Comidinha Retrô – Buraco Quente!

sábado, 25 de setembro de 2010

Pra mim poucas comidinhas representam tão bem a culinária retrô, e entre elas está o “buraco quente”, famoso lanchinho de pão francês recheado de carne moída temperada. Quando eu era criança a estrela da cantina da escola era o buraco quente, e não as coxinhas, empadinhas, bolinhos de queijo, etc. As estrelas não eram frituras, talvez por isso naquele tempo houvesse menos crianças obesas do que vemos atualmente. Algumas escolas estão mudando isso e oferecendo sanduíches naturais, saladas de frutas, iogurte, quiches e salgados assados em lugar de fritura, e eu gostaria muito que quando eu tiver filhos esta cultura de alimentação mais saudável nas escolas já esteja totalmente absorvida, para que eu não tenha que “brigar” sozinha contra os maus hábitos alimentares infantis. Mas o que eu quero dizer sobre este lanchinho que estava morrendo de vontade de matar a saudade é que ele é realmente delicioso, como me recordava da época da minha infância. Não segui nenhuma receita, apenas refoguei a carne como me lembrava dela, da época da escola. Fiz em versão mini e ficaram muito fofos, além de serem super rápidos de preparar e bem fáceis. Que tal fazer hoje no lanche para a sua família?
Buraco Quente
(rende 10 lanchinhos)
 
Ingredientes:
10 mini pães tipo francês
300g de carne bovina magra moída 
1 tomate sem sementes picadinho
3 colheres de sopa de molho de tomates 
1 cebola picadinha
2 dentes de alho amassados
3 colheres de sopa de azeitona verde sem caroço picada
1 fio de óleo vegetal
pimenta-do-reino moída à gosto
sal à gosto
 
Modo de Preparo: Retire todo o miolo dos pães por uma das pontas, sem deixar que fure a parte de baixo do pão e sem cortá-los. A melhor forma de fazer isso é empurrando o miolo pra dentro com o dedo indicador e depois puxar todo o miolo pra fora. Reserve. Aqueça o óleo em uma frigideira alta e refogue nele a cebola e o alho. Quando a cebola começar a dourar junte a carne moída, tempere com sal, pimenta e cozinhe em fogo alto até secar a água, aí então acrescente o tomate picado, o molho de tomates, as azeitonas e reduza o fogo. Continue mexendo de vez em quando até engrossar e cuidando para não deixar queimar. Quando o molho engrossar desligue o fogo, recheie os pãezinhos e sirva quente. É uma delícia!
Bom Apetite!
 
P.S. Mais tarde vou divulgar aqui o resultado do concurso cultural que vai premiar o leitor que sugeriu o prato que melhor se encaixa ao meu gosto com o livro Receitas para Todo Dia, da Wilma Kovesi, cedido pela parceira DOURAL PRESENTES, aguardem! 
Fabiana Pinfildi

26 Comentários para “Comidinha Retrô – Buraco Quente!

  1. Oi Fabi! Não conhecia esse lanche, mas está delicioso! Ele me lembra os "cachorros-quentes" pernambucanos de tempos atrás, pois eram feitos com pão francês e carne moída, além é claro de pimentão e coentro! Beeem diferente dos de hoje em dia. Abraços!

  2. Adoro novidade e uma comidinha com nome de buraco quente nunca ouvi falar :) Super engraçado.

    Quanto ao bolo de arroz crú é bom demais. Não deixe de experimentar Fabiana. Vc não vai acreditar como é possivel um bolo daqueles sem levar 1 única grama de trigo!

    Beijinhos e bom fim de semana.

  3. Ai Fabiiii…que delícia…e que saudade…Não sabia que esse era o nome, mas me lembra a infância também…principalmente dos aniversários que fazíamos na escola, era OBRIGATÓRIO ter pãezinhos cam carne moída…
    PERFEITO

    bjim
    Jana

  4. Fabi querida, esse lanchinho esperto tá lindo!! Que sabor! Adorei "comida retrô" rsrs….Me fez lembrar os lanchinhos de carne louca que minha avó fazia para os aniversários …;)
    Bjs querida

  5. Fabi,
    eu já comi pão com carne moída, porque eu gosto. Mas não sabia que era um lanche. Agora eu já sei que sou fã de buraco quente!
    Realmente as cantinas estão com uma nova proposta de lanches. Eu, como nutricionista, identifiquei que em alguns locais que não há uma educação nutricional com as crianças, há um mercado negro de lanches ilícitos.
    Saiba de uma coisa. Se você introduzir na sua casa uma alimentação saudável, seus futuros filhos comerão bem. Nos primeiros anos de vida é que o hábito alimentar está sendo estruturado. Dedique-se nesse momento.

    Adorei a receita. Beijos. Retrõ e gostoso demais

  6. Fabi… fez parte da minha infância, nos lanches da escola também! Quando mudei para o nordeste fui comprar um cachorro-quente e me deparei com este, que aqui no sul, chamávamos na época de "cacetinho com guisado" rsrs (só agora que escrevi que me dei por conta do nome horrível!).
    Bjinhos

  7. Que interessante Fabi!! Não conhecia esse sanduíche, aqui no Rio eu nunca vi!!! Quando criança colocávamos uma banana dentro do buraco do pão! kkkk
    Quando tiver uma carne moída por aqui vou experimentar!
    bjs

  8. Fabi, sempre leio seu blog e curto muito todas as suas receitas e sugestões. Queria tirar uma dúvida (que nem tem relação com a receita postada, mas…) Como você usa a flor de sal? Coloca em um moedor de sal? Beijos

  9. Fabi, sempre leio seu blog e curto muito todas as suas receitas e sugestões. Queria tirar uma dúvida (que nem tem relação com a receita postada, mas…) Como você usa a flor de sal? Coloca em um moedor de sal? Beijos

  10. Fico feliz que muitas pessoas também se recordem do delicioso lanchinho "buraco quente", assim vejo que não marcou somente a minha infância, mas a de muita gente!

    Anônimo que perguntou sobre a flor de sal: como eu compro a flor de sal de grãos pequeninos eu salpico direto na receita que vou utilizar, geralmente adiciono a flor de sal apenas na finalização do prato, como peixes, carnes, legumes assados ou saladas. Mas se você preferir pode moer também, fica mais fina, mas continua boa.
    É tudo uma questão de preferência.

    Beijos,
    Fabi

  11. kkkk… voltei na minha infância agora Fabi, mas o engraçado é que nunca ouvi esse nome… kkkk… muito engraçado, buraco quente… kkkk… por aqui era pão com carne moída mesmo… kkkkk…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *