A Coleção de Panelas de Cobre da Avó

sexta-feira, 05 de novembro de 2010

 
Minha paixão e convivência com as panelas vem de longe, de bem longe. Desde muito pequena me lembro de gostar de brincar de cozinhar, de colher frutas, verduras e legumes na horta que minha avó tinha na fazenda. Aos 5 anos ganhei dela minha primeira cestinha para auxiliá-la na horta, era uma diversão pra mim, eu adorava arrancar as cenouras da terra, colher buchas vegetais, e de quebra alimentar as galinhas e pintinhos do galinheiro que ficava dentro da horta, aliás, onde ainda é, porque a horta não é mais tão colorida e vasta quanto era antes, tudo está começando a se firmar pois ficara abandonada por um tempo, até que pedi pra minha avó refazê-la e no início deste ano ela recomeçou e está ficando linda de novo. Tenho muitas fotos de infância na horta, carregando abóboras, berinjelas, feliz da vida…hahaha. Mas acho que isso não é algo só meu, foi a forma como me ensinaram a gostar da cozinha que também contribuiu para o meu amor pelas panelas, minha avó, minha mãe, minha bisavó libanesa e minha tia que eu cresci vendo cozinhar em um legítimo fogão à lenha, tudo isso me tornou uma amante da cozinha, onde tinha uma chama de fogão acesa eu estava. Ajudava a enrolar bolinhas de massa para esfihas, e era doida pela máquina de macarrão que minha avó usava. Tenho muita estória de infância pra contar, ficaria dias aqui me deliciando com recordações, mas hoje eu quero mostrar pra vocês a linda coleção de panelas de cobre, ferro e outros objetos de cozinha antigos da minha avó materna, uma das responsáveis pelo meu eterno amor pela cozinha. Acho que esta coleção cresceu comigo, pois me lembro que cada vez que íamos para Itu, no interior de São Paulo, ou para outras cidades que possuíam antiquários minha avó comprava uma nova peça, confiram algumas delas:
 
Então é isso gente, espero que tenham gostado!
 
Bom final de semana e fiquem de olho porque vai rolar RECEITA DO LEITOR aqui!
 
Fabiana Pinfildi

7 Comentários para “A Coleção de Panelas de Cobre da Avó

  1. Que delícia ler essa postagem de hoje. Adoro textos escritos com saudade, com bom astral e cheio de coisas positivas.
    É muito bom ter lembranças de nossos momentos felizes…
    Certamente todo esse dom com as comidinhas, foi plantado há muito tempo e cultivado com amor…
    Bjsss

  2. Essa oportunidade que você teve do contato com a terra e o incentivo de mãe e avós, certamente, contribuíram para o prazer de ir pra cozinha.
    Fabi, amanhã publico uma receita sua, que fiz há um tempinho, mas já estou com vontade de repetir.
    Bom final de semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *