Ossobuco braseado ao vinho tinto

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

O termo brasear significa cozinhar a carne em baixa temperatura por um longo período de tempo com ervas aromáticas, caldo e vinho (braseado clássico) ou outro líquido mais ácido como molho de tomate ou cerveja. No braseado a carne precisa ser selada antes para que retenha todo o seu sabor e umidade quando for cozida, e depois de selada a carne pode ser colocada na panela em uma peça inteira ou em pedaços e o líquido em que a carne irá cozinhar deverá ficar apenas até a metade da altura da carne, não deve cobri-la, portanto. Uma receita deliciosa que eu considero um belo exemplo de braseado é o famoso Boeuf Bourguignon da amada Julia Child.

Fazer um delicioso braseado é fácil e simples, muito mais simples do que muita gente imagina em razão do nome todo pomposo. O que eu mais amo neste método de cocção é que utilizo apenas uma panela para prepará-lo, e eu sempre inicio no fogão e depois passo a panela para o forno e lá ela fica até o final do preparo. Trabalho quase zero e um resultado surpreendente, além de ser um ótimo método para usar carnes “menos nobres” já que com tanto tempo de cozimento a gordura derrete e as fibras ficam extremamente macias. Mas também dá para fazer o braseado o tempo todo no fogão, tudo é uma questão pessoal, eu prefiro no forno. E olha, não é por nada não, mas só por esta receita já vale à pena ter uma Le Creuset em casa (ou outra panela de ferro equivalente que possa ir ao forno), e é por isso que eu amo estas panelas e um dos meus projetos é ter uma coleção delas e só cozinhar com elas. São caras mas são espetaculares e valem cada real.

Preciso avisar que esta é uma receita muito prática e quase não dá trabalho para preparar, mas por outro lado é uma receita bem demorada pois leva tempo para cozinhar, então é daquelas receitas perfeitas para o final de semana, para o almoço de domingo, para as festas de final de ano ou para quando temos vontade de entrar na cozinha e cozinhar sem pressa e sem medo de ser feliz. Receita para quem AMA ficar na cozinha, sabe? A gente corta, pica, ajeita, acompanha, cuida com muito amor e depois aproveita o resultado!

Ossobuco Braseado ao Vinho Tinto

(para 2 pessoas)

Ingredientes:

  • 2 peças altas de ossobuco bovino (aproximadamente 200g cada)
  • 2 xícaras (chá) de vinho tinto
  • 1 xícara (chá) de caldo de carne ou água
  • 1 cebola grande picada
  • 1 cenoura ralada
  • 5 dentes de alho com a casca
  • 1 ramo de alecrim 
  • 1 colher (café) de sal
  • pimenta a gosto
  • 1 colher (chá) de óleo de canola

Modo de Preparo: Escolha uma panela grande que comporte os pedaços de ossobuco todos no fundo. Aqueça muito bem a panela no fogo e depois com a panela bem quente junte o óleo de canola e os pedaços de ossobuco, ainda em fogo alto, dourando levemente a carne dos dois lados (isto se chama selar a carne). Abaixe o fogo, junte a cebola, a cenoura e os dentes de alho e tempere com o sal e a pimenta. Regue a carne com o vinho e o caldo (ou água), ajeite o ramo de alecrim sobre a carne e tampe a panela. Se for levar ao forno certifique-se de que sua panela é apropriada, se não transfira a carne para um recipiente que tenha tampa e possa ir ao forno. Se for cozinhar no fogão reduza o fogo para o mínimo e cozinhe a carne com a panela tampada por 2 a 3 horas, olhando de vez em quando (mas sem mexer demais para não desmanchar a carne). Se for levar ao forno ele deve ser pre-aquecido em 180º e a carne deve cozinhar (sempre com a panela tampada) por 2 a 3 horas, ou até que a carne esteja bem macia (faça o teste espetando um garfo) e o molho reduzido. Sirva bem quente com arroz ou massa.

Dica: Desta vez eu fui de massa para acompanhar a carne, mas para não ofuscar o sabor do tempero da carne eu temperei a massa apenas com manteiga, azeite, pimenta calabresa e salsa fresca. Combinação perfeita esta! Amei!

Dica 2: Se você quiser pode – e acho que é até uma obrigação diante da delícia que fica o molho – coar o molho que ficar na panela e levar ao fogo baixo para reduzir, isto quer dizer, deixar o molho mais grossinho para servir sobre a própria carne, sobre vegetais ou sobre uma massa, um arroz, enfim, o caldinho fica tão tão maravilhoso que vale à pena você aproveitá-lo, de verdade!

A receita pode ser demorada para ficar pronta, mas eu garanto que o resultado compensa cada minuto de espera :)

Bom Apetite!

 

11 Comentários para “Ossobuco braseado ao vinho tinto

  1. Fabi, amo quando vc posta essas receitas que parecem super complicadas, e cheias de detalhes, pra gente arrasar na cozinha!! Fiquei morrendo de vontade de experimentar fazer o ossobuco, meu marido ama! Deve ficar divino com angu hein! Mas me tira uma dúvida: é pra assar em 180º por 3h ou só pra preaquecer e depois deixar o forno mais baixinho? Bjoss!!!

    • Oi Paula, a carne é ossobuco bovino mesmo. Pergunte no seu supermercado preferido ou no açougue. Em alguns lugares vendem o corte fresco mesmo, em outros só se encontra congelado. Qualquer um dos dois serve, se for usar o congelado deixe descongelar antes de iniciar o preparo da receita. Beijos

    • Adriana, pode ser feito na panela no fogo sim, mas o cozimento deverá ser em chama mínima e por um longo tempo também, até que a carne esteja totalmente macia. ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *