Omelete de Queijo e Alho poró

terça-feira, 03 de julho de 2012

Depois de pegar pesado na comilança das (minhas) férias o jeito é se virar para reparar o prejuízo e tentar reduzir ao máximo as calorias, mas sem perder o prazer em comer bem. Difícil? Que nada, de jeito nenhum! Como eu sempre digo, dá sim para se alimentar bem, com qualidade e muito sabor mesmo quando é necessário reduzir as calorias do cardápio. Não sou nutricionista e então é importante ressaltar que há uma dieta equilibrada para cada pessoa, que pode ser feita exclusivamente para você, é sempre bom ter acompanhamento médico ou nutricional quando pretendemos fazer uma dieta, assim não corremos o risco de “empobrecer” alguma fonte de vitamina de que o nosso organismo necessita.

Mas enfim, comigo quando acontece de ter que “fechar a boca” eu recorro às proteínas, grãos, vegetais, frutas e verduras. E o ovo é uma fonte ótima de proteína, além de proporcionar infinitas formas de preparação, como a famosa omelete, por exemplo. E saiba que uma omelete pode perfeitamente substituir a carne na refeição e não te deixa ter fome tão cedo, pra mim funciona muito bem. 

Dessa vez a omelete foi de queijo branco light picadinho e alho poró. Fazer omelete pode ser uma aventura para muitos, assim como foi pra mim durante muito tempo quando aprendi a cozinhar. Minhas omeletes não ficavam bonitas, quebravam com facilidade e quando o recheio estava bem cozido a parte de baixo estava quase queimada. Então ao longo do tempo eu descobri qual é a “minha” melhor forma de preparar a omelete, e acho que cada um tem o seu próprio truque para esta receita tão cheia de possibilidades. Olha só como eu faço:

OMELETE DE QUEIJO BRANCO LIGHT E ALHO PORÓ

(para 1 pessoa)

Ingredientes:

  • 3 ovos inteiros
  • 3 colheres (sopa) de queijo branco picadinho
  • 2 colheres (sopa) de alho poró fatiado
  • 1 fio de óleo de girassol
  • 2 colheres (sopa) de leite desnatado
  • sal e ervas frescas a gosto
Modo de Preparo: Numa tigela ou bowl quebre os 3 ovos e bata com um garfo ou fouet. Acrescente o leite, o alho poró e tempere com sal e ervas frescas a gosto. Bata novamente e despeje sobre uma frigideira previamente aquecida com um fio de óleo de girassol. Conforme a omelete for cozinhando nas bordas, com a ajuda de um pão duro ou espátula de silicone levante a borda e incline a frigideira para que os ovos do centro escorram para as bordas e cozinhem. Continue com este processo, sempre em fogo médio, até que a omelete esteja cozida nas bordas e molenga no centro. Distribua o queijo picado no centro da omelete e dobre em meia lua. Abaixe o fogo para o mínimo e tampe a frigideira para que a omelete termine de cozinhar. Desse jeito ela não queima, não gruda e fica cozida por igual.

O meu segredinho para fazer omelete é sempre acrescentar o leite. Ele não deixa a omelete queimar e ajuda no processo de cozimento, além de suavizar o sabor do ovo e dar uma consistência bem fofinha para a omelete :) Como diz meu marido: o leite é a minha “arma secreta” na cozinha…hahahahha

Bom Apetite!

 

7 Comentários para “Omelete de Queijo e Alho poró

  1. Ola! Fazia mto tempo q nao te visitava, entao li varios posts mais antigos e li q vc visitou a bahia. Tbm tenho otimas lembrancas de lah, mas nao fui feliz ao conhecer a pimenta “arriba saia” rs. Vc esperimentou? Bjs e efelicidades

    • Oi querida! Pois é, a Bahia é linda demais. Conheci Itacaré, Ponta do Maraú, Taipus e Ilhéus e amei muito! Paisagens lindas, povo encantador e comida deliciosa. Mas esta pimenta aí que você mencionou eu não cheguei a provar, ao menos não com este nome…hahahaha
      Beijos!

  2. Faby, amo omelete e adorei a dica … eu sempre acho o meu sem graça comparado ao de restaurantes, deve ser esse segredinho … o Leite. rs

    Bjosss

    • Oi Carol, pode ser. Tente com o leite e veja se dá diferença pra você. Eu também acho que o tempo e cozimento e a temperatura da chama do fogão também ajudam a fazer uma omelete bonitona. Por isso é que eu gosto de fazer em fogo médio/baixo e depois finalizar o cozimento com a frigideira tampada. A omelete fica bem amarelinha e fofinha, nada daquela “casca” marrom que algumas delas apresentam. Me conta depois tá?
      Beijos

  3. Fabi, ganhei uma omeleteira de chá de cozinha e depois disso minhas omeletes nunca mais foram as mesmas! Faz mta diferença tb. Tenho intolerância a lactose, então não gosto de usar leite. Às vezes acrescento uma colherzinha de chá de bicarbonato ou fermento. Mas as frigideiras que encaixam uma em cima da outra fazem com que a omelete cozinhe tampada e, além de facilitar virar sem quebrar, ela cresce e fica fofíssima! Experimenta! Dá até pra comer ela redonda. Bjão!!

    • Oi Sophia! Quando morava na casa da minha avó antes de me casar (meus pais moram no interior então morei anos com meus avós aqui em SP) eu usava bastante a omeleteira dela e é MARA mesmo! A omelete fica fofinha e bem saborosa, mas quando me casei não coloquei a omeleteira na lista porque sabe como é né…cozinha de apartamento não é grande e então quanto menos “tralha” tiver, melhor. Mas por mim eu teria uma cozinha gigantesca e todos esses brinquedinhos! hahahha
      Beijos!

  4. Amo omelete e também faço uma receita parecida com a sua. As vezes coloco uma fatia de presunto light junto com o queijo para fazer um “recheio” mais caprichado!! Vou usar o alho poró da próxima vez que eu fizer. Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *