Talharim ao Alho Negro, tartufata e hortelã

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Há um tempão que eu estava querendo comprar o alho negro para cozinhar com ele em casa, mas não fui procurar e acabei esquecendo, até que no Rango Camp a criadora do alho negro no Brasil, Marisa Ono, fez uma apresentação sobre a iguaria e levou diversos antepastos preparados com o alho negro. Pronto, foi o suficiente para que eu ficasse com ideia fixa de cozinhar o alho negro em casa. Muitos já devem ter ouvido falar e também experimentado o produto, que já virou figurina fácil em muitos restaurantes. A Marisa vende o alho negro e envia para qualquer lugar do Brasil, mas como ela está fornecendo para alguns empórios gourmets aqui em SP consegui reduzir os custos com sedex comprando direto em um desses revendedores. O alho negro é basicamente o alho comum que passa por um processo químico natural de fermentação e envelhecimento que faz com que ele perca aquela acidez que lhe é característica e também o cheiro forte. O resultado é um alho de cor negra e sabor adocicado, suave e delicioso. Eu já tinha em mente que a primeira coisa que eu queria fazer com o alho negro era uma massa fresca bem básica para ressaltar o sabor do alho negro, mas coincidentemente ontem recebi um produto gourmet que havia comprado pela internet e achei que casariam muito bem. Em vez de uma simples massa fresca com alho negro e azeite acabei complementando com a “tartufata” que é uma conserva de trufas negras, azeitonas negras e azeite produzida na Itália e muito famosa na Europa toda. Só sei que um jantarzinho básico de quarta-feira com o marido acabou virando um jantar glamour por conta do prato requintado, e ficou maravilhoso! Uma das coisas mais bacanas de cozinhar pra mim é isso, poder descobrir novos sabores, novas combinações e juntamente com eles um novo horizonte no imenso universo da comida. E isso serve para qualquer ingrediente, você não precisa ter alho negro e tartufata na sua casa para conseguir descobrir novos sabores, basta ter ousadia e coragem para sair do trivial e seguir sua intuição. Coisa boa é ter liberdade nessa vida, não é mesmo?
 
Talharim ao Alho Negro e Tartufata
(para 2 pessoas)
 
Ingredientes:
300g de massa fresca do tipo talharim
3 dentes de alho negro descascados e fatiados em lâminas
2 colheres de sobremesa de tartufata (penso que substituí-la por pesto fica maravilhoso também)
1 fio de azeite
sal a gosto
pimenta moída a gosto
folhas rasgadas de hortelã para finalizar
Modo de Preparo: Cozinhe a massa fresca por 3 minutos em água fervente e 1 fio de óleo com sal. Depois de 3 minutos escorra a água fervente e passe a massa por água fria para dar o choque térmico e fazer com que ela pare de cozinhar – isso faz com que sua massa se mantenha com a consistência desejada, sem ficar mole e grudenta. Distribua a massa nos pratos, regue com azeite, polvilhe pimenta moída e sal e por fim salpique as lâminas de alho negro e distribua 1 colher de sobremesa de tartufata (ou pesto de azeitonas, ou pesto de manjericão) sobre cada prato. Finalize com folhas rasgadas de hortelã e sirva. O frescor das folhas de hortelã dão o contraste perfeito com a oleosidade do azeite que compõe a tartufata.
 
Para quem quiser comprar o alho negro ele pode ser encontrado nas lojas da Bombay, no Empório Santa Maria ou diretamente com a Marisa, através do e-mail: http://marisaono.com/alhonegro
 
 
Bom Apetite!
 
 
Fabiana Pinfildi

13 Comentários para “Talharim ao Alho Negro, tartufata e hortelã

  1. Encontrei um tempo atrás no Santa Luzia, mas essa semana já não tinha. Imagino que o suprimento não deve ser tão uniforme… Mas vale muito a pena, é uma verdadeira experiência gastronômica! A forma como vc fez é excelente, dando destaque aos ingredientes. Adorei! beijos

  2. Daniel e Bel, a tartufata eu comprei no coquelux.com.br num dia que teve promoção com ingredientes gourmet. Mas tem que ficar de olho porque não é todo dia que tem produto gourmet por lá. De qualquer forma, acho que no Santa Luzia encontra-se algo semelhante.
    Beijos

  3. Bruna, também adoro testar esses ingredientes gourmet, eles fazem aguçar nossa criatividade e despertam novos sentimentos pela arte de cozinhar, muito bom isso né?
    Beijos

  4. Fabi, ficou sensacional! Também sou adepta a jantares gourmet no meio da semana… Afinal noite ao lado de quem se ama não deixa de ser um pouco "final de semana" né? Esse alho negro é realmente divino e o sabor adocicado deve ter combinado muito bem com esse potinho… Aliás, como é gostoso comprar esses potinhos rs
    Beijão! Cecilia

  5. Marisa, que honra ter sua presença aqui querida!

    Cecília, exatamente, um jantarzinho mais elaborado durante a semana cai muito bem!

    Andreia, obrigada. Fico feliz que goste!

    Beijos garotas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *