Massa integral com graça

sexta-feira, 08 de junho de 2012

Você já provou massa integral? E o que você achou? Tinha graça ou não tinha graça? Gente, vou dizer pra vocês que eu amo massa integral, e me arrisco a dizer que quem diz que não gosta é porque nunca provou uma massa integral com graça. Isso mesmo, massa integral tem que ter graça, tem que ter sabor, tempero, e muita gente acha que por ser integral é ruim mesmo, não tem jeito nem salvação, e imagina que não há forma de torná-la uma massa gostosa. Mas não é assim não, a massa integral justamente por ser mais encorpada, com mais fibras necessita de um molho muito saboroso para não ficar sem graça, para não ficar pesada e “massuda”. Em casa eu faço bastante massa integral, até porque eu sou doida por massas e quando a vontade bate em pleno meio de semana esta é a melhor alternativa para reduzir as calorias. Esta massa aqui eu fiz com um molho alho e óleo como base, adicionei tomatinhos cereja cortados ao meio, uma abobrinha bem picadinha e fiz uma deliciosa farofinha de nozes para finalizar, picando as nozes com a faca mesmo. Eu fui comedida no uso do azeite, reguei o molho enquanto cozinhava com um tiquinho de vinho branco e quando os tomatinhos estavam se desmanchando e os cubinhos de abobrinha estavam bem cozidos eu desliguei. No final ainda acrescentei uns cogumelos que estavam perdidos na geladeira, mas nem precisava. Aí foi só jogar a massa cozida dentro da panela do molho e eu tinha um delicioso prato de massa integral – E COM MUITA GRAÇA!

Fala a verdade, este prato ficou ou não ficou atraente? Mesmo sendo massa integral, se o molho for caprichado não tem erro! E o molho foi preparado com ingredientes que qualquer um tem em casa. Fácil né?!

Bom Apetite! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *