Almôndegas de Berinjela

terça-feira, 11 de junho de 2013

Almôndegas de berinjela

 

Então como vocês já estão cansados de saber eu sou uma apaixonada assumida por berinjela! Desde criança quando não gostava muito de comer (quem diria) uma das poucas coisas que eu comia e gostava era berinjela, principalmente uma berinjela à milanesa que a minha mãe fazia que tinha uma casquinha tão grossa que mais parecia um bolinho. Nossa, aquilo era um sucesso na hora do almoço!

 

Dia desses eu estava toda nostálgica me lembrando das comidas gostosas da minha infância e tão logo a imagem daquela berinjela me veio à cabeça a boca se encheu de água…era aquilo que eu queria comer! Como é bom quando a gente descobre o que está com vontade de comer né?! E sim, pra mim as memórias afetivas sempre vem acompanhadas de comida, e bem, não poderia mesmo ser diferente. As minhas melhores lembranças estão de alguma forma relacionadas a comida!

 

Mas como a berinjela da minha mãe era frita e hoje eu tenho uma certa relutância em fazer fritura em casa – na verdade eu evito mesmo – eu pensei em um bolinho de berinjela que ficasse com sabor semelhante ao da minha mãe mas que pudesse ser grelhado ou assado. Somando isso com a vontade do marido de comer macarrão ao sugo, naquele domingo chuvoso eu acabei fazendo dos bolinhos deliciosas almôndegas de berinjela, e no fim todo mundo ficou feliz :)

 

ALMÔNDEGAS DE BERINJELA

(rende 12 unidades)

 

Ingredientes:

  • 1 berinjela grande e firme
  • 1 ovo
  • 3 colheres (sopa) generosas de queijo cottage
  • 3 colheres (sopa) de farinha de aveia (ou aveia em flocos finos)
  • 1 colher (sopa) de farinha de rosca
  • 2 dentes de alho espremidos
  • pimenta a gosto
  • sal a gosto

 

Modo de Preparo: Asse a berinjela inteira e com a casca em forno preaquecido em 200º por 20 minutos, ou até que a polpa esteja macia (a berinjela deve estar bem murchinha no forno), ou então um caminho ainda mais rápido: deite a berinjela diretamente sobre a chama do fogão e deixe tostar bem a pele de todos os lados, virando com um garfo. Este processo é o mesmo usado para fazer babaganoush (e eu prefiro assim porque deixa um gostinho defumado na berinjela que é de matar). Deixe a berinjela esfriar, corte um dos lados da casca, abra em duas partes e com uma colher raspe toda a polpa da berinjela já cozida. Coloque a polpa numa tigela, amasse bem com um garfo e junte o alho espremido, o cottage, tempere com sal e pimenta a gosto e misture bem. Depois junte o ovo, a aveia, a farinha de rosca e misture bem novamente. Aqueça uma frigideira grande ou grelha untada com um um fiozinho de óleo de girassol e vá colocando a massa (que fica meio molenga mesmo) às colheradas na frigideira bem quente, e virando os bolinhos um a um depois de 3 minutos. Eles ficarão com um formato redondo achatadinho como de mini hambúrgueres. Depois que os bolinhos estiverem dourados dos dois lados retire e descanse sobre papel absorvente para retirar qualquer gordura que possa ter ficado neles. Sirva com molho de iogurte ou no macarrão ao sugo* como eu fiz, acrescentando os bolinhos ao molho nos últimos 5 minutos de cozimento, apenas para ficarem bem quentinhos e absorverem um pouco do aroma do molho.

 

Dica: Se você preferir assar os bolinhos basta preaquecer o forno em 220º e colocar a massa às colheradas numa assadeira untada ou em forminhas de mini muffins e assar por 15 a 20 minutos (o tempo sempre vai depender de cada tipo de forno ok?), ou até que os bolinhos estejam dourados ;)

 

Almôndegas de berinjela2

 

O meu molho sugo é coisa ligeira e prática, feito com tomate de verdade e não dá trabalho nenhum: Numa panela eu refogo 2 dentes de alho bem picados em azeite, depois junto 5 tomates sem pele bem suculentos (gosto de tirar a pele na chama do fogão como a berinjela porque acho que assim o molho fica muito mais saboroso) já picados em cubinhos, mais 1/2 xícara de chá de água, folhas de manjericão fresco, 1 colher (sopa) rasa de açúcar mascavo, pimenta moída a gosto e sal a gosto e deixo lá cozinhando em fogo baixo por 1 hora mais ou menos, ou até que os tomates tenham se desmanchado (alguns pedacinhos sempre ficam). Daí eu coloco uma pitadinha de nada de canela em pó, ajusto o sal novamente se for necessário e pronto. Na hora de servir eu coloco mais folhas de manjericão fresco por cima da massa e do molho.

 

E quem precisa de molhos sofisticados e cheios de blá blá blá com um molho de tomates genuíno e honesto feito em casa?

 

Bom Apetite!

 

25 Comentários para “Almôndegas de Berinjela

  1. Tenho uma pergunta, o intuito de colocar a berinjela no forno ou na boca do fogão é só para cozinhar? Será que ficaria bom se eu usasse a panela a vapor?
    Ah, tb adoro berinjela, e como não como carne adoro receitas desse tipo (bolinhos, almôndegas, …), obrigada!

    • Oi Renata, o intuito é este sim, mas eu sempre prefiro assar ou tostar na boca do fogão porque ela fica mais sequinha (não solta tanta água) e com um gostinho de defumado que eu adoro. Contudo, acredito que na panela de vapor também dê certo, precisa testar.
      Aqui sempre tem receitas vegetarianas e veganas (esta é vegetariana e não vegana, pois leva ovo e cottage que são derivados de animais), fique de olho ;)
      Beijos!

  2. Que receita rica e linda, Fabiana! adorei e vou fazer esse final de semana! mas me diz, quanto a berinjela, coloco direto na boca do fogão ne…ela cozinha todinha por dentro assim mesmo? rsrs em tipo 10 minutos? ..que medo de queimar..rsrs…mas vou fazer! bjos e obrigada!

    • Nathalia, pode fazer sem medo querida, é assim mesmo, ela vai amolecer rapidinho e vai pegar aquele gostinho de defumado, fica um show!
      Beijos!

    • Marcella, pode substituir por creme de ricota, ou creme de queijo minas ou ainda por ricota ralada. A Erika que comentou aqui disse que substituiu por uma misturinha de creme de leite + requeijão e que ficou ótimo!
      Beijos!

  3. Fabi eu amo o seu blog e estas almôndegas de berinjela só provam que você é a the best! Suas receitinhas sempre são muito criativas, deliciosas e leves bem do jeito que a gente adora. Parabéns sua linda por tanto talento =)

  4. Fiz hoje no almoço a minha “versão” (substituí o cottage por creme de leite e requeijao, coloquei mostarda escura e esqueci de por o ovo :P ah, e fritei com gosto hehehe) DELICIA! o molho de tomate eu também faço em casa, bem parecido com o seu jeito, mas ponho manteiga e misturo bem pra dar uma cremosidade… e usei o macarrao rosmarino, na falta de spaghetti! adorei, com certeza vou fazer mais vezes!!

    • Que bacana Erika! Eu tenho certeza de que “fritando com gosto” elas também ficam deliciosas! E eu adorei a sua adaptação com mostarda ;)
      Beijos

  5. Fabiana, estou adorando ler seu blog e já separei algumas receitas pra reproduzir. Estou numa vibe mais vegetariana e estava procurando uma receita para usar a berinjela solitária que está na minha geladeira – esta acima caiu como uma luva! Depois venho contar como ficou. Abraços.

    • Jessica, que bom hein! E fica tranquila porque as receitinhas vegetarianas são firmes e fortes por aqui já que em casa nós também amamos, embora sendo pessoas que comem absolutamente TUDO! kkkkk
      Beijos!

  6. Mor-ri!
    Tá com uma cara ótima.
    Mais ainda do que com os bolinhos, me animei com seu molho.
    Tão simples, e tem cara de ser uma delícia. Eu gosto de fazer em casa também, mas geralmente me complico mais. hahah

    Vou voltar mais vezes, beijo!

    • Flora, estes bolinhos / ou almôndegas de berinjela são uma perdição, mas a parte boa é que são light!
      O molho eu faço sempre este quando quero um bom e encorpado molho vermelho feito em casa, você precisa sentir o aroma que ele tem!!!
      Beijos!

  7. Fiz e ficaram deliciosos. Servi com uma boa salada completa e bem colorida. Adoro dicas de bolinhos que podem ser “não fritos”. Aproveito para contar que o molho de salada de mostarda e mel e o de iogurte com hortelã viraram os oficiais aqui em casa!

  8. OI Fabi! Sempre acompanho teu blog que é o máximo. Hoje ganhei 3 berinjelas orgânicas e quero fazer esta receita que parece divina. Podes me dizer se posso substituir o queijo cottage por tofu? Sou alérgica a leite e nenhuma das alternativas que vi são viáveis para mim. Obrigada, Andrea

    • Que bom que você gosta daqui Gabriela!
      Pode congelar as almôndegas sim, e depois é só colocar direto no molho quando quiser descongelar.
      Beijos!

  9. Olá, primeira vez que visito o blog e hoje mesmo já fiz essa receita. Estou comendo agora com uma salada. Como eu não tinha cottage, coloquei 3 col de cream cheese, ah e acrescentei uns temperinhos a mais (cebolinha, cebola e meio cubinho de caldo de legumes), levei p/ assar no forno, ficou muito bom! Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *