando assim! Desejo a você e a sua família um excelente ano novo, ainda mais com a chegada da sua princesinha Olívia, cercada de saúde, amor e carinho!

    Um beijo,

    Maisa

    • Oi Maisa, que maravilha!
      Muito obrigada pelo carinho e pelas palavras querida, também aproveito para desejar apenas o melhor a você e toda sua família :)
      Beijos

  5. É mt difícil navegar na internet, pois nem tenho tempo e nem tenho mt saco p falar a verdade, mas vez por outra estou por aqui. Hoje, enquanto procurava algo, cai nesse site e o que me chamou a atenção foi a forma carinhosa que a Fabiana relata as coisas, responde às solicitações e comentários, e ainda mais quando ela compartilha as suas receitas. Infelizmente, estamos num mundo em que muitas pessoas são incapazes de perpetuar as suas receitas, por egoísmo, vaidade ou sei lá o quê. Conheço muita gente assim, é lamentável, não? Eu, por exemplo, costumo comer desse bolo nas ceias e não tinha a receita, porém nunca pedi. Então, quero aqui te parabenizar porque acho que atitudes nobres não necessariamente precisam ser tão grandes para serem enaltecidas e evidenciadas. Parabéns, Fabiana, e continue assim contribuindo p um mundo mais fraterno, ok? Um feliz 2015 p vc estendido a sua família. Um grande abraço, Jaqueline.

    • Que fofa você Jaque, muito obrigada pelo carinho viu! Fiquei muito feliz com a sua mensagem :)
      Eu faço com amor e faço com prazer, amo compartilhar o que eu faço com os meus leitores. Seja sempre bem-vinda!
      Beijos!

  6. Fiz o bolo úngaro conforme você falou, na versão diet e com o que tinha em casa e ficou espetacular. Meu marido adorou e disse que nunca comeu bolo tão gostoso, agora tenho que fazer toda semana Muito obrigada por compartilhar a receita. Certamente vou pesquisar outras por aqui!
    Beijoca!
    Vânia Gimenez

    • Oi Silvia, tudo bom e você? Nunca fiz o teste com formas de papel, mas acredito que se forem aquelas específicas para levar ao forno vai dar certo sim. Depois me conta se fizer o teste tá? Beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *