Torradinhas Integrais de Gergelim muito fáceis da Vânia

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Gente, essas torradinhas são uma perdição! São tão deliciosas e tão crocantes que você não consegue mais parar de comer. A receita é da Vânia, uma amiga minha e leitora do blog. Quando experimentei pela primeira vez não imaginava que seria tão fácil de fazer. Elas são deliciosas para servir com patés e pastinhas de aperitivo, para substituir os famosos croutons em saladas e sopas ou até mesmo para beliscar no meio do dia quando a fome bater. E como se todas essas qualidades não bastassem elas são lindinhas, um verdadeiro charme! Ah, e você pode fazer em grandes quantidades e depois de prontas armazená-las em potes com tampas vedadas que elas duram até duas semanas. Em casa estamos viciados nesses biscoitinhos de tão bons que são! Segue a receita para quem se interessou: 
Torradinhas de Gergelim
Ingredientes:
2 xícaras de chá de farinha de trigo branca
2 xícaras de chá de farinha de trigo integral
2/3 de copo americano de azeite extravirgem
1 copo americano de água
2 xícaras de chá de gergelim branco torrado
1 colher de chá rasa de sal
Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes, com exceção da água numa tigela e mexa com as pontas dos dedos até formar uma farofa. Acrescente a água aos poucos e continue mexendo com as pontas dos dedos e depois trabalhando a massa com as mãos até que fique mais consistente. Sove um pouquinho a massa para ficar homogênea e lisa. Se precisar de mais farinha para desgrudar a massa dos dedos polvilhe aos poucos (talvez não precise) até desgrudar das mãos. Deixe descansar por 30 minutos e após este tempo abra a massa bem fininha como um papel sobre uma superfície enfarinhada. Passe a massa bem fina para uma assadeira antiaderente e com a ajuda de uma carretilha ou cortador de pizza risque a massa em quadradinhos que serão quebrados depois de assados. Tome cuidado para não cortar, é só para riscar. Asse em forno pré-aquecido em temperatura baixa durante 20 minutos, e vire a massa de lado algumas vezes para assar dos dois lados por igual, até ficarem douradinhos e crocantes. Acompanhe o processo de assar as torradinhas pois as vezes as bordas podem dar uma tostadinha antes do restante da massa, e então você terá que ir tirando as bordinhas que tostam antes. Assim que toda a massa estiver bem douradinha (como na foto) você retira do forno e quebra em quadradinhos. 
Bom Apetite!
Vaninha, obrigada pela receita! É deliciosa! 
Fabiana Pinfildi

14 Comentários para “Torradinhas Integrais de Gergelim muito fáceis da Vânia

  1. Fabi amanhã vou p/ casa da minha mãe e hoje fiz outra receita de bolachinha, antes de ler o seu post. E fiz exatamente nesse formato!
    A parência tá idêntica :))

    Eu acho que essa sua é mais saborosa porque a ração humana e a aveia deixam a textura muito fibrosa.
    Mas mesmo assim é uma delícia!!!
    Bjs

  2. Oi Nane, as torradinhas ficam bem crocantes mesmo, mas tem que deixá-las esfriar bem.

    Pérola, a textura e o sabor lembram muito o pão sueco, que eu também adoro. Mas o gergelim dá um toque bem especial.

    Bá, a parte boa de serem torradinhas é isto, são mais leves que pão justamente por não terem fermento e serem integrais.

    Tati, tenta fazer estas então porque são facílimas de fazer e não são nada enjoativas, são super leves e o azeite dá um sabor MARA. Este formato eu consegui apenas riscando a massa ainda crua com uma carretilha daquelas antiguinhas de vó, sabe?

    Bjinhos

  3. Fabi, amei suas torradinhas de gergelim! Perto de casa vende um pão sueco que tem exatamente essa mesma carinha, parece uma torrada. É delicioso também.
    Já estou levando sua receita comigo, adorei!
    Beijocas

  4. Meninas, eu amo essas torradinhas sao maravilhosas. Faco pra trazer de lanche no trabalho.
    Ontem adicionei alecrim na massa, e ficou maravilhoso!!! Eu adorei!!!
    E em uma outra parte adicionei oregano, tambem ficou muito bom!
    Fica uma dica pra quem quiser mudar um pouco…
    Beijos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *