Pense orgânico e viva feliz!

domingo, 21 de março de 2010

(barraca de feira de produtos orgânicos – Google Images)
Hoje resolvi falar um pouco sobre o alimento orgânico. Tenho refletido bastante nos últimos tempos a respeito das pessoas consumirem todos os dias verduras, legumes, frutas e cereais sem se preocuparem com sua procedência, sua qualidade, de que forma foi cultivada, se o material da embalagem vai produzir lixo reciclável, biodegradável, enfim, são muitas as perguntas que se deve fazer ao comprar alimentos que você e sua família vão consumir diariamente. Se pensarmos que o cultivo de grande maioria dos alimentos que se compra em supermercados foram sujeitados à injeção constante de agrotóxicos e outras medicações para tentar combater pragas típicas do ambiente rural, devemos aceitar que eles não podem ser tão saudáveis assim, já que pesquisas comprovaram cientificamente que a ingestão de alimentos que contém agrotóxico são prejudiciais à nossa saúde. Isso sem contar o lado do sabor e da sazonalidade. Quando você encontra frutas típicas de dezembro no mês de Julho, por exemplo, você acha isso no mínimo estranho, certo? Pois é, todas as frutas, verduras e legumes possuem sua sazonalidade, ou seja, sua época típica é um determinado período do ano, é o seu ciclo natural.

Sempre que este ciclo natural é respeitado, ou seja, comprando frutas, legumes e verduras de época, o resultado é ALEGRIA! Sim, alegria, pois os tomates serão vermelhos e firmes, e terão sabor docinho de tomates, as cenouras terão sabor de cenouras, a goiaba terá sabor de goiaba, os morangos são doces e suculentos como…morangos, oras. Quem lucra quando a sazonalidade é respeitada somos nós mesmos, que podemos ser felizes sentindo o verdadeiro sabor dos alimentos, do jeitinho que eles são.Encontrei na internet um texto muito interessante sobre a questão, cujo autor, o consultor gastronômico Paulo Ferretti, induz ao leitor a uma reflexão acerca de muitos pontos importantíssimos da nossa alimentação, tais como: “Antigamente as feiras e os mercados eram abastecidos pelos produtores regionais. Alimento fresco que seguia as estações do ano. O ciclo de colheitas ditava a dieta das pessoas. O progresso arrastou pra dentro dos supermercados infinitos produtos e consumidores. Tudo é fácil e rápido (mas nem sempre barato e saudável). A velocidade da fast life nos empurrou ao fast food. É realidade e veio para ficar.”  

“O crescimento do interesse e consumo de alimentos orgânicos é sério e bem representado no Estado de São Paulo. Os chefes de cozinha que não se satisfazem em permanecer dentro de suas panelas também vêm buscando cada vez mais os produtos sazonais. É garantia de produtos mais frescos e com bom custo. E ainda colaboramos em diminuir os enormes gastos de deslocamento de produtos fora de estação que viajam milhares de quilômetros para alcançarem nossas casas. É a economia consciente de sustentabilidade e cidadania.
Na Europa e no Japão a sazonalidade de alimentos faz parte da cultura alimentar dos cidadãos, Alimentos frescos e leves na primavera e verão. O outono tradicionalmente remete à caças e cogumelos e inverno traz alimentos calóricos e de longo armazenamento.
Resta saber se teremos a sensibilidade de ter atenção ao ciclo agrícola e aproveitar o que a Terra tem de melhor a nos dar.”
(plantação de morangos orgânicos – Google Images)
Sim, com certeza há ainda o lado negativo dos orgânicos, o preço. Por ser um alimento mais sensível, já que seu cultivo ocorre de forma 100% natural, a produção acaba sendo em menor quantidade  e isto acaba elevando seus preços. Uma forma de tentar minimizar esta questão, é que você procurar produtores de alimentos orgânicos perto da sua cidade, pois comprando diretamente deles, que também estão nas feiras de produtos orgânicos, o preço fica bem reduzido em comparação aos adquiridos em grandes redes.
 
Outra dica: Plante seus próprios temperos, de forma orgânica e confiável na sua casa, em vasinhos, floreiras ou no quintal se tiver espaço. Salsinha, cebolinha, alecrim, manjericão, orégano, hortelã, coentro e pimenta se desenvolvem muito bem em ambientes pequenos. Sempre que precisar é só cortar os galhinhos, lavar e colocar na panela. Alimento mais fresco que este, que acabara de sair da terra, impossível. Viver orgânico, é viver feliz! Alguém duvida?
 
Vou listar aqui algumas feiras de orgânicos, e outros estabelecimentos que descobri que existem em São Paulo, através do site http://www.planetaorganico.com.br/, para quem tiver interesse em conhecê-las:
 
Arcangeles Orgânicos
Rua Drausio, 618, Butantã
Tel: (11) 2478-4530
Serviço de buffet com alimentos orgânicos. Coffee-break orgãnico, brunch orgânico, café da manhã orgânico, coquetéis, feiras, congressos
 
Cecilia Kazuko Wada
Av. Pacaembu, em frente ao estadio pacaembu, Higienopolis
Tel: 6402-0313 9973-8743 Fax: 6405-9200
Verduras, Legumes, Frutas, Cereais organicos, higienizados, hidroponicos, Produtos Japoneses, verduras e legumes importados.
 
Feira Orgânica
Rua Gastão do Rego Monteiro, 319 – Jd. Bonfiglioli – Cep 05594-030
Tel: 3731-5083 Fax: 3731-3099
Verduras, legumes, frutas, lacticinios, sucos de frutas, molho de tomate, ovos, grãos etc.
 
Feira Orgânica Parque da Água Branca
Dias: terças e sábados
Horário: 7h às 12h
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 455 – Perdizes
OBS: junto à feira, o consumidor também tem a opção de café da manhã orgânico
 
Feira Orgânica Ibirapuera
Dias: domingos
Endereço: Rua Tutóia (estacionamento da Igreja do Santíssimo Sacramento)
 
Feira Orgânica Santana do Parnaíba
(Antiga feira de Alphaville)
Dias: terças
Endereço: Av. Vênus, em frente ao Nº14 – Centro de Apoio II
 
Feira de Alimentos Orgânicos e Biodinâmicos
Dias: quintas
Horário: 7h às13:00hs
Endereço: Rua São Benedito, (em frente ao convento, próximo a Alexandre Dumas)
 
Dias: sábados (manhã)
Endereço: Mercado Central de SP (R.Cantareira).
 
Dias: sextas (manhã)
Endereço: Praça Charles Miller (Estádio do Pacaembu)
Frutas, verduras, legumes, laticínios, geléias e pães, entre outros.
 
 
Então, depois de toda essa pesquisa, minha missão a partir de agora é tentar visitar algumas dessas feiras e contar pra vocês aqui no blog se realmente vale à pena deixar de comprar suas verduras, frutas e legumes semanalmente nos mercados e passar a comprá-las nas feiras, ao ar livre, e mais especificamente, nas feiras orgânicas. Mas antes mesmo de começar, algo me diz que sim!
Fabiana Pinfildi

15 Comentários para “Pense orgânico e viva feliz!

  1. O problema tambem e em parte das grandes superficies. Que cada vez mais controlam os produtores agricolas, sendo um mercado bastante competitivo em termos de precos. E como a procura de produtos biologicos ou organicos esta a aumentar lentamente, a oferta e muito pouca e os agricultores na maior parte dos casos mal pagos. Nao sendo bastante sustentavel para alguns, o que os levam a manter o tipo de producao que sempre fizeram. E como a economia nao esta facil para todo o Mundo e sendo os produtos organicos mais caros na maior parte dos casos, e claro que a maior parte dos consumidores acaba por escolher o produto mais barato. Aqui tambem entra a questao da falta de informacao dos consumidores, ou de informacao mais especifica e detalhada. Adorei ler este artigo no teu blog.Fico a aguardar os proximos episodios.

    Beijinhos

  2. Os produtos orgânicos são incomparáveis.
    Nessa última viagem que fiz ao interior, fui à feira da roça e encontrei um mamão, cujo sabor não se assemelha a nenhum dos tipos que conhecemos. Pena que já estávamos com viagem programada a seguir e não pudemos comprar muita coisa.
    Existem alguns alimentos em especial que têm sabor infinitamente superior quando orgânico, como o tomate e o morango.
    Tenho hortelã, salsa, cebolinha, alecrim, sálvia, manjericão e tomilho. Estão em jardineiras e vão bem, obrogada!
    Boa semana.

  3. Fabi super bacana o post, eu sempre compro minhas frutas e verduras na feira daqui da minha cidade, no domingo bem cedinho, vale muito a pena! Tudo cultivado nos sítios aqui da cidade, ai adoro ir na feira, e ainda como meu pastei e tomo guarapa com limão! Afff… Nessas horas é bom morar no interior! Hehehe… Bjinhos

  4. quanto à qualidade, nem se discute. quanto ao preço, entra em ação a expressão, CUSTO BENEFÍCIO, a lá vamos nós pagar o caro para comer bem. mas ainda assim, acho que vale a pena

  5. Interessante o seu post, sempre que possível dou preferencia sim para produtos orgânicos. Essa plantação de morangos que vc postou esta dando água na boca, eu amo morangos. Beijinhos

  6. Gostei muito das dicas , temos aqui um mercado com produtos orgânicos e estou começando a me acostumar a usá-los.
    Gostaria de levar seu PF para servir lá no nosso blog, se me autorizar é claro.

    Obrigada.
    Beijo.

  7. Adorei o post!
    Sobre as panquecas, obrigada!! É um prato que eu tb não resisto.
    Fiz o seu bolo cremoso de chocolate e ficou divino!
    Acabei tendo que fazer dois, pq o marido comeu e pediu que eu fizesse para ele levar para o trabalho amanhã para um aniversário!!
    A cobertura fiz uma simples de chocolate.
    Posso postar ele no meu blog? Dando os seus devidos créditos sem dúvida.
    Beijinhos
    Boa semana

  8. Eu já comprei uma cesta orgânica mas para mim vinha muita coisa.
    Infelizmente aqui em Sorocaba não temos uma feira só disso.
    Mas não tenho dúvida de que é muito melhor esse tipo de alimento.
    Bjs e adorei teu post.
    Fla

  9. Oi Fátima, está autorizadíssima, pode levar o PF pra você sim!

    Cyinthia, fiquei feliz em saber que fez o bolo e que deu certo! Pode publicar sim, aliás, deve!

    Obrigada a todos os outros comentários sobre o post "orgânicos". É muito importante que todos nós tenhamos a consciência de que alimentos naturalmente produzidos são infinitamente mais benéficos à saúde. Fico feliz em poder, de alguma forma, contribuir com esta conscientização.

    Bjinhos

  10. Já estou, faz tempo, para plantar morangos na minha horta de varanda. Ainda bem que vc me lembrou. A ver senão pássa deste ano!

    Cá em casa também só comemos biologico. Recebo uma cesta certificada toda a semana duma empresa que distribui ao domicilio. As frutas e vegetais são bem mais saborosas.

    Quando calha de comprar algo no supermercado normal que não seja biologico, noto logo a diferença no sabor.
    Biologico é saúde, tem muito mais vitaminas e minerais.

  11. Bibi, suas dicas de feiras são ótimas!!! Mas para quem mora perto e tbém quer uma outra boa indicação: na Rua Jauaperi em Moema tem feiras aos domingos, moro perto e RECOMENDO, a feira é limpinha, frutas fresquinhas, bem freqüentada, e com mta variedade de produtos, aliás, vendem flores lindíssimas para darmos vida a casa e começarmos uma semana em alegre!!!
    P.S. sempre que tenho visitas dormindo em casa elas não resistem ao famoso "pastel de feira" rsrs, o de lá é mais do que confiável!!!
    Bjos, Juli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *