Mini pizza de polenta com ragu de picanha

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Sabe aquela carne que sobrou do churrasco e você ficou com pena de jogar fora (claro!)? Pois então, aqui em casa esta carninha vale ouro e tem até “linha de produção” para aproveitá-la, marido já ficou esperto no assunto, quando ele percebe que a carne não será consumida ele não deixa ela passar do ponto de jeito nenhum, retira da grelha, fatia bem fininho e coloca em um pote com tampa que vai direto para a geladeira. Assim que tenho um tempinho de bobeira refogo uma boa cebola no azeite, junto a carninha (ex churrasco), rego com vinho, depois com molho de tomate, temperinhos e deixo a carne ali horas em fogo baixíssimo. Pronto! Nasce um ragu lindo, perfumado e delicioso para ser usado da forma como você preferir, com desperdício zero! Dessa vez resolvi usar o ragu numa “mini pizza” de polenta que uma vez marido viu em alguma revista e me pediu, ficou com aquilo na cabeça e vivia me atormentando pra fazer, até que fui vencida pelo cansaço. Confesso que sou um pouco resistente com polenta porque na maioria das vezes elas são sem graça, duras demais, sabor de menos, então eu acabo preferindo as polentas cremosas. Mas, depois que aprendi com a minha avó a fazer polenta com caldo de galinha e não com água fervente e sal apenas, as coisas mudaram por aqui. É tão óbvio que a polenta feita desta forma fica muito melhor que eu não entendo como muitas pessoas ainda não fazem desse jeito. Bom, problema da polenta resolvido, ragu pronto me aguardando e um tentador saquinho de catupiry na geladeira foram suficientes para decidir como seria a tal mini pizza de polenta, já que aquela da revista na verdade era só uma propaganda e não uma receita de verdade, e talvez nem fosse polenta na base…hahahahah. Bom, pra fazer uma graça eu fiz a polenta de corte mesmo (aquela mais firme) e usei um cortador redondo para fazer os disquinhos, mas se você não tiver cortador use a borda de um copo largo ou então faça quadrados mesmo, cortando com uma faca afiada. Você pode aproveitar esta receita para fazer mini porções e servir como petisco na ceia de natal, garanto que fica um charme! Olha só que delícia de receita: 

Mini pizza de polenta com ragu de picanha – rende 8 porções

> Ingredientes:
Para o ragu:
200gramas (aprox.) de picanha de churrasco cortada em tirinhas (se não tiver picanha use outra carne e retire a gordura)
1/2 xícara de chá de vinho tinto seco
1 xícara de chá de tomates pelados picados (com o suco)
1 cebola pequena picada
2 colheres de sopa de azeite
pimenta e sal a gosto

Modo de Preparo: Numa panela de fundo grosso (usei de ferro) refogue a cebola no azeite e junte as tirinhas de carne. Quando a carne estiver aquecida regue com o vinho e em seguida o tomate com o molho. Mexa bem, ajuste a pimenta e o sal e tampe a panela. Reduza o fogo para o mínimo e cozinhe a carne por pelo menos 2 horas, mexendo de vez em quando. Sirva com pães ou use em massas, risottos ou polenta. P.S. Com bisnaguinha é uma perdição!

Para a polenta:

1 xícara de chá bem cheia de farinha de milho pré-cozida (gosto da marca Divella)
2 xícaras de chá de caldo de galinha aquecido
azeite, sal e ervas secas a gosto

Modo de Preparo: Numa panela coloque o caldo de galinha já aquecido em fogo alto e polvilhe aos poucos a farinha de milho, mexendo sem parar para não empelotar. Continue polvilhando a farinha sobre o caldo devagar e sem parar de mexer. Abaixe o fogo e continue mexendo até começar a levantar fervura. A partir deste ponto calcule 3 minutos e desligue. Forre uma assadeira com papel manteiga, unte o papel com azeite e despeje toda a polenta sobre ele. Alise bem a superfície da polenta, polvilhe o sal (se necessário), um pouquinho de ervas secas e regue com 1 fio de azeite. Deixe esfriar e depois corte no formato e tamanho desejado. 

Finalização: Pré-aqueça o forno em 180º. Transfira os discos de polenta para um refratário, cubra cada um deles com uma porção de ragu, depois finalize com uma porção de requeijão cremoso tipo catupiry (uso Tirolez). Leve ao forno por 15 minutos e depois enfeite com folhas frescas de manjericão.

Bom Apetite!

10 Comentários para “Mini pizza de polenta com ragu de picanha

  1. SObras de polenta sempre foram fritas aqui em casa, com as inefáveis consequências – fritura, fogão sujo, pneuzinho aumentando…- e esta receita esta ótima, tks. Posso dar uma dica? Agua onde reidratamos os funghi dão ótimo caldo para a polenta também. Abraços.

    • Oi Wair, é isso mesmo, quanto menos fritura melhor para a saúde ;) E quanto ao caldo que hidrata o funghi eu adoro usá-lo em risottos ou para fazer ragu de funghi para comer com polenta cremosa, é tudo de bom mesmo! As dicas são sempre bem vindas!

  2. Eu tenho uma duvida, essa carne com aparência MARAVILHOSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    não coloca água p cozimento?
    E os tomates são frescos ou são aqueles de latinha!!
    Aguardo a resposta ansiosa p/ fazer aqui em casa :)
    Beijo
    Ge

    • Oi Geise, eu usei tomates pelados em lata, com o suco. E a carne não leva água no cozimento porque é para ser feita em fogo baixo, e o suco do tomate em lata é suficiente para cozinhá-la. Bjos

  3. Pingback: Sugestão de petiscos para a ceia de Natal | Figos & Funghis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *