Dividindo a vida…

segunda-feira, 07 de novembro de 2011

Oi queridos, tudo bem? Desde a semana passada que eu estou muito triste, muito mesmo. Minha gatinha e filhinha do coração, a Tiffany nos deixou em decorrência de uma grave doença renal e eu fiquei aqui inconsolável.

Fizemos tudo o que podíamos para salvá-la, mas infelizmente a doença foi mais forte e evoluiu rápido demais. Eu deveria ter vindo avisá-los antes, mas não estava preparada para escrever sobre ela, talvez ainda nem esteja, mas recebi alguns e-mails de leitores preocupados comigo e me senti devendo uma explicação pra vocês sobre o meu breve sumiço, afinal de contas “nos vemos” por aqui todos os dias e de uma forma ou de outra acabamos dividindo nossas vidas uns com os outros. E dividir a vida não se resume apenas em partilhar coisas boas, os acontecimentos tristes também devem ser partilhados para que possamos superá-los e seguir em frente. É muito triste ter que dizer adeus a uma gatinha tão linda e especial que foi minha maior companheira, amiga e confidente, uma gatinha tão leal e carinhosa que contraria qualquer teoria negativa sobre os gatos. Ela foi embora tão novinha, com apenas 5 aninhos, mas me deixou muitas lembranças e muitas lições. Quem tem bichinhos pode imaginar o que estou passando. Estou vivendo o meu luto, mas tenho certeza que com a força que vocês me dão e com todo carinho que recebo aqui e fora daqui vou conseguir superar mais esta perda, em um ano em que eu já perdi o meu querido avô. Mas, enfim, a vida é feita de perdas também e infelizmente temos que tentar assimilar isto e dar tempo ao tempo para superar cada uma delas. Então é isso, podem ficar tranquilos porque eu estou voltando, ainda machucada, ainda enxugando as lágrimas, mas cheia de vontade de viver, de ser feliz e de dividir muitas coisas boas aqui com vocês. Obrigada pelos e-mails enviados, pela preocupação, pelo carinho e pelo apoio. Vocês são mesmo uma fonte maravilhosa de boas energias e quero sempre tê-los por perto.

Beijos,

Fabi

35 Comentários para “Dividindo a vida…

  1. Oi Fábs,

    a Dani comentou comigo, poxa, que coisa mais triste! Ainda mais eu que tb tenho gato, nem consigo imaginar a tristeza que deve ser perder! Mas eu te desejo muita força e que o tempo passe rápido e ajude a amenizar a dor.
    Sinto mto mesmo, bjao

  2. Poxa Fabi! Eu tenho uma cadelinha que é como minha filha tb, já que sou casada mas não temos filhos ainda… é extremamente doloroso quando um bichinho tão querido e companheiro nos deixa assim (já passei por isso algumas vezes, já que sempre tive bichinhos). Mas como vc mesma disse, vocês fizeram tudo o que poderiam para salvá-la, então resta apenas viver esse momento de luto e guardar em suas memórias a lembrança da Tiffany bem, saudável e feliz. Pode ter certeza que existe sim, um lugarzinho lá no céu, para onde todos os nossos animais queridos vão, afinal, eles também são criaturas de Deus! Lamento muito por você, mas força querida! beijos!! Tereza

  3. Sinto muito Fabi!!! Sei como você se sente, aqui em casa somos super apegados aos cachorros! Também passei por um aperto, minha cadelinha esteve muito mal, fez duas cirurgias em duas semanas mas graças a Deus está bem melhor agora.
    Força!!

  4. Poxa Fabi, que tristeza… eu realmente sinto muito, tenho dois gatinhos e sei o que deve ser perder eles… puts!
    Não sei o que escrever, mas sei que deve lembrar todos os momentos gostosos que passou com ela, e isso fará ela feliz, onde quer q ela esteja, sempre olhando por vc!

    Fique bem, desejo muito que se recupere logo.

    Grande beijo, mesmo nao me conhecendo, desejo de coracao tudo isso!
    Juliana
    @JFontolan

  5. Oi Fabi,
    Eu sei bem o que é isso.Só que tem animal e esse amor enorme por eles entende essa dor. Esse ano perdi meu cachorro da raça sheepdog, Bigão, e ainda hoje sinto sua falta.O meu consolo é que restou a “esposa” dele e um yorkshire. Tenho também uma gatinha linda, a Chanildete.
    Estou solidária com voc e, acredite, com o tempo a gente vai se sentindo melhor. E quem sabe se vc comprasse um outro gatinho?
    Tenho animais há mais de 20 anos e sempre faço assim: quando morre um , ponho outro no lugar.São amores diferentes, mas preenchem nosso vazio.
    Bj e coragem,
    Lylia

  6. Olá Fabi, que triste notícia, tb tenho uma filha de 4 patas, a Lolla e só de pensar em não tê-la por perto, me aperta o coração!!! Realmente, nossos amigos de quatro patas são fiéis e estão conosco em todos os momentos, inclusive, compreendem nossos momentos de alegria, tristeza, etc!!! Infelizmente perdas fazem parte do nosso dia a dia, mas com certeza, a feliz lembrança dos momentos vividos, do pelinho macio, da lambidinha aspera permanecerão para sempre!!! Que Deus acalme seu coração e que você supere essa perda com a imagem feliz dessa bichana tão linda!!! Bjos no seu S2

  7. Fabi, tenho certeza que superará esta tristeza, momentos assim infelizmente fazem parte de nossas vidas. Tenho certeza que a Tiffany esta lá no céu do felinos te mandando muitas lambidas e ronrronados rsss. Lembre-se dos bons momentos juntos e alegre seu coração. Beijo grande
    Claudia Rocha

  8. Nossa, muito triste mesmo perder um bichinho/filho. Tenho 4 cachorros e, quando qualquer um deles for para o céu canino, nem sei o quão triste ficarei. Fica com Deus!!!

  9. Oi, Fabi…realmente eles são nossos amores,não é? Não pedem nada em troca e apenas nos dão…alegrias, carinho, respeito, fidelidade, amizade! Mas é a vida, não é? Viva o teu luto, querida e volte bem…nós? Nós estaremos aqui, te esperando! Bjkas.

  10. Oi Fabi
    Sinto muito pela sua perda, eu tb tenho vários filhos de quatro patas inclusive estou com um deles doente, o Dom, ele esta com uma anemia profunda, assim como eu e no dia que ele adoeceu eu tinha que fazer uma transfusao de sangue mas qdo a veterinária falou que ele tb precisava de transfusao eu optei em fazer nele primeiro, o que foi bom pq ele esta conseguindo se recuperar graças a essa transfusao. Desejo a vc que fique bem, pq essa dor não tem quem tire da gente. Com carinho, Alessandra.

  11. Querida, entendo a tua dor. Perdi minha cadela bebê atropelada com apenas 4 meses e fiquei arrasada. Do outro lado também estou prestes a perder minha vó, que está no hospital com as horas contadas.
    Força e um abraço apertado!

  12. Puxa… Eu tenho dois gatinhos, e posso imaginar como está se sentindo. Quem já teve um gatinho sabe quão mentirosos e injustos são os clichês de que gatos são desleais, traiçoeiros, e que não se afeiçoam a ninguém. Desejo a você muita força para superar esse momento difícil, e quem sabe, quando estiver preparada, você não adota outro gatinho/gatinha? Há muitos aí, em abrigos, precisando de uma dona carinhosa como você. Coragem! Um abraço, Samantha.

  13. Sinto muito pela perda.Animais de estimação fazem parte de nossas vidas e quando eles partem,nos fazem sofrer. Afinal, eles são melhores que muita gente por ai,né.
    Fique bem.

    Bjaoo

    • Vocês são todos uns queridos, podem ter certeza que a cada mensagem linda e carinhosa que recebi e continuo recebendo me dá um pouquinho mais de força. Realmente é muito duro, é muito cruel perder uma companheirona assim tão de repente e por conta de uma doença impiedosa, mas como vocês mesmo disseram, é preciso tentar ter força para superar e aí restaram apenas as boas lembranças, sem tristeza. Vários de vocês aconselharam a pegar outro gatinho e é justamente isso que pretendo fazer assim que estiver me sentindo mais animada. Pretendo adotar mesmo, assim aproveito e ajudo a salvar uma vidinha que precisa de lar, amor e cuidados. Obrigada do fundo do meu coração pelas palavras lindas e pelo carinho de vocês!
      Beijo grande <3

  14. Fabi, dá para perceber o quanto você cultiva o carinho. Mesmo sem conhecê-la, vejo-te como uma pessoa maravilhosa. A perda de um ente querido é sempre dolorosa, mas infelizmente, inevitável. Ainda mais quando se trata de alguém que nos recebe de braços abertos, em quem poderíamos até visualisar um sorriso, no caso de nossos bichinhos. Eles vão fazer falta, mesmo, assim como eu também sinto pela perda dos meus. Tenha força, e o que conforta é saber que ela estava sofrendo muito em vida.
    Bjs.

  15. Fabi sinto muito e compreendo perfeitamente sua dor, esse ano perdi minha cachorrinha de forma muito trágica e tambem descobri que minha gatinha está com cancer de mama bem avançado, de forma que o cuidado é somente paliativo, tambem estou arrasada, ela já faz parte da minha vida a 15 anos,e a gente nunca está disposto a abrir mão de nenhuma parte boa das nossas vidas. Muita força e console-se pensando que ela viveu uma vida de muito amor, reciproco.
    Bjs

  16. É Bibi, dizem que as dores são importantes para o crescimento, se for assim crescemos muito além do necessário este ano, mas para ser sincera, preferiria não ter crescido!!! De qualquer forma, as pessoas que amam intensamente, sejam pessoas, sejam bichinhos, estão predestinadas a sofrer um dia; a vida é assim. Mas como vc mesma diz: “o amor dado em vida compensa a perda”. Beijos e vamos superar mais esta!! Fique bem!!!

  17. Sinto muito, sei perfeitamente o que vc esta passando, no começo do ano perdi meu companheirinho com problemas renais tbm. No início a dor é monstruosa, agora o que permanece é a saudade.
    Força!!! BJS…

  18. Oi Fabi!
    Nossa, sinto muito pela sua perda. Eu também sou uma apaixonada por gatinhos, na casa da minha mãe temos 3, que são criados como filhos mesmo e fora de casa, tem mais um monte que minha mãe alimenta.
    Já perdi alguns gatinhos em decorrência de doença e até pior, alguns por conta do cachorro do vizinho. É um sofrimento terrível, nos apegamos tanto a esses bichinhos…
    Mas fique em paz, só o tempo para amenizar essa dor…
    Meus sentimentos querida!
    Beijos…

  19. Queridona, sou veterinaria por isso entendo perfeitamente o que vc esta sentindo e sei tb que a doença renal é sempre muito grave. Por isso estou aqui apenas p lhe dar um beijo e te dizer p ter em mente sempre todo o carinho e amor que vc certamente deu a ela durante toda sua vida. Infelizmente os animais vivem muito menos que a gente, mas certamente são nossos anjinhos da guarda de 4 patas. Bjs

  20. Poxa Fabi
    Suas lágrimas são as minhas. Sei o que é isto. É uma dor que lateja o coração. Sem contar a saudade … essa saudade que nunca abandona! Desejo , de coração que seu coração esteja aos pouco bem. Carregando aqueles momentos bons vividos. Perdi 2 pets no ano passado, e até hj não me recuperei. Bj. Fique com Deus ta!!!!

  21. Lamento muito por sua perda, Fabi!
    Receba nosso abraço aqui de casa! A gente tem e ama os nossos amigos pet! E, por isso, compreendemos sua dor perfeitamente.
    Tenha fé e força nesse momento de dor!

    Beijo

    Marília

  22. Oi, Fabi.
    Lamento muito. Aqui também temos nossos pets, que são as pessoinhas de 4 patas muito amadas.
    Minhas dores no braço direito têm me afastado da net, por necessidade. Estou com posts programados, mas visitar os blogs etá bem difícil.
    Tenho sentido a sua falta.
    Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *