Os “atalhos” que te ajudam na cozinha

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Quando descobri que gostava de cozinhar ainda era muito pequena para fazer as receitas sozinha e então contava com a ajuda da minha mãe, esta era a minha diversão preferida! Depois quando cresci nunca me preocupei com o tempo que levava na cozinha com alguma receita porque ainda estava aprendendo com a prática e “apanhando” bastante também, e cozinhar ainda era pura diversão, se algo desse errado tinha a comida da minha mãe.

Mas aí saí da casa dos meus pais para fazer faculdade, comecei a estagiar, me formei e comecei a trabalhar, e só aí percebi que não dispunha mais de tanto tempo para ficar na cozinha. Ah, o tempo…o tempo passou a ser meu inimigo e eu precisava descobrir uma forma de conseguir cozinhar o que eu gostava e queria num tempo mais curto, então passei a pesquisar sobre cozinhar com praticidade. E foi aí que um novo universo se abriu, descobri os atalhos da cozinha, que até então eram puro mistério pra mim. Bom, o que veio depois disso foram muitas experiências na cozinha, umas bem sucedidas, outras nem tanto, mas o principal foi a experiência adquirida. Hoje eu já consigo administrar melhor meu tempo na cozinha e às vezes o que eu quero mesmo é fazer algo bem demorado, trabalhoso e nada prático – coisas de gente doida, mas a verdade é que os atalhos continuam na minha vida, e sempre que é preciso eu recorro a eles. Vou passar pra vocês alguns deles, dicas essenciais pra quem quer ganhar tempo na cozinha e gosta de cozinhar de forma descomplicada. Pra quem já tem bastante experiência na cozinha este post pode parecer meio bobinho, mas como eu sei que as meninas que estão começando são muitas por aqui, sei que estas vão gostar :)

1) Tomates pelados em lata – Este aqui tem grande potencial para se tornar o seu melhor amigo na cozinha. Os tomates pelados em lata são de boa qualidade, com preço acessível e não são temperados. O suco que vem com os tomates também é muito saboroso e pode ser aproveitado em diversas receitas. 

2) Doce de leite pronto – Bateu aquela vontade de fazer um bolo ou uma torta com doce de leite? Recorra aos prontos, hoje no mercado há inclusive opções de doce de leite caseiro e sem conservantes.

3) caldo congelado em cubos (formas de gelo) ou cubos de caldo industrializados – Com sinceridade eu prefiro fazer uma mega panela de caldo caseiro e depois congelar em forminhas de gelo ou copinhos descartáveis de café. Quando solidificam eu retiro da forma e armazeno em saquinhos plásticos do tipo “zip” e deixo no freezer. Muito prático para molhos, sopas, carnes, etc. Mas se você preferir utilizar os industrializados prefira aqueles que contém menos sódio.

4) Ervas e temperos sempre à mão – Minha mãe fez pra mim uma mini horta em vasinhos para ficar nas janelas da cozinha, bem em frente à pia. Assim eu tenho ervas frescas sempre. Caso você não tenha lugar para fazer uma mini horta procure comprá-las frescas, lavar, deixar secar bem e depois guarde-as já lavadas em potes bem vedados. Assim poderá usar ao longo de 3 dias.

5) Conservas: milho, grão-de-bico, palmito, champignon – As conservas podem ajudar bastante no preparo de receitas rápidas, e são bem versáteis. Pode-se fazer tortas, assados, gratinados, saladas, sopas, entre outras infinitas possibilidades. Eu particularmente sempre tenho em casa o milho, o grão-de-bico e o palmito. Ervilhas, legumes e cogumelos eu prefiro comprar frescos.

6) Cebola picada na geladeira – Há quem diga que a cebola perde o sabor se for cortada com antecedência e armazenada desta forma, mas eu digo pra vocês que na minha opinião ela não perde o sabor não. Quando vou cortar cebola aproveito e corto sempre 1 ou 2 além da quantidade necessária para depois colocar em potes bem vedados e guardar na geladeira para utilizar ao longo de 2 ou 3 dias. Faço isso desde sempre e acho ótimo, assim quando quero cebola picada para um arroz, um molho ou seja lá o que for não preciso sujar uma tábua, uma faca e a bancada, basta pegar o potinho na geladeira e levar a cebola direto pra panela.

7) Mixer, processador – Estes são dois aliados para quem quer cozinhar de forma mais prática. Se a quantidade de alimento a ser triturado, cortado ou picado é pouca a faca dá conta do recado, mas se a quantidade é considerável eu recorro ao processador. Até pouco tempo eu não usava, achava bobagem, mas agora eu uso e acho uma maravilha. Faço pastas, patês, recheios para tortas, ralo cenoura, repolho e até fatio pepino no processador. O processador é indispensável para quem frequenta bastante a cozinha. O mixer manual é pequeno e perfeito para bater vitaminas, smoothies, papinhas e até mesmo sopas e cremes direto na panela ou pote em que estiverem.

8 ) Panela de pressão – Para quando o tempo é curto a panela de pressão é perfeita para cozinhar uma carne mais fibrosa, cozinhar feijão, grão-de-bico, soja e sopas. Mas atenção, é preciso ter cautela e seguir as instruções de uso para não causar acidentes na sua cozinha.

9) Descascador de legumes, amassador de batatas, espremedor de alho, ralador de frutas e legumes – Estes pequenos utensílios não ocupam muito espaço na sua cozinha, são baratinhos e indispensáveis para economizar tempo e trabalho. Recomendo estes utensílios até para as cozinhas menos frequentadas. Tem que ter!

10) Pão, ovos, queijo, azeite, massa folhada pronta, batata, leite condensado – Alguns ingredientes são coringas na cozinha e podem oferecer um leque de opções enorme na hora da falta de inspiração. Um pedaço de massa folhada pronta vira uma tortinha qualquer, ovos fazem omeletes, massas, tortas e bolos, pães viram bruschettas, sanduíches ou mini pizzas para o lanche. Queijo é sempre queijo e você pode usar em pedaços, ralado, fatiado e colocar em saladas, tortas, sopas, molhos, patês, massas, bruschettas, etc. Azeite é essencial, tenha sempre um vidro de um bom azeite em casa, ele pode ser capaz de transformar uma comida sem graça numa refeição incrível! E leite condensado porque na hora do aperto você sempre saberá que é possível fazer um brigadeiro e esquecer os problemas! Ingredientes assim você precisa ter sempre na geladeira, eleja os seus e boas compras!

Imagens deste post: Getty Images

9 Comentários para “Os “atalhos” que te ajudam na cozinha

  1. Adorei o post Fabi!
    Faço tudo isso, só apelo para os caldos industrializados e não tenho o mix, que aliás preciso comprar um urgente, porque a última mamadeira do dia do Edu, eu bato com frutas, aí tenho que sujar o liquidificador todos os dias… Beijos =)

    • Oi meninas, que bom que gostaram das dicas. Se podemos facilitar pra que complicar né? Dani, pra você que tem bebê o mixer vai ser uma santa ajuda! Existe um, que é o que eu tenho – presente de casamento – da Cuisinart que é sem fio, você carrega a bateria dele na tomada e usa por várias vezes. É um pouco mais caro que os demais, mas eu amei isso de não ter fio, não preciso mais fazer as coisas do lado da tomada pra conseguir usar o mixer. Vê se você acha por aí. Bjos!

  2. Adorei as dicas Fabi!
    Ainda não usei os tomates pelados, pois eu faço o molho, mas confesso que consome um bom tempo! Preciso testar essa sua dica!
    Obrigada e uma ótima semana!
    Beijocas,
    Cintya Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *