Polenta Cremosa com Funghi ao Vinho Tinto

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A polenta é uma velha conhecida de todos, e é um prato que nos remete à infância. A minha mãe sempre fazia polenta em casa e nós nos fartávamos de comer. A base da polenta é a farinha de milho, e esta receita tão amada hoje em muitos países foi criada na Itália, mais especificamente na região Norte do país, e sua receita tradicional leva o molho ao sugo ou à bolonhesa. A textura da polenta pode ser bastante variada, desde bem consistente para ser cortada em quadradinhos, até a consistência cremosa, que atualmente é bastante apreciada pelos chefs de cozinha. A polenta pode ainda ser frita, assada, laminada e depois torrada ao forno, enfim…inúmeras são as combinações para este prato tão eclético. Para quem tiver maior interesse na história da polenta, este link é bem interessante: história da polenta. A receita de hoje é fácil, porém exige uma certa paciência para que atinja a consistência desejada e cozinhe no ponto correto. O molho que eu mais gosto é este de funghi secci ao vinho tinto, mas também ficam ótimos os molhos de tomates frescos e manjericão, bolonhesa, azeitonas pretas (desalgadas) com aliche e brócolis ao alho e óleo. Então vamos à receita, que é perfeita para este dia de frio e chuva, acompanhada de uma boa garrafa de vinho tinto:
Ingredientes:
3 colheres de manteiga com sal

1 cebola ralada
½ litro de leite
½ litro de água
300 g de fubá dissolvido em água
sal à gosto
pimenta-do-reino moída na hora
salsinha a gosto
1 colher de queijo parmesão ralado

Para o molho:
1 colher de sopa de manteiga com sal
1 cebola média picada
1 dente de alho amassado
1 taça de vinho tinto seco
1/2 xícara de chá de água filtrada
1 cubo de caldo de carne
2 xícaras de funghi chileno seco
2 colheres de sopa de salsinha

Prepare assim: Em uma frigideira alta, frite a cebola ralada na manteiga até que esteja dourada. Acrescente o leite e a água. Dose o sal e aguarde a fervura. Acrescente o fubá e mexa constantemente. Abaixe o fogo e deixe cozinhando lentamente por aprox. 40 minutos, mexendo sempre, até que a polenta atinja o ponto certo, quando a colher permitir que você enxergue o fundo da frigideira. Desligue. Acrescente o queijo ralado, a pimenta do reino, a salsinha, mexa bem e tampe a frigideira enquanto prepara o molho. Inicie o preparo do molho refogando a cebola e o alho na manteiga até que estejam transparentes. Acrescente o vinho tinto e o funghi (pique alguns e deixe outros inteiros). Acrescente o caldo de carne, a água, abaixe o fogo e mexa de vez em quando, até o molho reduzir e engrossar. Quando estiver pronto desligue, salpique a salsinha, ajuste o sal se necessário e sirva sobre a polenta cremosa. Salpique salsinha picada antes de levar à mesa, um verdinho sempre dá um charme ao prato.

Sugestão de Vinho: Para acompanhar esta receita, sugiro o vinho tinto da uva cabernet sauvignom Altas Cumbres Cabernet Sauvignom, argentino, para variar (minhas preferências sempre acabam nos vinhos argentinos mesmo). Este vinho traz notas de frutas, lembra a framboesa, tem também uma leve lembrança de especiarias e boa presença alcoólica, possui um bom equilíbrio de acidez e taninos, sendo considerado por muitos apreciadores um vinho “feminino”, pela sua delicadeza. É um vinho seco, sim, mas não muito forte.

Saboreie e conforte-se!

Ah, já ia me esquecendo de contar a novidade, o Figos & Funghis agora também está no Twitter (@figosefunghis)

Fabiana Pinfildi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *